Google+ Badge

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Jornalismo de esgoto da Veja é mostrado pela Carta Capital

Por Davis Sena Filho — Blog Palavra Livre

     A revista Carta Capital publica nesta sexta-feira matéria em que esclarece o envolvimento do diretor da revista Veja, a revista porcaria, Policarpo Jr. com a quadrilha do bicheiro Carlinhos Cachoeira, que no momento se encontra preso. Como se sabe nos quatro cantos da terra, o jornalismo investigativo da Veja não passava, na verdade, de um jornalismo bandido, que visava desestabilizar o Governo Federal, o que aconteceu quando ministros foram exonerados pela presidenta Dilma Rousseff.




    Além disso, o governador do DF, Agnelo Queiroz, foi vítima da quadrilha da qual participava, segundo a Polícia Federal, o diretor da Veja, o jornalista Policarpo Jr. Outro jornalista de mando também está a ser investigado. Eumano Silva, diretor de Época, a revista sem leitor, também aparece nas investigações da PF. A verdade é que programas das Organizações(?) Globo como O Fantástico, o Bom (Mau) Dia Brasil e o Jornal Nacional sempre repercutiram as "matérias", o jornalismo "investigativo" de revistas como a Veja e a Época. Não é preciso dizer mais nada...
    
     Ao contrário de Veja que não demitiu o Policarpo, empregado da revista que oferece aos leitores incautos o verdadeiro jornalismo de esgoto, Época, a revista do patrão esperto, demitiu Eumano Silva, porque todo mundo sabe que a família Marinho não dá ponto sem nó e jamais reconhece a sua vocação para a prática do golpe e do linchamento moral e político daqueles que, porventura, não atendem à pauta e à agenda dos barões da imprensa, que eles querem impor ao Brasil e ao povo brasileiro, a fim de concretizar seus negócios, bem como os dos trustes internacionais de petróleo e dos banqueiros a quem representam.
     
     Carta Capital põe o dedo na ferida e mostra ao leitor até que ponto pode chegar uma empresa privada para defender seus interesses políticos e empresariais. Veja chafurda na lama do submundo do crime e seu dono, Roberto Civita, tem de ser convocado pela CPMI do Cachoeira-Globo-Abril para dar satisfações à sociedade brasileira e às autoridades competentes.O sistema midiático privado boicotou governos, combateu programas sociais, derrubou autoridades, desestabilizou a governabilidade, além de moer reputações, mentir, manipular, distorcer os fatos e as realidades que se apresentaram principalmente na última década.
    
     Os leitores de Veja, de Época e também dos jornalões conservadores impressos e televisivos deveriam entrar com processos no Judiciário por perdas e danos, trapaças e mentiras, falsidade ideológica e calúnia, injúria e difamação. A imprensa comercial e privada (privada nos dois sentidos, tá?) prejudica o desenvolvimento social e econômico do Brasil, porque não permite que a nossa sociedade viva em paz para trabalhar.
   
   Os barões da imprensa, os empresários da mídia cartelizada e monopolista são contra o Brasil. Eles fazem oposição a todo aquele que por ideal, ideologia, politicamente e filosoficamente defende os interesses do Brasil. Para combater ideias e sentimentos nacionalistas esses empresários e seus empregados de confiança apostam na baixa estima do cidadão e a apresentam em forma de notícias previamente pautadas e sistematicamente com um enfoque negativo em todos os setores de atividade humana, de forma que o brasileiro passe a ter um conceito péssimo de seu próprio País e, consequentemente, da sociedade com a qual ele convive.
     
     Agora, estamos a ver esses barões e seus jornalistas que se comportam como sabujos a penar para não irem depor na CPMI do Cachoeira. Acontece que suas vísceras estão expostas, e o leitor que comprava e acreditava em suas manipulações e baixarias deve estar a se achar com cara de trouxa, afinal foi enganado durante anos e por todo esse tempo buscou informações sobre os governos, a ser muitas delas, como se comprova agora, montadas de forma criminosa por aqueles que deveriam zelar pela profissão de jornalista e por um jornalismo informativo e realizado por intermédio da verdade.


10 comentários:

Anônimo disse...

Que eu saiba, o dinheiro público jorra aos borbotões na Carta Capital desde o governo Lula, a Veja e a Globo são as mídias mais vistas em cada segmento - e detalhe, espontaneamwnte - e a matéria não vai afetar a percepção popular que indica que não só o tal mensalão existe, sempre existiu e que o PT é um partido que se tornou tão ou mais sórdido que os demais, com quadros desmoralizados e alianças que cheiram a esgoto.

Anônimo

M. Exenberger disse...

Já estão anunciando no facebook a fusão da Veja com a Exame. A revista vai se chamar Vexame e terá na capa da sua primeira edição a seleção brasileira.

Judith Pascoal-BA disse...

Mais uma vez, Davis, você foi preciso no que se trata da imprensa porca, que vive no esgoto. Quanto ao leitor trouxa e reacionário o que vale é que eles que fiquem usando as viseiras de burros de carroça.

Anônimo disse...

Pelo visto ou temos uma phd em política com curso de analista de consumo de drogas à distãncia, que chama os outros de trouxa e garante que o cidadão usa drogas, ou podemos ter uma tola.
Dona Judith, vá fazer um arroz bem soltinho, ou simplesmente vá lamber sabão.

Judith disse...

NÃO ESTAVA ME REFERINDO A VOCÊ.
MAS JÁ LI MENSAGEM DE PESSOAS TE CHAMANDO DE COVARDE PORQUE SE ESCONDE NO ANONIMATO E AINDA SE DÁ O DIREITO DE FALAR BOBAGENS.
O DAVIS É DEMOCRATA MESMO PORQUE EU JAMAIS PUBLICARIA SUAS SANDICES QUE SE PROTEGEM NO ANONIMATO.
A CARAPUÇA É CONVENIENTE A QUEM A USA.

Anônimo disse...

Dona Judith, talvez a senhora não perceba, mas eu sou o primeiro a reverenciar o jornalista Davis Sena Filho, flamenguista como eu , como um legítimo democrata. Ele, dono do blog, permite minha expressão, sem meu nome, cic, rg, título de eleitor dito. Se são sandices ou não, lamento, mas não é a senhora a pessoa mais bem indicada para dizer. Sabe por que? Porque a senhora pejorativamente escreve e publica aqui que alguém fuma maconha. Não diz quem, não diz onde. O Diogo Mainardi fez uma alusão parecida ao bom jornalista Jorge Cordeiro, quando este assumiu o blog do Lula. Me recuso a acreditar que a senhora não se lembrou disto. Leu a meu respeito que sou covarde por mão assinar meu nome onde? Que pessoas são essas? Chamou alguém de trouxa? Diga o nome dele.
Dona Judith, meus respeitos.
Por favor, se dirija a mim em caixa baixa.
Basta apertar o caps.

Anônimo.

PS- Imperador?
Sei não

Judith disse...

Anônimo, não me importa nada o que você diz. Aliás, sua presença em um blog progressista é a mesma coisa que um peixe fora da água.
Me chamo Judith, e você tem a quem se dirigir. E o seu nome qual é? Anônimo? Você poderia mudar seu nome para XAROPE, pois assim você continuaria no anonimato, só que agora com outro "nome" mais adequado. Passe bem.

Anônimo disse...

Dona Judith, obrigado a se dirigir a mim em caixa baixa e pelo meu nome, Anônimo. Sou apenas um homem do povo. A Sra, que é um peixe inserido e progressista, não deve mesmo se importar com o que digo. Sei - com a pouca inteligência que me cabe - que a Sra não falou por mal, quando taxou alguém - um anônimo como eu, já que também não citou nomes- de trouxa, maconheiro. Duas coisas, aliás, que a sra não deve ser. A Sra apenas se expressou mal, penso eu.
Torço muito para que a Sra, de vez em quando, por livre pensar, se dê uma chance de debater um pouco mais com os homens do povo. Os anõnimos.
Passe bem.

Amadeu Junior disse...

Parasita reacionário, lambedor de latrina, ou é um burguesinho frustado ou algum pé de lama manipulado. O brasil precisa de pessoas com amor no coração e dispostas a mudar nossa realidade, vai ler, se informar e gastar essa sua verborragia ignóbil em outro lugar. Este lugar se destina as pessoas que se importam com pessoas, e vc não é uma delas, lamentavel !

Davis Sena Filho disse...

Valeu.