Google+ Badge

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Globo é o próprio golpe, pede a cabeça de políticos, mas "esquece" de pedir a sua e a do temer

Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


Certamente que O Globo até terminar o prazo para que o Senado julgue o golpe de estado travestido de legal e legítimo contra a presidente Dilma Rousseff pedirá a cabeça de muita gente do governo usurpador e golpista do traidor michel temer — vulgo Amigo da Onça —, quando seus asseclas caírem nas redes da corrupção por meio de gravações e vazamentos que derrubaram, por exemplo, o ministro golpista do Planejamento, Romero Jucá, e que agora causa desconforto ao ministro da "Transparência" (o nome entre aspas é um deboche), Fabiano Silveira, que também foi gravado a tecer comentários golpistas e a visar proteção contra as cadeias da Lava Jato.

A Controladoria Geral da União (CGU) virou o Ministério da "Transparência". O ministro golpista do Amigo da Onça Usurpador foi hoje impedido pelos servidores de entrar no seu recinto de trabalho. Tão "transparente" quanto e este ministério é o golpe bananeiro e violento de michel temer e de seus lobos, que comandam um governo pária e bastardo, porque, indubitavelmente, isolado diplomaticamente, além de duramente questionado pela imprensa tradicional dos países europeus, latino-americanos, africanos e pelos Brics. temer é golpista e como tal deve ser tratado.

Quero ressaltar ainda que michel temer é um cidadão completamente desleal e que faz da traição seu ofício, como Calabar, o Cabo Anselmo, o Joaquim Silvério dos Reis e o Fernando Henrique Cardoso, que entregou, impiedosamente e alienadamente, o Brasil à gringada esperta e malandra, sem me esquecer do Judas Iscariotes, um dos personagens mais nefastos e conhecidos da Bíblia Sagrada.

O Globo, com seus editoriais mequetrefes e manipuladores, deveria se preocupar em destituir o "presidente" golpista, que se transformou em um dos maiores traidores da Pátria de todos os tempos. Um vice-presidente de poucos votos mesmo a ser um político de São Paulo, o Estado mais populoso da Federação, que ascendeu ao poder da forma mais rasteira e violenta possível, a jogar na lixeira sua já medíocre biografia, que se resumiu praticamente a ser parlamentar não dos mais votados, além de nunca ter aprovado um projeto que beneficiasse o povo paulista e brasileiro de fato.

O Globo, na verdade, deveria se preocupar com a indignação e a revolta que tal oligopólio causa em milhões de brasileiros, sendo que alvo constante e sistemático de protestos, "escrachos", palavras de ordens e cantos que, sem sombra de dúvida, demonstram o quanto esse truste é odiado, a tal ponto que seus lacaios travestidos de editores, repórteres, âncoras, comentaristas, colunistas e "especialistas" não poderem sair às ruas para trabalhar.

Essa gente transformou mais uma vez o Brasil em uma republiqueta bananeira, com a cara e o focinho dela, porque sempre é expulsa aos gritos pelas multidões que não suportam a presença de golpistas descarados, que ainda têm a cara de pau de considerar que tudo está em "ordem", em plena "normalidade", como se o golpe de estado não tivesse acontecido pelas suas mãos e más ações que terminaram por levar a presidenta de 54.501.118 milhões de votos à deposição.

Os irmãos Marinho e seus antepassados têm muitos esqueletos em seus armários. Caçam corruptos por meio de manchetes e matérias noticiosas publicadas e repercutidas por suas Organizações(?) chamadas de Globo. Porém, "esquecem-se", logicamente por conveniência à moda João Sem Braço, que são também alvos de investigações, sendo que praticamente todas elas, e não são poucas, engavetadas nos arquivos da PF, do MPF e da Justiça, bem como proteladas através de chicanas jurídicas e judiciais.

E por que, cara pálida? Fácil de responder: os magnatas bilionários de imprensa são totalmente e peremptoriamente I-NIM-PU-TÁ-VEIS, assim como o sistema Judiciário sempre foi e é ferramenta e instrumento de defesa e blindagem dos interesses da casa grande. Trata-se de uma questão secular, que remonta à escravidão. Uma Justiça que se preocupa em fazer justiça não teria em seus quadros um juiz como Gilmar Mendes, dentre outros. Ponto.

Os magnatas bilionários agem e se comportam como se fossem semideuses para certos segmentos e setores da sociedade, mas não para alguns políticos e parte importante e populosa da sociedade civil organizada brasileira. E sabe por quê? Porque no Brasil ainda existe muita gente que não é idiota e, com efeito, compreende a leitura dos acontecimentos e realidades que já ocorreram e que também acontecem agora e neste exato instante com a prisão de Nárcio Rodrigues, político influente de Minas Gerais, ligado ao senador delatado oito vezes por presos da Lava Jato e considerado o controlador da Lista de Furnas.

Nárcio é do PSDB, bem como seu ex-presidente em Minas Gerais, além de ex-secretário de Estado do governo Antônio Anastasia, que vem a ser o senador tucano relator do golpe contra Dilma Rousseff, que essa gente golpista considera apenas um impeachment, porque, na maior sordidez e infâmia, afirma que os trâmites para efetivar o golpe bananeiro foram respeitados. Tá legal... Então tá, todo mundo acredita, porque todos irrecuperáveis idiotas que dão fé até para a mula sem cabeça e o Saci Pererê. Durma-se com um barulho desse.

O Globo poderia, então, pedir a cabeça do Aécio Neves e do José Serra, já que se preocupa tanto com a moralidade pública (dos seus inimigos e de políticos do PT), com os bons costumes, apesar de suas novelas, programas de auditório e o pior de suas atrações proibidas a menores: o jornalismo praticado na TV Globo e na Globo News — uma verdadeira lástima para a sociedade, porque se trata do autêntico, genuíno e incomparável jornalismo de esgoto, a ter a Veja como sua concorrente nesta fétida modalidade, que se transformou em um câncer oligopolizado que atormenta e prejudica de morte o Brasil há décadas a fio.

Se a família Marinho e seus sequazes — os monstrinhos criados em suas redações como pitbulls — considera que tem moral, não para derrubar ministros de um governo fraco, corrupto, espúrio, usurpador e totalmente sem legitimidade do traidor michel temer, vulgo Amigo da Onça, mas, evidentemente, para tentar dar uma conotação dissimulada de "seriedade" e "compromissada" com o País, como afirma o cínico editorial de hoje de O Globo: "O presidente interino, Michel Temer, precisa aplicar a mesma regra que valeu para Romero Jucá, porque (...) só assim será levado a sério o compromisso público assumido pelo presidente de apoiar o Operação e todo combate à corrupção",

Não é comovente o editorial de O Globo? Nossa, como essa gente tem boa índole e é séria quando exige seriedade de michel temer, no que diz respeito à corrupção. Hahahahahahaha! Desculpem a gargalhada, mas tem horas que não dá para segurar, pois a hipocrisia, o cinismo e o desrespeito total pela inteligência alheia extrapola tanto, que rir até doer a barriga se torna a melhor opção para você não chorar de raiva ou desgosto com tanta desfaçatez e sordidez, porque, nós, brasileiros e estrangeiros democratas e legalistas sabemos que se trata de outro golpe infame e canalha, que tem a participação dos Marinho. Daqui há 40 anos, talvez seus filhos ou netos voltem a pedir novamente desculpas esfarrapadas pelo golpe de 2016, como os três irmãos fizeram há pouco tempo em relação ao golpe de 1964, em futuro editorial hipócrita por ter apoiado mais um golpe de estado na história do Brasil e de seu povo.

Um golpe com característica terceiro mundista, promovido pela patuleia, que mais uma vez humilha o Brasil e o transforma novamente em uma República das Bananas. Repito: não é o povo brasileiro que é atrasado, provinciano e que aposta no retrocesso. Quem é bananeira, provinciana, subalterna, subserviente, colonizada e portadora de um incomensurável complexo de vira-lata é a casa grande brasileira — a burguesia —, que tem o apoio dos coxinhas despolitizados, que, meu Deus, sem comentários... Eles ainda chorarão lágrimas de sangue.

O Globo está acostumado a dar ordens a fantoches, aos que são cooptados pelo establishment plutocrata, o edificador de castas e do status quo. Sempre foi assim em seu passado e em seu presente, porque sabedor que fantoches, títeres, subalternos e subservientes, a exemplo de michel temer (o nome dele em meus artigos é sempre escrito no diminutivo, pois se trata de um anão político e citadino), não tem vida própria, como também não tem projetos e programas de País e de Nação. temer é um fantoche, como o foram, talvez em menor escala do que ele, José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso.

Quero ver O Globo mandar no Lula e na Dilma Rousseff, como não mandou em Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola, dentre outros. Se mandasse, não os perseguiria tanto e com tanta violência, intolerância e desrespeito. Queres conhecer quem é pau mandado ou fantoche? Avalie, pense, analise e pondere sobre as realidades políticas, ideológicas e partidárias que se apresentam. Para começar, pense no temer... O subalterno de Eduardo Cunha, que, mesmo afastado da Câmara, nomeou ministros e autoridades de segundo escalão. Acinte e deboche com a sociedade brasileira.

Os políticos que atenderam e se submeteram aos interesses das Organizações(?) e de suas congêneres que as acompanham em golpes historicamente contra presidentes trabalhistas não foram perseguidos e nem derrubados, à exceção de Collor, que continua até hoje a ser membro importante do status quo e sócio da Globo em Alagoas, como o é também o clã dos Sarney no Maranhão. Está tudo em casa. Trata-se da mesma casta social, como a dizer: "Nós brigamos, mas quando temos de enfrentar políticos e projetos trabalhistas nos unimos para dar mais um golpe, porque sempre perdemos no voto". E os coxinhas trouxas e massa de manobras a fazerem ridículas elucubrações como se fossem membros da casa grande, lugar para onde nunca são convidados.

Você acha que esses políticos, que às vezes se fingem de adversários da família Marinho, como o fizeram Collor e Sarney em pequeno espaço de tempo irão abrir mão de tal sociedade econômico-financeira com os maiores e mais poderosos plutocratas do Brasil? Evidentemente que não. E vou mais além: eles adoraram a queda de Dilma e a perseguição feroz e desumana a Lula e à sua família, porque o são, irrefragavelmente, inimigos políticos históricos dos trabalhistas, pois irremediavelmente são também donos da casa grande de índole e espírito udenista, ou seja, lacerdista. Explico melhor o DNA: golpistas!

O Globo e suas Organizações(?) são o que de pior existe no Brasil, pois o impede de se desenvolver economicamente e socialmente, a manter o povo em um bridão, a segurar-lhe a independência que somente acontece com sua emancipação no que concerne à sua instrução escolar e o acesso pleno a todo e qualquer conhecimento. O Globo é um câncer que contamina o tecido social brasileiro e não permite a cicatrização de suas feridas, que são profundas, porque interligadas a um contexto hediondo da escravidão. O Globo é golpista e, igual a temer e seus áulicos do golpe de estado, posiciona-se, recorrentemente, contra o Brasil e o povo brasileiro.

O Globo não é sério. Enquanto o Brasil não implementar o marco regulatório para as mídias, O Globo fingirá que não é golpista, pedirá cabeças até de seus comparsas de golpe de estado, bem como dará ordens aos seus fantoches quando assumirem ilegalmente e ilegitimamente a Presidência da República. O Globo, quanto à corrupção, só não pede pela sua própria cabeça. Os Marinho são espertos e não são os condenados à guilhotina da Revolução Francesa e muito menos o profeta João Batista. Golpe é crime e em muitos países golpistas vão para a prisão ao invés de dar pitacos e ordens. É isso aí.


10 comentários:

Bené disse...

Perfeito. Você mostrou as entranhas e as patifarias do Globo. Artigo sublime e de línguajar duro sem apelar. Vou repercuti-lo. Abração .

Fernando Oliveira disse...

"Hello Agente-Informante Michel Temer! já passou, hoje, o seu relatório para o nosso chefe aqui na CIA? Congratulations !!! A Operação "Martelo-e-Bigorna a Jato" está com excelente performance: a imprensa "empurra" a Esquerda (PT) para a Bigorna do "Combate à corrupção" e o "Martelo" da República de Curitiba esmaga-os. Claro, é conveniente disfarçar o objetivo principal colocando uns "boi-de-piranhas" juntos pra disfarçar... Very Good... Thank you very much!"

Jorge Marcelo disse...

Davis, quando você apertou o 13 na última eleição presidencial apareceu na urna os rostos de Dilma Rousseff e Michel Temer. Portanto, você votou neste último, então vai ter que aturar. Esse fórum anda muito parado ultimamente, creio que a maior parte dos oito leitores de Davis Sena Filho o abandonaram, inclusive o seu fã incondicional Paulo Blanc, vulgo "Champanhe de Esquerda".

Marcos Lúcio disse...

Não assisto telê há décadas...mas sei como a banda da rede esgoto toca rs. Portanto, mais uma vez você foi preciso. Compartilho parte de um texto oportuno.
Por Caco Schmitt

Por que a Globo é golpista…

1 – PORQUE TROCOU O JORNALISMO PELA PROPAGANDA NAZISTA: a Globo usa táticas nazistas de propaganda para manipular a verdade. O ministro da Propaganda do Reich de 1933 a 1945, Joseph Goebbels, dizia: “de tanto repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade”, ou seja: “uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”. A Globo, por deter a maior audiência do Brasil, usa seus veículos para criar a “verdade que lhe interessa”. Manipula fatos, esconde manifestações contrárias a sua ideologia e usa uma concessão pública não a favor do interesse público e a favor da verdade como estabelece a concessão de um canal de tevê, e sim a favor dos seus interesses e da sua verdade.

2 – PORQUE CRIA ARTIFICIALMENTE FATOS PARA TUMULTUAR O PAÍS: ardilosamente, a Globo usa táticas grosseiras para confundir o telespectador e jogar a opinião pública contra quem ela quer. Repete, repete (Goebbels…) uma série de gravações ilegais, que nada de ilegal revelam, criando artificialmente uma impressão (tevê é basicamente uma impressão do que fica registrado) que ali existe algo de errado. E, na sua tática de propaganda nazista, usa o videografismo, as artes na tela, para aumentar a impressão. Usa de fundo das gravações a mesma arte que caracteriza a cobertura da Lava jato, onde aparecem os dutos sujos de petróleo, parecidos com canos de esgoto, estabelecendo uma falsa ligação entre dois fatos.

3 – PORQUE É CRIMINOSAMENTE PARCIAL NAS COBERTURAS “JORNALÍSTICAS”: na sua lógica de propaganda nazista, a Globo usa os fatos como bem quer e sempre a serviço do golpe. Planeja suas coberturas “jornalísticas” (propaganda nazista) de modo a repetir a sua verdade. Exemplo: se a manifestação é de direita, é o “Brasil”; se é pela legalidade, “defensores de Dilma e Lula” vão às ruas. Se alguém é contra o golpe aparece na edição como petista; se for a favor do golpe é uma pessoa responsável ou um brasileiro “revoltado”. Nas recentes manifestações de rua, cobriu até meia dúzia de gatos pingados em uma esquina qualquer desde que eles fossem contra o governo; já grandes manifestações contra o golpe como Porto Alegre (60 mil pessoas nas ruas) sequer foram mostradas ou apenas notinhas jogando sempre pra baixo o número de manifestantes. Quando na rua pessoas portam cartazes ofensivos contra as autoridades, a imagem é em close, bem pertinho e com áudio; quando é contra o golpe, não existe close nem áudio. Cabe aqui citar, porque bombou nas redes sociais, o post da artista Leandra Leal: “GloboNews estou trabalhando e assim como domingo e ontem queria acompanhar as manifestações, cadê a cobertura ao vivo?”

4 – PORQUE USA UMA CONCESSÃO PÚBLICA PRA INSUFLAR GOLPE CONTRA OS PODERES CONSTITUÍDOS: nos últimos meses a Globo transformou-se na maior propagandista das manifestações golpistas, insuflando o golpe, chamando as pessoas às ruas e manipulando. Interrompe a programação normal e seus jornalistas (jornalistas?) fazem apelos: “é cedo, ainda não tem muita gente, mas dá tempo pra vir, venham…”. Como agora, quando meia dúzia acampa na calçada em frente à Meca dos golpistas de São Paulo, a FIESP, mostra e diz que este número vai crescer… É que o governo foi democraticamente eleito por 55,4 milhões de votos, portanto, as ruas têm ter muita gente contra, ou, pelo menos, aparentar…(...). Para ler a matéria inteira:https://rsurgente.wordpress.com/2016/03/20/por-que-a-globo-e-golpista/

Paulo Blanc disse...

Você é um escroto.

Paulo Blanc disse...

E analfabeto político e funcional. Apesar do "tem" e do "erro" de digitação.

Horácio Peralta disse...

Paulo Blanc, o escroto ainda tem os três defeitos de um canalha: mentiroso, covarde e invejoso.

Anônimo disse...

Fala a brilhante filósofa Márcia Tiburi sobre a lelevisão .Entenda como rede Globosta, posto que é onipresente em lares, bares, igrejas , lupanares, etc.
"O aparelho que te dá todas as informações que você não precisa, mas aceita, afinal, do cavalo dado não se olham os dentes, tornou sua vida mais fácil. Você já sabe o que está acontecendo, por mais que na sua vida nada de interessante esteja acontecendo. Por um segundo, surge a dúvida quanto à qualidade dessa vida, mas dura pouco porque não se deve sofrer perguntando coisas desse tipo.
Quem sabe um dia, seja você que possa estar ali aparecendo e você finalmente exista como aquelas pessoas todas. Você chega a fantasiar uma coisa dessas enquanto a inveja – essa fixação no que é visível – se instaura em sua intimidade. Enquanto isso, basta tentar pensar como elas, sentir o que elas sentem, fazer o que elas fazem. Eles decidirão o que você vê pensando que tem todo o direito, afinal de contas, você terceirizou o seu olhar e com ele o pensamento, a emoção e a ação.
Elas decidirão o que você vê, o que você compra, o deus no qual você deve crer, as músicas que você vai ouvir. Decidirão o seu voto e o regime de governo que vai reger a sua vida.
Vão te informar de tudo o que eles acham importante ou conveniente para controlar a sua vida tirando de você a sensação angustiante da liberdade.
Só não vão te informar que você ficou cego. E que eles deveriam pagar uma grande indenização por anos e anos de assédio cognitivos e moral. Os danos éticos e políticos são irreparáveis.
Então, quando você perceber que implantaram no seu corpo um olho de vidro, que essa prótese não vai resolver o seu problema de visão, mas vai iludir a todos de que você ainda vê, você não conseguirá mais saber que está diante da tela do aparelho. Pensará que é a realidade.
Morto há tempos diante da tela, transformado em um zumbi que não pensa, não sente e não age em nome de mais nada que não seja a ordem teleguiada recebida, você será chamado de “vidiota” por alguém que, por algum motivo, ficou longe disso tudo. Mas porque já não consegue entender nada, você parte pra cima dele com a única coisa que restou na sua vida subjetiva, ódio barato e agressividade sem fim.
O que adianta trocar as novelas por horas e horas vendo series, jogando videogames, navegando online de forma improdutiva. Horas consumidas da semana operando aparelhos, a tecnologia reiventou o poder alienante da TV".

Tudo indica que O Big Brother, p.ex., é um retrato do Brasil pintado pela TV Globo que cabe perfeitamente no imaginário dos brasileiros. Aceitar que programas como este povoem a televisão, é compactuar com um modelo de cultura alienante que transforma os cidadãos em homens indiferentes aos problemas sociais e políticos do país.

Fábio Cerqueira disse...

Davis, além de você ser humanista, nacionalista, socialista e trabalhista, é também um gênio da raça. Artigo brilhante do grande articulista.

Anônimo disse...

Mesmo conhecendo a verdadeira função da Rede Globo, que é manipular, iludir, distrair, mentir e emburrecer o povo, pelo bem do sistema globalista... Ainda existem mais motivos para NÃO ASSISTIR a Rede Globesta de Teleilusão. Vale a pena ler... alguns selecionados
1. Apoiou a ditadura militar.
2. Nunca se pronunciou contra a censura prévia à imprensa.
3. Ignorou a tortura e sempre encampou as versões oficiais em relação aos desaparecidos políticos. Quando algum militante aparecia morto, o jornal dizia que ele tinha sido atropelado.
4. Boicotou a Campanha das Diretas enquanto pôde. É dessa época, a frase “O povo não é bobo. Abaixo a Rede Globo”, repetida em comícios da oposição quando a emissora insistia em dizer que apenas umas poucas pessoas tinham aparecido.
5. Sempre esteve ao lado de todos os governos, civis ou militares, fosse o presidente um latifundiário, um sociólogo, um metalúrgico ou um notório corrupto. Mas combateu e combate ferozmente Lula e Dilma.
6. Elegeu o Collor.
7. Seu núcleo de Jornalismo distorce as notícias, manipula dados estatísticos, omite, deforma e ficciona a História brasileira e mundial. Por isso, o Jornal Nacional tem o apelido carinhoso de Ilha da Fantasia.
8. O Jornal Nacional veicula as notícias com um vocabulário de no máximo 850 palavras.

15. Gasta fortunas incríveis comprando o passe de atores para que fiquem de stand by sob sua jurisdição, proibindo-os de trabalharem no teatro ou em outras emissoras. O exemplo mais gritante é a Lucélia Santos. Quando fez uma novela pra Manchete, ficou na geladeira durante décadas.
16. Isso sem contar que não recebeu vários direitos de imagem pela novela Escrava Isaura, a novela mais vista no mundo, pela qual a emissora ganhou uma baba incalculável.
17. A Globo atuou abertamente dentro do Congresso Nacional, pressionando e corrompendo os deputados, com o objetivo de melar a votação sobre as mudanças na Lei de Concessão de Canais de TV e Emissoras de Rádio.
18. Roberto Marinho em pessoa se encarregou de censurar a cobertura da eleição de 1989 no jornal O Globo.
19.Demitiu fotógrafos que entregavam flagrantes onde se via mais pessoas nos comícios de Lula.
20. O núcleo de Jornalismo manipulou vergonhosamente o debate entre Collor e Lula.
21. Das 2 horas da tarde até às 11 da noite, a emissora transmite nada menos que 7 novelas, entre reprises, soap opera, casos especiais e minisséries.

45. Através das telenovelas, a TV Globo uniformizou até a fala do brasileiro, destruindo o folclore, a cultura, os sotaques e dialetos regionais.
46. A trama das Telenovelas fica sob a tutela de um bando de donas de casa, que estica ou abrevia histórias, censura comportamentos, atitudes, opções sexuais, episódios difíceis e núcleos inteiros, determinando a morte de personagens, casamentos e a reviravolta do enredo através de viagens sem volta e shoppings que explodem
47. Tomou a dianteira na tentativa mais espetacular de estupidificação do povo brasileiro: o Big Brother, um programa diário onde os convidados ficam de sunga durante o dia, vestem um roupão à tarde e, à noite, todos somem debaixo de enormes edredons e cobertores.