Google+ Badge

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Moro prenderá Lula, que não roubou e revolucionou o País. Juiz terá de prender tucanos porque ninguém é idiota

Por Davis Sena Filho -- Palavra Livre


Enfim a Lava Jato do Moro está a chegar ao seu fim, mesmo se continuar com sua pantomima e o seu show midiático e partidário após a prisão de Lula, que não roubou. Os delegados aecistas da PF, os procuradores obsessivos somente pelo PT, mas jamais pelo PSDB e os juízes do STF, que permitiram a efetivação de um golpe de direita, violento e bananeiro no Brasil, após 30 anos de democracia, terão também de prender os demotucanos, que são filiados à tríade PSDB, DEM e PPS, porque os direitos e os deveres são para todos os cidadãos, que, conforme a Constituição, são considerados iguais perante a Lei.

Contudo, existe uma parte imensa do povo brasileiro que foi aviltada e desrespeitada em seus direitos civis, como, por exemplo, o eleitorado que depositou 54,5 milhões de votos para Dilma Rousseff, que foram simplesmente ignorados e invalidados por um Judiciário que tomou o lugar da oposição de direita aos governos trabalhistas do PT, porque aliado e cúmplice dela no golpe de estado travestido, hipocritamente, de legal e legítimo.

Por sua vez, evidente se torna a conduta e a postura do MPF do Paraná, parceiro da Vara do Moro, a ter ainda os delegados de tal província como servidores públicos dedicadíssimos a combater a corrupção, mas somente se for os malfeitos do PT ou de autoridades e empresários que participaram do governo petista, bem como prestaram serviços, principalmente os relativos à construção civil, até porque os presidentes Lula e Dilma transformaram o Brasil no maior canteiro de obras do planeta, que cooperou para que o País crescesse economicamente, além de revitalizar sua infraestrutura em todos os segmentos e setores, abaixo exemplificados:

Pré-Sal, hidrelétricas, rodovias, ferrovias, portos, aeroportos, transposição de rios, metrô, BRT, VLT, estádios e, principalmente, imóveis, porque o programa Minha Casa, Minha Vida contratou 3,4 milhões de casas e apartamentos em todo o País, assim como foram entregues 1,7 milhão de unidades residenciais, a beneficiar 6,8 milhões de cidadãos brasileiros, sem esquecer os inúmeros programas de inclusão e participação social, a exemplo do Luz para Todos, Agricultura Familiar, Valorização e criação de cooperativas de trabalhadores como os catadores de latas, Fies, Sisu, ProUni, Enem, Pronatec e Ciência sem Fronteiras.

Ainda cito o Mais Médicos, Inclusão Social Digital, Samu e o premiado internacionalmente e imitado em vários países, o Programa Bolsa Família, dentre muitos outros programas e ferramentas de fiscalização e informação, como o Portal da Transparência do Governo Federal administrado pelo PT, de onde, inclusive, essa imprensa golpista e corrupta retira muitas informações para depois distorcê-las e manipulá-las com o propósito de atacar os governos trabalhistas, que criaram o Portal. Surreal, mas é verdade. O PSDB somente agora criou um portal similar e mequetrefe em São Paulo. Quem vende patrimônio público não quer portal. É a cara e a marca dos tucanos...

Quero ressaltar e lembrar que Lula tem uma origem muito pobre, foi criado pela mãe com vários irmãos e, certamente, por causa das dificuldades e sofrimentos da vida sempre teve a preocupação quando presidente de cuidar das mulheres. O Bolsa Família, torna-se salutar informar aos trogloditas de direita e de plantão, é um programa que revolucionou silenciosamente a sociedade, a atingir as famílias mais pobres, porque permitiu o empoderamento das mulheres de baixa renda ou sem renda, permitiu que as crianças e adolescentes parassem de trabalhar ou de ficar nas ruas à mercê do crime, das drogas e da violência, bem como obrigadas a frequentar a escola, uma contrapartida impositiva para que as famílias recebam o benefício.

Por seu turno, o programa não se resume apenas a essas importantes questões já exemplificadas. O Bolsa Família, nas mãos das mulheres pobres e mães de famílias carentes fez a economia girar. Os micro e pequenos empresários de cidadezinhas do interior do Norte e Nordeste, do Sul e Sudeste, além do Centro-Oeste passaram a ter milhões de novos clientes que mal consumiam por não terem renda. O fiado praticamente acabou, além de os bancos públicos ficarem mais fortes, porque mediante o Bolsa Família os titulares dos benefícios se transformaram em correntistas, a serem detentores de cartões magnéticos, o que gera satisfação e orgulho propiciado pelo direito à cidadania.

O comércio varejista se fortaleceu porque aumentou o número de clientes com renda, assim como o atacado passou a vender mais, realidades que acarretaram o aquecimento da economia, a dar mais segurança ao comerciante para investir e aumentar suas vendas. Comércio forte é sinal de criação de empregos, o que de fato aconteceu, porque foram criados no período petista cerca de 20 milhões de empregos, o que cooperou também para que o Brasil, dentre muitos outros fatores da economia, fortalecesse seu mercado interno e não sofresse tanto com a crise internacional no idos entre 2008, ano da crise, e 2012. A maioria das pessoas na faz ideia de o quanto causou inconformismo e ódio à burguesia ter de ver os despossuídos, os abandonados pelo Estado ter uma conta no banco e o dinheiro na mão para comprar o que quiser e livre da intervenção do coronel dono da casa grande, principalmente no Brasil profundo.

Não é à toa que o Bolsa Família enquanto era premiado e reconhecido em âmbito mundial, aqui, na Terra Brasilis, os escravagistas da casa grande e seus ferozes coxinhas fascistas das cidades médias e grandes, com cérebros do tamanho de camarões e pensamentos reacionários tratavam de desqualificá-lo, desconstruí-lo e a chamá-lo de "Bolsa-Esmola" ou "Bolsa-Vagabundo". Sem comentários... Não se deve perder tempo com ignorantes e perversos de almas pequenas. Seria como se rebaixar ao nível deles. O nível da altura da barriga de uma víbora ou serpente.

E gente medíocre, destrutiva e claramente conservadora a estrilar com o apoio da pior e mais perversa imprensa do mundo e controlada por meia dúzia de sacripantas que tratam o Brasil, industrializado e a sétima economia do mundo, como se fosse o quintal da casa deles. Realmente é o fim da picada e lamentável ter de conviver com esses jagunços da plutocracia, que desejam um País VIP e com as riquezas apenas a servir-lhes por meio da servidão dos trabalhadores brasileiros.

Todo esse trabalho organizado e efetivado por mandatários progressistas e desenvolvimentistas incomoda e causa ódio e inveja (aconteceu com Getúlio e Jango), porque os números e índices, no que tange à economia e às finanças são gigantescos e, evidentemente, pessoas de má-fé das esferas públicas e privadas se aproveitaram para ganhar dinheiro, a corromper e serem corrompidas, inclusive, servidores e executivos do governo, que, no decorrer do tempo, cederam às tentações e começaram a fazer negócios ilegais, a partir do fim da década de 1980, principalmente no que é relativo à Petrobras e a alguns diretores, servidores públicos concursados, que se encontram presos em Curitiba, a delatar todos os partidos, sendo que somente os tucanos do PSDB, do PPS e do DEM ainda não foram presos. Por que será? Com a resposta o juiz Sérgio Moro e os procuradores Deltan Dallagnol e Carlos Fernando.

Quero ressaltar que meu desejo é que todo corrupto seja punido e preso, porque o dinheiro público é sagrado, como o é também o salário dos trabalhadores. Porém, o que se percebe é que não se pode prender uma pessoa que não roubou, que é o caso de Lula, que, certamente, responderá pelo "domínio do fato", como fizeram, inacreditavelmente e covardemente, com José Dirceu, que está preso muito mais por seu encarceramento ser emblemático e simbólico, por causa de sua formidável biografia política do que propriamente de o político de esquerda, que combateu a ditadura, ter roubado, fato que também não aconteceu pois jamais comprovado.

Dirceu está preso por ser Dirceu, a ser uma cobaia do domínio do fato, o que poderá acontecer com Lula, que é um político muito maior do que o esquerdista preso sem provas e que, em oitiva com o juiz Moro, o herói dos coxinhas e da burguesia golpistas, colocou o juiz do PSDB do Paraná em uma sinuca de bico, como mostrou vídeo que viralizou na internet. Moro é um tecnocrata do direito, desprovido de sensibilidade, pois se a tivesse não frequentaria os eventos de gente do PSDB ou que apoia os demotucanos, a tirar fotos e a se deixar ser filmado, o que é grave erro, porque tal magistrado de província é diretamente ligado a prisões e condenações de políticos que tem como adversários ou inimigos exatamente os políticos do PSDB.

Prender Dirceu para a direita é, na verdade, um álibi para que juízes arbitrários, que cometem desatinos ilegais com propósitos políticos e, portanto, criminosos, a exemplo dos episódios, dentre muitas outras ocorrências, do vazamento do áudio de Lula e Dilma, que levou uma malta de coxinhas histéricos a cercar o Palácio do Planalto, bem como tentar invadi-lo, volto a comentar, porque é inesquecível a imagem dessa gente irresponsável, que apoiou mais um golpe no Brasil, com a participação criminosa do juiz Moro nesse episódio, que, na verdade, trata-se de um crime para impedir Lula de assumir a Casa Civil. Um crime cujo autor é um juiz, acusado de ser seletivo e partidário por setores importantes da sociedade brasileira.  

Alguém poderia dizer: qual é o problema? "A vida social do Moro não tem nada a ver com sua atividade". Só que tem problema, sim. E muito. Não basta a mulher de César ser honesta. Ela tem de também parecer honesta. Além disso, o juiz Moro é ligado, sim, ao PSDB, porque tem relações sociais há anos com gente desse partido entreguista e que vendeu o Brasil sem dó e piedade. Fora isso, até as pedras sabem disso, familiares e gente muito próxima do juiz de primeira instância que "Faz Diferença" para os irmãos Marinho, uma família midiática golpista dos quatro costados, até porque está aí a história do Brasil para comprovar, são ligadas ao PSDB. Seu pai é fundador do partido em Maringá.

A verdade é a seguinte: tucano no Brasil não é preso. E por quê? Respondo: Porque são I-NIM-PU-TÁ-VEIS! Resposta simples e sem qualquer complexidade ou invencionice. Está claro como água corrente e límpida de riacho que neste País existe uma casta privilegiada, não somente no que é referente a ter dinheiro e patrimônio, mas também no que concerne a privilégios provenientes da Justiça ou do sistema judiciário.

Não é possível mais no Brasil tolerar juiz, delegado e procurador que se comportam como coxinhas partidários, pagos a peso de ouro pelo contribuinte brasileiro, que é seu patrão, a escolher lado e, consequentemente, chamar todo mundo de idiota, como se não percebesse o que acontece, para o azar e vergonha do Brasil, que tem criminosos, que assaltaram o patrimônio público, roubaram um monte de dinheiro e estão soltos, lépidos e fagueiros, a, inclusive, chamar seus adversários, no caso os do PT, de corruptos e ladrões, sendo que os políticos do PSDB, do DEM e do PPS estão com seus armários e guarda-roupas abarrotados de esqueletos.

Aturar cinismo e hipocrisia desses cretinos com a conveniência e cumplicidade do sistema judiciário não dá mais para aguentar pelos simples fato, reitero, que ninguém é idiota e muito menos ingênuo. Converso com as pessoas em bares, restaurantes, shoppings, faculdades, no trabalho e, quando posso e tenho tempo, sempre vou aos movimentos de rua e as pessoas se mostram decepcionadas com a Justiça e seus membros, que são chamados de seletivos e golpistas. É a mais pura verdade. E por que o cidadão está a não acreditar em juízes e procuradores? Simples. Porque esses agentes públicos escolheram lado, partido, têm ideologia, são geralmente de direita e estão realmente envolvidos, conforme a posição de cada um no sistema, com o golpe bananeiro, usurpador e criminoso contra os 54,5 milhões de eleitores de Dilma Rousseff.

Há uma clara percepção também que Lula está a ser covardemente e desumanamente perseguido por uma mídia de empresários cafajestes, por delegados, juízes e procuradores seletivos, que em dado momento resolveram governar no lugar de quem foi legitimamente eleito pelo voto constitucional e soberano do povo, além de permitir que um aventureiro e golpista, vulgo michel temer (o nome do traidor é sempre escrito em minúsculo por se tratar de um pigmeu moral, político e citadino) usurpasse o poder para logo começar a tirar dos mais pobres os benefícios e conquistas dos últimos 12 anos, além de promover perseguições dignas dos tempos da ditadura civil-militar.
  
Trata-se de um autêntico trapalhão e incompetente, mas tão mau quanto o Pica-Pau do desenho animado. Tal presidente interino e ilegítimo cairá de podre, porque chefe de um ministério repleto de corruptos, cuja maioria responde a processos ou são réus na Justiça. temer também consta na Lava Jato, bem com em outros escândalos, como irá mostrar e provar, posteriormente, a caixa de Pandora da corrupção, que ainda não foi totalmente aberta por culpa de juízes, procuradores e delegados. temer, envolvido com corrupções, derrubou uma mandatária que nunca roubou. É inacreditável, porque com a cumplicidade do STF e de parcela da população coxinha, que agora está quieta e sem fazer alarde nas ruas, porque percebeu que fez uma grande cagada. Mais uma, por sinal, em termos históricos.

Servidores públicos que se recusam a evidenciar os nomes dos demotucanos envolvidos há anos com todo tipo de corrupção. Um dia tal blindagem espúria, desrespeitosa e injusta para com a sociedade brasileira terá de desaparecer para que os tucanos do PSDB, do DEM e do PPS sejam, finalmente, julgados e, se for o caso, presos. A Justiça não tem dono. Juiz e procurador não são donos da Lei. Eles são seus escravos. Assim que tem de ser. A Lei é isonômica e, com efeito, para todos os cidadãos, independente de poder e classe social.

Lula é a bola da vez. Na verdade, o maior político do Brasil de todos os tempos e que dividiu renda e riqueza, a desagradar e a causar ódio à burguesia e à pequena burguesia coxinha sempre foi o alvo da Lava Jato. Prendê-lo é uma questão de sobrevivência para a direita deste País, uma das mais ricas, cruéis e ferozes do mundo, que segrega e mata negros, índios e pobres. A direita racista, misógina e homofóbica. A direita divisionista, separatista e por causa disto criadora da sociedade em castas, para ter mais dinheiro e poder sobre a maioria que ela explora. A direita hipocritamente religiosa, materialista, porque sua fé se resume aos seus sonhos de consumo e ao orgulho e vaidade propiciados pelo status conquistado. A direita concentradora de renda e riqueza, que, em nome do patrimônio, torna-se, irremediavelmente, sectária, egoísta e violenta.

Luiz Inácio Lula da Silva é o antagonismo desse jogral perverso, porque ele representa o cidadão que ousou romper com o que o establishment determina por meio do sistema de castas, que diferencia as classes sociais com o propósito de privilegiar os ricos e muito ricos. Um sistema piramidal que manipula as pessoas através de suas mídias, que dissimulam e disfarçam o quão é draconiano o sistema de capitais, porque baseado na servidão disfarçada do trabalho pago com salários baixos, que mantêm eternamente o proletariado e os autônomos em uma condição de servidão.

Trata-se do status quo controlado pela plutocracia e que somente aceita pessoas vindas de baixo se elas se permitirem cooptar. São os casos dos empresários novos ricos, atletas, artistas e profissionais liberais que alcançaram o "sucesso", sempre entre aspas porque o “sucesso” é intangível e, mesmo se a pessoa se estabilizar financeiramente, não significa que o tal do “sucesso” a acompanhará para o resto de sua vida. Como disse certa vez o sábio imperador romano, Marco Aurélio: "Logo tu esquecerás; logo te esquecerão". Perfeito. O imperador compreendeu que a vida é curta e passageira, bem como somos, por causa de nossa frágil e errática condição humana, dignos de compaixão, quando, não, de pena.

Lula não se deixou cooptar, mas, sobretudo, o líder de grandeza histórica e popular provou que um filho do povo e da classe operária pode e deve assumir grandes responsabilidades e ocupar importantes cargos, a exercitar o poder multifacetado em inúmeras funções de ordens complexas e mesmo assim realizar um governo extremamente prático, distributivista, desenvolvimentista e profundamente democrático.

Administração trabalhista, reconhecida internacionalmente e também pelo povo brasileiro, a exceção dos coxinhas de classe média, cujas burrices e arrogâncias não têm jeito, mas que saíram de seus casulos repletos de ódios e rancores para esbravejar nas ruas todo tipo de preconceito e intolerância, porque acreditam, equivocadamente e ridiculamente, que perderam com a ascensão social dos pobres. Pobres de espírito e despolitizados os coxinhas fascistoides -- paneleiros de barrigas cheias e almas vazias.  

Agora, vamos à pergunta que não quer se calar: quem investiga, pune e prende juízes, procuradores e delegados que cometem injustiças para intervir, inadvertidamente, no processo político brasileiro? Com a resposta o STF, que, obviamente, se restringirá a se acumpliciar com a prisão de Lula, que é a cereja do golpe de estado bananeiro e terceiro-mundista, que teve por objetivo livrar ladrões da cadeia e tirar o poder do PT na mão grande, a tomar de assalto a Presidência da República, como fazem os ladrões de bancos, de lojas, de residências e de pedestres.

Teori Zavascki, juiz do STF, devolveu os inquéritos sobre o Lula para a Vara do Moro. A desmoralização dos caciques do PMDB, que, certamente, sujará o ilegítimo e golpista michel temer (nunca vi político menor, pois de uma mediocridade atroz), tem também por finalidade “preparar” a população para a hipotética prisão e amenizar a comoção popular que aconteceria com a prisão de Lula, como ficou evidente quando raptaram o ex-presidente de sua casa para levá-lo para o aeroporto de São Paulo para inquiri-lo, sendo que o líder trabalhista nunca se recusou a depor para prestar esclarecimentos. Pura arrogância e prepotência – abuso de poder.

A intenção era levá-lo para Curitiba e prendê-lo, mas não deu para cometer a arbitrariedade e a covardia praticada por políticos de direita travestidos de servidores públicos, que não conseguem prender tucanos, pois "Não vem ao caso", como gosta de dizer o juiz Moro quando indagado sobre esta questão, a exemplo de outras, que podem ser retratadas nas Listas de Furnas, da Odebrecht, do Banestado do procurador Carlos Fernando, do Alberto Youssef, doleiro doméstico dos tucanos e de todas as empreiteiras que financiaram as campanhas do PSDB igualzinho às do PT. Assim não dá...

A Lava Jato pretende chegar a Lula pelo apartamento do Guarujá e o sítio de Atibaia, que comprovadamente não pertencem a Lula. Os procuradores e delegados também cismaram com os contêineres que estão na Granero, que guarda o acervo presidencial de Lula, que até hoje não sabe o que tem de fato e nem lugar apropriado para serem colocados, porque os objetos, presentes, honrarias e homenagens foram guardados por servidores que cuidam desse assunto. Não é o presidente que trata dessas questões menores, como ocorreu com todos os presidentes, sendo que nenhum deles foi investigado e desrespeitado desse jeito tão estúpido, completamente vil e cruel, que tem por propósito manchar a imagem de um homem que não roubou. Implicaram até com os objetos que Lula ganhou quando presidente.

A dificuldade da Lava Jato e dos varões de Plutarco do Paraná é exatamente provar que Lula incorreu em crimes ou se beneficiou de sua condição de presidente e ex-presidente. Não provarão. Eles sabem disso. Porém, por que não usar mais uma vez o "domínio do fato". Afinal, qualquer motivo é motivo e a intenção dessa gente, que é detestada por milhões de brasileiros por cometer covardias e agir de forma injusta e antirrepublicana é, doa a quem doer, além de o Brasil ter de pagar o preço que tiver de pagar, que o Lula tem de ser preso, porque o PT está proibido pela casa grande, aliada da plutocracia nacional e internacional de eleger presidentes trabalhistas e socialistas. Ponto.

Lula pode ser preso, mas quem prenderá juízes, procuradores e delegados que manipulam a Lei, criam suas verdades e distorcem as realidades? Quem prenderá os magnatas bilionários da imprensa de mercado? Quem prenderá os tucanos do PSDB, DEM e PPS? Quem prenderá todos aqueles que violam as regras do jogo democrático e rasgam a Constituição porque, autoritariamente, não aceitaram a quarta derrota eleitoral, e, consequentemente, optaram por derrubar do poder a presidenta Dilma Rousseff.

A verdade é que os governantes que deram mais autonomia para que servidores do Judiciário, que pensam que o Judiciário é deles, são os que mais estão a ser perseguidos e desrespeitados, porque os casuísmos perpetrados contra os presidentes Lula e Dilma só se tem notícia de coisa similar com o que aconteceu com Getúlio Vargas, que também queriam prendê-lo antes de o estadista se matar. Quem mandou Lula cuidar dos pobres e governar o País melhor que os doutores fracassados e incompetentes?


Agora paga o pato. Não o pato amarelão, corrupto e sonegador criminoso da Fiesp, que vive do dinheiro do sistema "S" capitaneado pelo Sebrae para sustentar sua sede suntuosa da Avenida Paulista. Lula está a pagar o pato por ser Lula, por ser nacionalista, por ser de esquerda, por não ter sido cooptado pelo establishment, por ter biografia, por ser o político mais internacional e respeitado da história do Brasil, por ter votos e ser admirado por dezenas de milhões de brasileiros. É isso aí.

Um comentário:

Jorge Marcelo disse...

Texto sem credibilidade alguma, visto que o autor é defensor do Dunga na seleção brasileira...kkk