Google+ Badge

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Racistas agridem nordestinos no twitter por votarem em Haddad


     Esses fatos são "normais" para os eleitores do PSDB/DEM, principalmente os paulistas e paulistanos, bem como "normais" para os leitores e telespectadores do sistema midiático privado, a exemplo das TVs Globo, Bandeirantes,  Globo News, além dos periódicos O Globo, Época, Veja, Estadão, Folha de S. Paulo, Zero Hora, Estado de Minas, A Tarde, IstoÉ  e Correio Braziliense, somente para ficar nesses, que são os disseminadores de racismo, preconceitos mil, sectarismo, elitismo, conservadorismo sempre a ter como objetivo suas prioridades e a permanência e perpetuação de seus privilégios de classe social. Nas eleições de Serra, Alckmin e Kassab, os racistas que os elegeram agiram de tal modo.
     E tem gente ainda que se recusa a enxergar o que está a ser esfregado em sua cara. Fazer o quê, não? Esses tuíters acontecem sempre, muito, pricipalmente em São Paulo fascistóide, que sempre foi assim, e, ao que parece, sempre o será, ainda mais em tempos de eleições. A elite e grande parte da classe média de São Paulo e brasileira são selvagens, apesar de muitos carregarem o titulo de "doutor" e frequentar lugares próprios às suas "divinas" personalidades, com ares de superioridade e de pseuda granfinagem. Não dou a mínima para essa gente, porque não respeito fascínoras de sentimentos, condutas, gestos e palavras — idiotas e covardes. (Davis Sena Filho)

Blog da Cidadania
Por Eduardo Guimarães

De sábado para domingo, repetiu-se fenômeno que se viu em 2010 na rede social Twitter. Uma horda de paulistanos jovens passou a veicular mensagens racistas insultando nordestinos por votarem no candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.
Na imagem acima, o leitor pode ver uma dessas mensagens. Logo abaixo do texto, dá para ver que foi repassada por incríveis 85 outras pessoas.
O fenômeno é escandaloso e recorrente em São Paulo. O preconceito contra nordestinos é extremamente forte nos bairros ricos da cidade. E não é exatamente um preconceito regional, um tipo de xenofobia, mas preconceito racial puro.
Os paulistanos das classes mais abastadas chamam negros e pardos de “baianos”. Se for loirinho, branquinho, pode até ter sotaque nordestino que é aceito. O preconceito da elite de São Paulo é racial mesmo, dirigido a quem tenha traços de negro. É negro, é “baiano”.
Como todo preconceituoso é também um covarde, a jovem que publicou  no Twitter a mensagem supra reproduzida apagou seu perfil naquela rede social logo após começarem a denunciá-la ao Ministério Público e à Safernet. Todavia, há muitos outros.
Essa é uma das razões pelas quais o voto no PT é muito importante sobretudo aqui em São Paulo. Esses racistas são eleitores declarados de José Serra. Em toda eleição na qual ele está envolvido, quando as coisas não vão bem para ele começam a culpar “nordestinos”.
Aliás, vale dizer que essa gente não se limita a insultos racistas na internet. De 2010 para cá, casos de agressões a nordestinos na internet e até em plena rua vêm se sucedendo.
O ódio que Serra espalha para tentar vencer eleições aumenta a intolerância religiosa, sexual, racial e política. Por isso, você, paulistano, neste domingo de eleição, reflita: é preciso derrotar o PSDB nas urnas para livrar a política dessa infecção moral.
Neste domingo, portanto, eu, minha mulher, meu filho e minhas filhas votaremos em Fernando Haddad por uma São Paulo sã, liberta do preconceito, do ódio, da mesquinharia e da insensibilidade que José Serra representa e estimula.

2 comentários:

HUGO CEZAR PEREIRA B disse...

O verdadeiro cidadão é profundamente respeitoso, porque refinou o seu espírito e transcendeu as heranças atávicas e anímicas dos tempos pré-históricos. O ódio é que é a realidade no âmago das pessoas e eleger nordestinos, gays,torcedores de futebol é apenas uma forma de se revelar o seu mal estar no mundo. Não acredito que são capazes de fazer a transferência, embora o outro lado - alvo das ofensas - se também tiver bem vivas as marcas das incapacidades - certamente se desviará do seu caminho para discutir com as moscas das feiras. Infelizmente, a realidade é assim !! Viemos dos tempos das cavernas e aprendemos o caminho da luz com aqueles que estão na frente com exemplos nobilitantes. A deputada federal Benedita da Silva - honrando da tribuna da Câmara Federal o seu velho pai - pelos seus 105 anos de existência. Prefiro o seu exemplo - Senhora Benedita da Silva !! O seu amor nos contagia e nos inspira nessa caminhada. Também - sou filiado ao PT e é uma honra dizer que sou companheiro!


Carlos Roberto disse...

Senhores sou paulistano sim filho de nordestinos sim e tenho orgulho de ser brasileiro, amo minha cidade meu Estado, sou um apaixonado pelo Nordeste. É uma vergonha para todos ler expressões agressivas destes cidadãos que são análogos aos neonazistas. Interessante notar que estes das classes mais abastadas estão intrinsecamente ligados ao José Vader Cerra, esse também comprovadamente odeia nordestinos!