Google+ Badge

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Reinaldo Azevedo é a corda da forca de José Serra e Silas Malafaia seu cadafalso

Por Davis Sena FilhoBlog Palavra Livre

"José Serra e Reinaldo Azevedo: Juntaram-se a fome com a vontade de comer; o ódio com o desprezo; a falta de respeito com a violência; a desfaçatez com a estupidez; e o egoísmo com a iniquidade".

Azevedo para Serra: "nada de proposta, apenas "mensalão", kit gay...  e kit gay...
Nunca escrevi sobre o direitista Reinaldo Azevedo. Sempre o considerei, antes de tudo, um pulha, nada mais do que isto. Também nunca o levei a sério, apesar de considerá-lo perigoso se o Brasil estivesse, por exemplo, a reprisar a crise institucional e política nos anos pré 1964, que fomentou as ações golpistas para que os militares e também os empresários conquistassem o poder sem passarem, todavia, pelo crivo de uma eleição direta garantida pelas leis constitucionais de um estado democrático de direito.

Reinaldo Azevedo sabe disso e mesmo assim finge não saber, tergiversa, porque para tal jornalista o que vale são os fins e não os meios praticados por quem ele apoia para chegar ao poder, de forma que sua volúpia ou ferocidade verbal se confunde com seu próprio pensamento político e sociológico, pois que, na prática, defende um estado patrimonialista, que atenda os interesses das classes dominantes, porém, pequeno, enxuto, o que propicia a submissão do estado aos ditames da iniciativa privada, que necessita dos impostos pagos pelo contribuinte brasileiro como os seres vivos precisam de oxigênio em forma de empréstimos e financiamentos, que garantem ao empresariado ter recursos para efetivar seus empreendimentos e, consequentemente, concretizar seus negócios.

Eu sou a favor dos empreendedores, pois eles criam empregos e desenvolvem o País. Entretanto, a economia não pode e não deve se ater apenas a números e índices, porque tem de, antes de tudo, servir ao ser humano como fonte de seu desenvolvimento social em uma existência de bem-estar, pois que os entes vivos morrem e por isso devem receber do estado as condições para que vivam uma vida plena e, por conseguinte, ter a consciência de que as gerações futuras, os seus descendentes também precisam viver em um País para todos e não apenas para alguns privilegiados, como quer o jornalista da Veja — a revista porcaria associada a bicheiro preso — Reinaldo Azevedo.

Serra quer acertar o Haddad e Lula, mas vai fuzilar sua própria campanha política.
Um dos pitbulls da Veja, semanário também conhecido como a última flor do fáscio, transformou-se em principal conselheiro ("informal") do candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, o tucano José Serra, o “pai” da baixaria política, o protagonista da campanha presidencial de 2010, a mais infamante que eu tive a infelicidade e o desprazer de testemunhar em toda a minha vida. Juntaram-se a fome com a vontade de comer; o ódio com o desprezo; a falta de respeito com a violência; a desfaçatez com a estupidez; e o egoísmo com a iniquidade.

Serra há muito tempo age como um reacionário de origem e desprestigiou o publicitário Luiz Gonzalez, responsável pelo comando das ações de marketing político, bem como enfraqueceu o Edson Aparecido (PSDB/SP), coordenador de sua campanha. Os dois contestaram a opção do candidato tucano em dar ênfase a questões sexuais de conotações homofóbicas, além de incluir temas religiosos, em um procedimento que repete o que ele fez nas eleições para presidente em 2010. Serra não tem jeito, porque político sem proposta, programa de governo e que há muito tempo chutou para escanteio a ética e o respeito à diversidade humana, cultural, racial e social. É nisto que o PSDB se transformou, principalmente o paulista, com alguns nichos reacionários no Paraná do senador papagaio da imprensa golpista no Congresso, o tucano Álvaro Dias.

Reinaldo Azevedo tomou a vez e a hora e repercute sem noção de dolo ou ofensa as ferinas palavras do religioso evangélico ultraconservador, Silas Malafaia, que, ardorosamente, ataca os homossexuais, o candidato do PT à prefeitura paulistana, Fernando Haddad, a ter como arma o “kit gay”, material educacional formulado no Ministério da Educação (MEC) quando Haddad era ministro. O kit tinha o propósito de combater a homofobia (preconceito e violência) nas escolas públicas e era o resultado de um convênio entre o MEC, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a ONG Comunicação em Sexualidade (Ecos).

Malafaia é Serra e leva as sombras da extrema direita à campanha e ao eleitor.
Ao saber do material do MEC sobre o assunto, a direita brasileira, à frente o candidato José Serra e religiosos do conservadorismo de Silas Malafaia, apelidou o material de kit gay e começou a fazer campanha digna dos fascistas dos tempos de Benito Mussolini, Francisco Franco e Antônio Salazar. O Governo Lula,  em geral, e a candidata Dilma Rousseff e o ministro Fernando Haddad, em particular, tiveram que “comer um dobrado”, porque a campanha serrista não propunha soluções e melhorias para o Brasil, pois se dedicava, exclusivamente, a atacar da maneira mais ignominiosa, difamatória e injuriosa possível a candidata trabalhista do campo da esquerda.

Só que tem uma coisa: Serra assumiu nesta semana que também lançou um kit gay quando governou São Paulo. E, como é de seu caráter e de sua índole, tergiversou, dissimulou, irritou-se e somente assumiu tal fato porque essa realidade foi divulgada na imprensa e nas redes sociais. O guarda-chuva do tucano neoliberal que vendeu o patrimônio do Brasil juntamente com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso — o Neoliberal — é furado, e em todos os sentidos. Serra não tem jeito e ao verificar que as pesquisas dão 11 pontos percentuais a mais para o petista Fernando Haddad, decidiu mais uma vez apelar para a baixaria e novamente se juntar à extrema direita, a ter como bate-paus os senhores Reinaldo Azevedo, a cara da mídia conservadora; e Silas Malafaia, a cara das igrejas radicais, que fazem da intolerância e do medo uma fórmula para conquistar e se manter no poder terreno, porque o poder de Deus, de acordo com a Bíblia, é outra coisa, que talvez um dia o Malafaia, o Azevedo e o Serra possam compreender e explicar... Seus atos.

Ora, o tempo passa, e José Serra, o “pai” da baixaria política, o “engenheiro” de campanhas negativas, ouve Malafaia e o mezzo facista da Veja a revista porcaria —, Reinaldo Azevedo. O escriba defensor das minorias ricas e brancas, obrigadas a viver em um País dominado por petistas que resolveram distribuir renda e riqueza, sem, no entanto, impedir que os ricos continuassem ricos e que os barões da imprensa golpista de negócios privados achincalhassem e até mesmo linchassem autoridades políticas e funcionários públicos sem reprimi-los e censurá-los.

É dessa forma que a banda toca por esses pagos. Os ricos, os milionários e os seus empregados de luxo, como tal o é e se orgulha de sê-lo o Reinaldo Azevedo, choram de barriga cheia e reclamam não do lucro, do dinheiro que recebem por intermédio do crescimento econômico e financeiro do povo brasileiro, como aconteceu e acontece nas eras Lula e Dilma. Essa direita cruel, racista, colonizada, com imenso complexo de vira-lata chora lágrimas de crocodilo e por apenas três motivos: ela quer novamente o País somente para sua casta, o estado a seu serviço e dispor, e os privilégios conquistados por meio de sua riqueza e da exploração de seus empregados intactos, inclusive com direito a sonegar impostos, remeter lucros ilegais para o exterior, além de, se possível, voltar a lucrar com os impostos mais cruéis cobrados durante décadas do povo brasileiro: a inflação e os juros altos.

Dilma a Haddad: "se prepare para a baixaria que fizeram contra mim em 2010.
Reinaldo Azevedo se traduziu na cara da direita. Ele, diariamente, mostra seus dentes de tubarão, mas é peixe pequeno. Peixe de luxo, mas de ideias curtas, diminutas como as de seu chefe, o ítalo-americano Roberto Civita, o dono da revista porcaria. Serra o ouve... E vai dar com os burros na água. Quem ouve Reinaldo Azevedo e seu aliado de campanha tucana, Silas Malafaia, é porque não tem propostas. Mais do que isto: não tem e não quer ter propostas para o povo paulistano, bem como para o brasileiro, afinal o Serra foi candidato a presidente duas vezes. Reinaldo Azevedo sabe do seu papel na imprensa. O problema é que tem muita gente da imprensa, inclusive a de esquerda, que dá muita importância a tal jornalista. Importância que ele não tem.

Para se enforcar alguém, precisa-se de corda. Reinaldo Azevedo é a corda do José Serra; e o Silas Malafaia seu cadafalso. É isso aí.

Artigo publicado no Brasil 24/7

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/83505/Reinaldo-e-Malafaia-a-corda-da-forca-e-o-cadafalso-de-Serra-Reinaldo-Malafaia-corda-forca-cadafalso-Serra.htm

11 comentários:

Mônica Dias disse...

Davis, mais uma vez você acertou na mosca. Parabéns e obrigado por você escrever. Abraços!!!

Henrique disse...

O conluio malafóbico, ops, malafaia/Sr Enganador da Atômica Bolinha de Papel é a perfeita e contundente inclinação para a intolerância.

Este é o tipo de rebanho do Sr Enganador.

eca disse...

Edson voce esqueceu de citar que em 2009 ele comprou um aväo de valor um pouco superior à 12 milhäes. Ele mora num apartamento de luxo na Barra da Tjuca e antes de ser pastor da igreja Assembléia de Deus ele era pastor da igreja Universal. Ele teve como professor o Edir Macedo, precisamos dizer mais nada.
Citar


edson tadeu santos disse...

o silas malafaia estar cavando a sua propria sepulturam os fieis nao serao fieis a ele, porque ja entendem quanto ele é perigoso, foi para os palanques mentir em nome de serra, isso foi o fim dele. Depois o video que temos ai ele pedindo aos fieis para doar a igreja um aluguel ou uma prestaçao da casa propria ja dar pra se ver que tipo de homem ele é. Nada aqui contra o dizimo porque de certa forma a igreja tambem tem despesas de agua e luz mais nao precisa ser o que ele anda pedindo aos fieis, se as pessoas dessem 1 real a cada culto ja era de bom tamanho, Agora alem dos fieis bancar a igreja, ainda tem que bancar a mordomia do sr silas, va la ver qual o carrao dele. se nao troca de carro frequentemente, va la ver onde ele mora duvido que ele more na periferia ou num bairro pobre. com certeza desfruta dos melhores lugares nas costas dos bestas. JESUS CRISTO ESTEVE NA TERRA NUNCA PEDIU UM VITEM A QUEM QUER QUE SEJA.

Anônimo disse...

Sabemos alguns de nós, os mais realistas, pelo menos, que para o Malafrário, ou Malafóbico, templo é dinheiro (e nada mais). Tenho a leve impressão de que este pastor de ovelhas idiotas é, no mínimo, mal resolvido sexualmente, para não ir mais além, afinal , comprovado psicanaliticamente está que antipatias violentas traem ou evidenciam afinidades secretas, "marrelógico". Não existe ódio gratuito e até "quem desdenha quer comprar". O mesmo diria deste Azedo (Azevedo), sem esquecer do perigo que é a "última flor do fáscio" (genial a sua sacada), esta porcaria de revista que tem muito de Mal Olhado e nada de Veja.

Este "ménage à trois", do (im)pastor_impostor, na verdade_com a Serra Azeda, desculpe, com o Serra e o Azevedo, provoca-me náuseas. Quanta escrotidão, Dio mio!!! Cruzes!!!

Mais não digito para não ser agressivo e/ou deselegante.

Seu post, pra variar, é irretocável e digno de aplausos!!!

Abraço
Marcos Lúcio

Oscar M. Tibúrcio disse...

Essa turminha agitada, serra, malafeia e reinaldo azedo é o lixo do lixo! Todos três são fezes em forma de gente! Não demora muito,estarão onde merecem: no esgoto!

Raul Longo disse...

Davis:

Parabéns pelo geral e pelo Reginaldo Azevedo em particular. Muito bom!

Anônimo disse...

Boa tarde Davis,é o Cunha. A primeira foto me faz lembrar do quadro Doutor Rossete e Professor Logulo, de Chico Anísio.Homens sérios, cultos...
Falando sério: que foto nojenta!
Acabei de ver no Conversa Afiada o careca da Veja conversando com o protetor de Daniel Dantas, o Gilmar Mendes. Outra coisa terrível. Parece encontro de festa a fantasia, sendo o tema "O inferno de nossa mídia".

blog do Gilson L.Dias disse...

DAVI SENA DÁ PENA DOS SEUS COMENTÁRIOS DEFENDENDO A TURMA DO MENSALÃO,VEJA SÓ ,VOCÊ ESCREVEU O ARTIGO ACIMA EM 16/10/12 E APENAS OITO DE SEUS LEITORES COMENTARAM,SERÁ PORQUE? COM TODO O RESPEITO A VOCÊ E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO DO NOSSO BRASIL,FICO AQUI A ME PERGUNTAR PORQUE SERTOS BLOGUEIROS ESCREVE TANTAS ASNEIRAS PARA TENTAR INCUTIR AS SUAS OPINIOES EM SEUS LEITORES? ENQUANTO DEVERIAM PRIMAR PELA ÉTICA EM CONCLAMAR AOS LEITORES PARA PENSSAREM E REFLETIR SOBRE UM DETERMINADO TEMA,NÃO ESTOU DEFENDENDO O MALAFAIA MAIS COCLAMAR OS SEUS OUVINTES PARA CRITICAR,DUVIDAR E DECIDIR DIANTE DAQUILO QUE ELE ESTÁ FALANDO,SE TODOS OS BLOGUEIROS FIZESSE ISSO,OS COMENTÁRIOS SERIAM MESMO SE FOSSE SÓ OITO SERIAM MAIS SENSATOS,POIS SERIAM PARA O BEM COMUM E NÃO PARA UMA TURMA TENTAR PERPETUAR NO PODER EM DETRIMENTO DE MILHARES,JÁ IMAGINOU QUANTAS PESSOS FORAM MORTAS DEVIDO O DESVIO DOS MILHOES PELA TURMA DO MENSALÃO?
POR TANTO EU COMO CIDADÃO FICO AQUI TORCENDO PARA QUE TODOS QUE QUEREM INFLUENCIAR QUE FIZESSE DE FORMA ETICA,LEVANDO AS PESSOAS A PENSAREM E NÃO TENTAR FAZÉ-DE MASSA DE MANOBRA.UM ABRAÇO.

ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA POVO NÃO SOMOS BOBOS DA CORTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Toni Gumauskas disse...

O cara aí do comentário acima é blogueiro mesmo??
Talvez ele não saiba, mas comentar utilizando somente LETRAS MAIÚSCULAS, é o mesmo que comentar GRITANDO.
Sobre o número de comentários ou o tamanho do blog, além de infeliz, o comentário se mostra preconceituoso.
Para quem tem blog, as dificuldades em divulgá-lo são imensas.
Especialmente quando não se conta com estruturas como as da Abril, do UOL,do Terra,do G1 ou do R7.
Não julgarei a opinião dele, como ele fez com o autor do post.
Não considero certo julgar opiniões.
Porém uma observação deve ser feita.
Quem deseja ter credibilidade ao escrever, precisa tomar cuidado com palavras escritas de maneira errada.
Para um comentário pequeno, a quantidade de erros no uso da língua portuguesa é de assustar.

SERTOS BLOGUEIROS - em lugar de CERTOS blogueiros
PENSSAREM - em lugar de PENSAREM
COCLAMAR - em lugar de CONCLAMAR
SE TODOS OS BLOGUEIROS FIZESSE - em lugar de FIZESSEM
QUANTAS PESSOS - em lugar de quantas PESSOAS
POR TANTO EU COMO CIDADÃO - em lugar de PORTANTO
FAZÉ-DE MASSA DE MANOBRA - em lugar de FAZER DE

Devo cumprimentar o autor do blog pela postagem e por aprovar comentários contendo críticas.
Nem todo blogueiro tem tanta coragem e senso democrático.

Davis Sena Filho disse...

Obrigado, Toni. E finalizo seu precioso comentário: a sensatez não acontece para todos.