Google+ Badge

terça-feira, 12 de junho de 2012

Ciro Gomes "deleta" José Serra e afirma que ele mandou algemar jornalista do "Estadão"

      Por Davis Sena Filho — Blog Palavra Livre
    
    Vejam o vídeo, de 25 de maio, transmitido pela Record News. O ex-ministro da Fazenda e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, em entrevista ao programa Brasil em Discussão, conta fatos sobre a personalidade e a conduta do candidato a presidente do PSDB  derrotado duas vezes, José Serra. 

    Ciro Gomes contou — dentre vários episódios protagonizados pelo tucano paulista — que ele deu ordem para algemar em um poste um jornalista/fotógrafo do jornal O Estado de S. Paulo, porque simplesmente a pergunta dele o irritou. 

     Como se sabe, Serra controla a imprensa paulista. E, se não fosse essa imprensa comercial, privada, golpista e corrupta, os tucanos daquele estado historicamente antitrabalhista já estariam mortos politicamente e, indubitavelmente, sepultados.

    A cidade de São Paulo, por exemplo, é a única capital brasileira que não há uma única rua com o nome do estadista e líder trabalhista, o gaúcho Getúlio Vargas. Por que será que isto acontece? A quem não saiba, respondo: Getúlio derrotou a contrarrevolução dos paulistas de 1932, que eles chamam, arrogantemente, de "Constitucionalista", quando na verdade queriam retroceder à política do Café com Leite da qual se beneficiaram, e muito, até o ano de 1930, com o fim da República Velha e a ascensão do revolucionário Getúlio Dornelles Vargas, responsável maior pela modernização do Brasil, bem como pela civilidade nas relações de trabalho.

      Os políticos paulistas de direita odeiam os trabalhistas, ao ponto de o principal personagem republicano de todos os tempos não ter seu nome em quaisquer praças, ruas ou logradouros do maior município do Brasil. Até hoje os paulistas bebem fel, ressentimento e rancor por causa da derrota do movimento de 1932, que, em vez de ser chamada de "Revolução" Constitucionalista, deveria ser chamada de Revolução dos Cartolas Ricos e Reacionários do Brasil e de São Paulo. Com o trabalhista Lula vai ser diferente. É isso aí.

        Vejam o vídeo do Ciro Gomes abaixo:




Um comentário:

Anônimo disse...

Mauro Pires de Amorim.
Esse é o conceito de Estado democrático de direitos da aliança PSDB-DEM!
Aos que não lhes agradarem, autocracia, ditadura, uso da máquina e poder público em causa própria e persecutória aos oponentes.
Não foi para posturas pusilânimes como essa, que todo o esforço para a restauração democrática foi feito durante os anos de ditadura, enquanto que, nessa mesma época, esses mesmos tucanos e democratas, frequentavam salões e gabinetes, seguindo seus convenientes interesses bajuladores, oportunistas e mercenários, em atitude digna de párias e traidores.
Felicidades e boas energias.