Google+ Badge

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Dilma é deposta por um golpe espúrio e usurpador, Lula será preso e o pau vai comer

Por Davis Sena Filho — Palavra Livre

ESTE RECINTO  IMPRÓPRIO Á DEMOCRACIA E AO POVO  É A SUCURSAL DO INFERNO, OU SEJA, A "PONTE PARA O ABISMO" DO GOLPE DE ESTADO CAFAJESTE CONTRA DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTA CONSTITUÍDA PELAS LEIS E PELO VOTO SOBERANO DO POVO BRASILEIRO.  O GOVERNO MICHEL TEMER É ILEGÍTIMO E ILEGAL, PORQUE ESPÚRIO, USURPADOR E VIOLENTO. 
"Objetivo real, não oficial, da Operação Lava Jato e deste impeachment (golpe) é bem simples: arrancar o "B" da sigla BRICS e colocá-lo no lugar de sempre, no "quintal" dos EUA, junto com as demais "Repúblicas das Bananas". Fernando Oliveira — Leitor do Blog Palavra Livre

Vamos deixar uma coisa bem clara: o golpe que faz do Brasil um pária aos olhos da comunidade internacional, que o deixa de joelhos perante os países poderosos e na humilhante condição de República das Bananas, é um ajuntamento de sediciosos e traidores da presidenta Dilma Rousseff da base do Governo Trabalhista, a incluir também os titulares de alguns ministérios, com a oposição de direita, derrotada eleitoralmente quatro vezes consecutivas e liderada pelos demotucanos do PSDB e do DEM.

O golpe de estado travestido de legítimo vai marcar o Brasil como um País não confiável, mas com um empresariado muito rico e poderoso que financia os políticos conservadores, que vão forçar, mais uma vez, o Brasil ficar refém dos ditames internacionais, a servir como uma gigantesca vaca onde a banca internacional e seus associados de outros segmentos da economia mundial vão mamar à vontade, como sempre fizeram no decorrer de séculos, a manter enorme parcela do povo brasileiro apenas como mão de obra barata, a ter o Brasil como uma grande fazenda exportadora de commodities.

É o que importa à burguesia dona da casa grande e subjugadora da senzala: vender carne de boi, soja e produtos de outras culturas agrícolas e de mineração, dentre eles o petróleo que, certamente, vai cair nas mãos estrangeiras, a começar pela alienação do Pré-Sal, a terceirização dos serviços públicos e a privatização das estatais que restaram da privataria tucana comandada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso — o Neoliberal I.

Dentre todos estes e outros assaltos a mão armada contra a Presidência da República, cujos golpistas se confundem com os assaltantes de bancos ou de pedestres, porque sociopatas e delinquentes, os maiores vão ser os que concernem aos inúmeros programas sociais que visam desenvolver a economia do Brasil e emancipar plenamente o povo, principalmente os milhões de brasileiros que jamais e em tempo algum participaram efetivamente como cidadãos quando estiveram a ocupar o poder presidentes e partidos de direita, a exemplo dos generais ditadores, de José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique, somente para ficar nesses.

Com Dilma Roussef e Lula, o povo passou a ter visibilidade social e econômica, bem como pela primeira vez, após o Governo do estadista gaúcho, Getúlio Vargas, foi incluído no Orçamento da União. Esses fatores e realidades incomodaram e enfureceram de mais a burguesia e seus aliados da pequena burguesia (coxinhas de classe média), que se insurgiram em uma conspiração politicamente desastrosa, mas estrategicamente organizada, que, após a vitória eleitoral de Dilma em outubro de 2014, formaram um consórcio de direita, que se mobilizou de forma tão violenta, ao ponto de tornar impossível para a presidenta trabalhista governar.  

Retiraram de Dilma sua autonomia e autoridade presidencial, a humilharam diante de seus 54,5 milhões de eleitores, que também tiveram seus votos cassados por um punhado de canalhas que tomaram o poder de assalto por intermédio de um golpe midiático-jurídico-parlamentar. Esse consórcio de direita começou a colocar suas garras para fora a partir das manifestações de junho de 2013, sendo que, em 2014, fortaleceu-se para ir em direção ao golpe de estado, a ter ainda como apoio o TCU, o TSE e a PF, cujos servidores com cargos de poder e mando se associaram à sedição como piratas amotinados.

Os dois presidentes trabalhistas, que criaram o Portal da Transparência e que mais investigaram e prenderam corruptos e ladrões do dinheiro público, a fortalecer o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, tornaram-se, de maneira surreal, os alvos desses mesmos órgãos, que jamais e em hipótese alguma acharam quaisquer corrupções ou malfeitos praticados por Lula e Dilma.

Lula está a ser investigado na Lava Jato, mas o juiz de província, Sérgio Moro, não tem provas para futuramente condená-lo, porque a verdade é que os procuradores do MPF e até aqueles medíocres de São Paulo, que o perseguem por ideologia e ódio de classe, não tem provas e a saída vai ser prendê-lo por delação feita por bandidos há muito tempo conhecidos por seus crimes pela polícia, que, desesperados, entregam até suas mães e filhos para saírem da cadeia da Vara do Moro.

O ex-presidente Lula somente será preso pelo "domínio do fato", como fizeram covardemente e perversamente com José Dirceu, um político combativo, ideológico e intelectualizado, que seria escolhido como um dos sucessores de Lula após o líder trabalhista terminar seu mandato presidencial. Lula não cometeu crimes e nem Dirceu, bem como José Genoíno, João Paulo Cunha e Delúbio Soares. Basta investigar suas posses pessoais e patrimônios. Está tudo lá. A PF, o MPF e os juízes do STF que os julgaram sabem disso.

A razão principal desse processo hediondo para o Estado de Direito e a democracia deste País é a luta política; e os servidores públicos dessas instituições e corporações do sistema judiciário escolheram lado e partido político, porque são ideológicos, militam no campo da direita, e, consequentemente, partidarizaram-se e passaram a judicializar e a criminalizar a política, o Governo Trabalhista  e suas principais lideranças exemplificadas e simbolizadas em Lula e Dilma.

Quando o Judiciário se partidariza, o que se pode esperar de suas principais autoridades é a injustiça e a covardia. Realidade esta que ocorre, agora, no Brasil por meio de um golpe de estado mal disfarçado contra Dilma Rousseff, pois dissimulado para inglês ver, assim como contra seus milhões de eleitores e a democracia. Os traidores e usurpadores do poder jamais serão esquecidos, a exemplo dos golpistas de 1964, porque as pessoas não são tão desmemorizadas, como gosta de apregoar a mentirosa "elite" deste País, quando diz que o brasileiro não tem memória, a fim de que ele esqueça de seus crimes.

Para confirmar o que assevero, lembro aos cretinos e patifes apoiadores e cúmplices de golpes, que o  povo sabe até os dias de hoje, por exemplo, que Getúlio Vargas é o responsável pelas garantias sociais e trabalhistas. Além disso, a História funciona como uma grande peneira das sociedades, porque ela é letra fria, livre de paixões e, cientificamente, amante da verdade.

Porém, voltemos a Lula. O ex-operário, um dos fundadores da CUT e do PT, fatos históricos que também alimentaram o ódio e o rancor da burguesia contra o líder petista,  não se sujaria como se suja o grande empresariado tupiniquim por dinheiro, vaidade e luxúria. Pelo contrário, quem estão a ser acusados por delatores são os golpistas do PMDB, do PSDB, do DEM, do PP e de outros partidos menores, como o SD do Paulinho da Força, que um dia, certamente, vai receber o quinhão dele em forma de cadeia.

Paulinho (não sei como "trabalhadores" aceitam sua "liderança") responde a inúmeros processos e inquéritos, como muitos outros parlamentares da oposição de direita e empresários filhotes do Pato Amarelo, corruptos, levianos, sonegadores de impostos e de multas (Alô, alô, HSBC e Zelotes!). Essas coisas vão ficar claras e nítidas com o decorrer do tempo, e veremos que são os verdadeiros ladrões, corruptos e corruptores.

Entretanto, este golpe pegou muito mal e, novamente afirmo, vai servir também para prender Lula, que, preso, sedimenta ainda mais sua imagem de mito; e, solto, fortalece sua imagem e passa a ser, de fato, o principal protagonista das eleições de 2016. A verdade é que Lula, a direita a querer ou não; o status quo a reconhecer ou não, é uma força da natureza tanto quanto política. Lula, cada um em sua época, tem o tamanho político e social de Getúlio Vargas, só que ele não vai se suicidar, porque "Não vem ao caso!", não é juiz Sérgio Moro?

A prisão de Lula interferirá imensamente na política brasileira, que já está a ser observada pelos principais organismos internacionais do mundo com imensos telescópios, sendo que a OEA já está de corpo presente no Brasil. É como disse, com precisão, o leitor do Blog Palavra Livre, Fernando Oliveira: "Objetivo real, não oficial, da Operação Lava Jato e deste impeachment {golpe} é bem simples: arrancar o "B" da sigla BRICS e colocá-lo no lugar de sempre, no "quintal" dos EUA, junto com as demais "Repúblicas das Bananas". Ponto.

O leitor falou a grosso modo, porque certamente ele sabe e muita gente também que existem incontáveis questões para o golpe criminoso. Porém, recolocar um País poderoso do tamanho e da importância do Brasil, que é a sétima economia do mundo, no círculo de influência do Estados Unidos é um dos grandes sonhos das autoridades yankees, que, propositalmente omissas e negligentes, calaram-se perante o golpe, porque querem retomar a influência que sempre os beneficiou, no mínimo, dois séculos.

Por sua vez, a casa grande provinciana, colonizada e vergonhosamente subalterna aos interesses estadunidenses, não se faz de rogada e deixa suas digitais eternamente no ambiente do crime, que é o golpe contra os interesses de um vida melhor para a Nação brasileira. Os golpistas chafurdam na lama fétida de um chiqueiro antigo. Eles são irremediavelmente subservientes, sendo que o sonho maior dos canalhas golpistas é transformar o Brasil em uma província dos Estados Unidos, ou seja, transformado em um pária bananeiro de grandeza internacional.

Pobre do País que tem uma classe dominante vulgar, sórdida, entreguista e de alma colonizada e espírito de porco como a brasileira. Nunca esses bananeiros provincianos pensaram o Brasil. Eles são simplesmente incompetentes e tratados, humilhantemente, como párias submissos pelas casas grandes dos países desenvolvidos.

Esses golpistas bárbaros de hoje e de ontem nunca foram respeitados pela gringada colonialista, como ela  respeitou Getúlio Vargas e Lula. Fantoches sem vergonha na cara, e, sobretudo, apátridas, podem até frequentar os salões da estrangeirada rica e poderosa, mas dela jamais terá respeito. E por quê? Respondo com outra pergunta: "Alguém pode respeitar aqueles traem seu País e seu povo?" Golpe criminoso tem preço, até porque não é revolução. A Casa Grande brasileira tem um QI de macaco e a leviandade e a irresponsabilidade de um Temer-Cunha-Aécio ou vice-versa. Contudo, peço desculpas aos macacos. É por aí...

Pode-se falar tudo dos dois presidentes trabalhistas, Getúlio e Lula, menos que eram subalternos e subservientes, porque a verdade é que eles, nacionalistas, nunca foram cooptados pelo establishment, que vem a ser a plutocracia nacional e internacional. Tanto é verdade que o primeiro se matou e o outro poderá ser preso, mas sem fugir e tergiversar quanto à sua condição política de momento, além do peso político que vai ter de carregar nas costas, porque um dos principais protagonistas da história do Brasil em todos os tempos.

Para finalizar, quero dizer que as coisas não vão ficar tão calmas como aparentemente estão e se apresentam, como o dia de hoje, o dia do golpe dos bárbaros. A parcela contrária ao golpe e inimiga da direita usurpadora e golpista ainda está a passar por um processo de letargia e ainda surpresa, como se estivesse a digerir ainda esse processo infame, para ter uma maior compreensão dos acontecimentos em relação ao golpe de estado orquestrado por cafajestes e malandros.

Picaretas que tomaram de assalto o poder, rasgaram a Constituição e desrespeitaram, solenemente, quase 55 milhões de eleitores. Ainda vai ter porrada nas ruas, e, certamente, Michel Temer — o Amigo da Onça Usurpador — e a corja de direita que o acompanha vão governar em um ambiente sem estabilidade política e institucional, porque próceres de um governo ilegítimo e antipopular. A "Ponte para o Futuro" dos golpistas vai quebrar e levar a todos para o abismo do inferno. Temer não vai ter paz para governar. O Amigo da Onça é chefe de um governo espúrio com digitais criminosas. O pau vai comer. Quem viver, verá. É isso aí.


26 comentários:

Unknown disse...

Ao longo das últimas semanas tive oportunidade de observar a conduta da tropa de choque petista na Câmara e no Senado durante as longas etapas de deliberação sobre o impeachment da presidente Dilma. Havia duas linhas paralelas de atuação e ambas convergiam para aquela câmera que dava publicidade às infindáveis sessões. A primeira das linhas de defesa do governo repetia, à nossa fadiga, que assistíamos a um “golpe”. A segunda pretendia, com gritos, tumultos, questões de ordem e contestações, evitar que fossem mencionados outros crimes não constantes do processo. Desses não poderíamos ouvir falar. O PT insistentemente varria seu lixo para debaixo do tapete.

Quem são os agentes do “golpe” que o PT insistentemente denuncia? Vamos a eles:

a população brasileira, que aos milhões saiu às ruas para sacudir as instituições de sua inércia;
os autores de dezenas de requerimentos de impeachment que, ao longo de 2015, foram transformados por Eduardo Cunha em moeda de negociação para salvar a própria pele;
os signatários do requerimento finalmente escolhido para prosseguir, subscrito, entre outros, por um fundador do PT e, não por acaso, o que reduzia a apenas dois os muitos crimes de responsabilidade praticados pelo governo (opção que muito contrariou a Dra. Janaína Paschoal, como ela fez questão de deixar bem claro);
o Tribunal de Contas da União, que por seus técnicos e pela unanimidade de seus ministros rejeitou as contas e apontou os crimes de responsabilidade ao Congresso Nacional;
o Supremo Tribunal Federal, que definiu minuciosamente o moroso rito a ser seguido pelas duas casas do Congresso em sua deliberação;
a Câmara dos Deputados, que em duas etapas e por quase três quartos de seus membros votou pela admissibilidade do processo;
o Senado Federal, que na próxima quarta-feira, por grande maioria de seus membros, salvo contratempo, acolherá a denúncia e dará início ao processo público de julgamento da presidente.

É a todos esses elementos que a presidente e sua tropa de choque se referem quando insistem no discurso do golpe, cuja única utilidade é legitimar as ações efetivamente golpistas que se sucederão e para as quais estão sendo motivadas as milícias a serviço do partido e do governo. Não é mesmo, Gilberto Carvalho?

Não basta terem, através de uma organização criminosa, assim designada pelo Procurador Geral da República, conduzido o país à mais caótica situação dos últimos 80 anos. É preciso, por todos os meios, impedir que ele se recupere.

Assim, de um lado, temos um processo transparente, fundamentado, dispondo de amplo apoio popular e congressual, contando com reiterado reconhecimento judicial.

De outro, as motivações e condutas golpistas do governo, como essa traquinagem inventada pela AGU com a cumplicidade do presidente interino da Câmara dos Deputados, que ronrona fidelidade nos ouvidos do governo pedindo cafuné.

http://www.tribunadainternet.com.br/o-golpe-inexistente-e-o-golpe-planejado-pelo-pt/

Carlos Serafim disse...

Prezado, como sempre um ótimo texto, e como sempre faço, gosto de pinçar uma frase ou outra - a de hoje - "A Casa Grande brasileira tem um QI de macaco." Impressionante como foi feliz ao fazer essa afirmação, verdadeira.

TUCANALHA FDP disse...

Unquinau, meu filho bastardo, até sua mãe te acha um fdp!

Marcos Lúcio disse...

Prezado Davis...no Patropi, país mais do que surrealista, até o impossível acontece. A que ponto desastroso chegamos, de novo. Parece que Getúlio e Jango não foram suficientes para o povo entender mais um sórdido golpismo. Corrija: "Lula(...)o principal protagonista das eleições de 2016", para 2018. Se o Brasil estivesse tão mal economicamente, é claro que estes bandidos golpistas não iriam querer esta bomba, esta terra arrasada. Eles são a aprova de que o país está bem.Só mesmo usando de muito sarcasmo para pensar a violência do cínico assalto à República. Estes canalhas criminosos golpistas , após a usurpação do poder, do golpe baixo, sujo e à mão grande...só irão vender as estatais restantes e não fazer praticamente nada pois dirão que o´atual governo acabou com o país e nada pode ser feito, então. Claro, vão reimplementar a CPMF, reduzir o salário mínimo, etc. A maioria do povo brasileiro vai se ferrar de verde , amarelo, azul e branco. Neste momento, tenho vergonha dos brasileiros que apóiam esta bandidagem golpista explícita.

Anônimo disse...

O golpe prova que as instituições brasileiras são mesmo um lixo. Por Paulo Nogueira

Uma das descobertas mais doídas desta crise: as instituições brasileiras são uma droga.

Marcelo Rubens Paiva usou uma palavra mais precisa: uma “merda”.

Como qualquer coisa, instituições não são algo abstrato. Elas são a soma de pessoas. Em meus dias de jornalismo de negócios, jamais esqueci uma frase de um mestre em administração. “As empresas não são mais e nem menos do que a soma das pessoas que as compõem.”

Isso quer dizer: uma empresa é inovadora se as pessoas que trabalham nela são inovadoras. Uma empresa é íntegra e transparente se as pessoas que trabalham nelas são íntegras e transparentes. E uma empresa é corrupta se as pessoas que trabalham nela são corruptas.

A mesma regra se aplica à perfeição para as instituições. Elas não são nem mais e nem menos do que a soma das pessoas que as compõem.

Examinemos as instituições brasileiras. Tivemos a chance de conhecê-las em profundidade, por conta da presente crise.

Comecemos pela Câmara. A melhor expressão dela se deu na tragicômica sessão em que os deputados federais aprovaram o impeachment, sob o comando de Eduardo Cunha.

Droga é uma palavra amena para descrever a Câmara. O Brasil virou piada mundial graças aos deputados. “Pela primeira vez na vida senti vergonha de ser brasileiro”, disse Dráusio Varella.

Passemos agora ao Senado. É onde você encontra, ou deveria encontrar, figuras como Aécio e Zezé Perrella. Aécio é aquele homem que construiu uma pista particular com dinheiro público em Minas. É também a personagem central no esquema de propinas de Furnas. É ainda um homem tão sem caráter que não hesitou, quando governador, em carrear dinheiro público em anúncios para as rádios da família.

Perrella é o dono do helicóptero em que foi encontrada meia tonelada de base de cocaína. A ficha de Perrella, amigo do peito e de time de Aécio, já era suja por negócios obscuros relativas a vendas de jogadores quando era presidente do Cruzeiro.

Perrella, numa prova incontestável da fragilidade das instituições, escapou impune do caso do helicoca. A mesma Polícia Federal que fez tanto barulho em torno de pedalinhos se reduziu a um silêncio colossal diante de doses industriais de cocaína.

Também a Polícia Federal não passa no teste das instituições, portanto.

Vamos agora aos pomposos senhores de capa que se homiziam na Suprema Corte. É impossível respeitar uma corte em que esteja alguém como Gilmar Mendes, um juiz dedicado a fazer política e não Justiça.

Gilmar você sabe exatamente como ele vai votar. A plutocracia tem nele um aliado de todas as horas e de todas as causas. Os progressistas sabem que Gilmar sempre estará contra eles.

Consideremos, agora, Teori, uma figura chave no golpe que se iniciou quando Eduardo Cunha aceitou um pedido de impeachment para se vingar do PT, que não lhe deu a cobertura cobrada para evitar o risco de cassação por múltiplos atos de corrupção.

Teori recebeu de Janot um pedido para que afastasse Cunha no dia 15 de dezembro de 2015. Só foi se mexer mais de quatro meses depois, quando Cunha já pudera fazer tudo que seu extraordinário arsenal de trapaças permite.

Teori alegou tempo. O pedido chegou, lembrou ele, às vésperas do recesso judiciário. Segundo a lógica de Teori, os juízes não poderiam, portanto, suspender suas importantíssimas férias diante de um caso que trata da deposição de uma presidente da República.

O STF, como tudo, não é também nem mais nem menos do que a soma das pessoas que o compõem. De Toffoli a Gilmar, de Celso de Mello a Fucs, para não falar em Teori, o panorama é desolador.

Resta, ainda, a imprensa, no capítulo das instituições. Bem, as famílias Marinho, Civita e Frias falam por si sós.

Tudo isso posto, não há como fugir da constatação de que nossas instituições são uma droga. Não fossem, não estaríamos assistindo agora a um assalto à luz do sol de mais de 54 milhões de votos.

Unknown disse...

Cucanalha, quanto tempo... Quer dizer que você é o cara que guarda os processos do Lula e nas horas vagas se presta a estocar a mandioca da Dilma?... Sem dúvida, você é de grande serventia pra quadrilha!

NILTON CESAR JORGE disse...

Bom dia para todos os meus amigos e amigas aqui do blog... todos felizes...eu tô bastante. Ah é, agora vcs fazem parte da oposição...sorte a todos.😊😊😊😊

NILTON CESAR JORGE disse...

Boa notícia pra vcs: o afastamento é provisório. Má noticia: em breve será permanente. Outra boa: a economia voltará a crescer. Outra melhor: Lula em breve na cadeia. Outra má : estamos presenciando a extinção do PT. Com o fim da quadrilha petista as festas juninas jamais serão as mesmas.

TUCANALHA FDP disse...

Unquinau, meu filho bastardo, até sua mãe te acha um fdp!
Você é canalha igual aos golpistas.

Anônimo disse...

Péssima notícia, com vergonha de ser brasileiro, por este motivo:"Quem perde hoje não é a Dilma.
Dilma tem dinheiro, tem estudo e se quiser pode ate mudar de país, ela não precisa desse cargo.
Hoje quem perde é o Brasil, a democracia, o povo brasileiro, o nordestino, o pobre, o negro, as mulheres, os lgbts.
Hoje quem ganha é a corrupção, a censura, a ditadura, a hipocrisia, o preconceito, a xenofobia, o racismo, o machismo, a homofobia e o caos.
Hoje todos nós perdemos".

Anônimo disse...

Uma vergonha para o PT.
babalu

Anônimo disse...

Uma vergonha . Os golpistas assaltantes da República, tanto do PSDB quanto do DEM , etc., são os mais canalhas e corruptos que a história , se "permitirem", vai registrar. O Brasil está apequenado e serve de chacota - com este golpe escroto - até para o mundo mais civilizado e/ou lúcido, digamos assim...

Horácio Peralta disse...

Baba-Cu, você voltou a sair do esgoto e como sempre golpista, safado e falando merda.
Falar merda é normal. Também com este nome sugestivo. Vê se não respira, senão você peida.

NILTON CESAR JORGE disse...

A poucos dias vimos uma pessoa honesta, com grandes feitos políticos, ser afastada do seu cargo de maneira injustificada e por meio de falsas acusações. Portanto quero que todos me acomoanhem na luta para trazer essa pessoa de volta. Vamos criar o movimento: Volta Cunha, o Brasil precisa de você!!!

Anônimo disse...

Peralta parece nome de mortadela. Mortadela Peralta ...
Mas daquelas muito vagabundas....

Unknown disse...

Engraçado, eu acho que PT, PCdoB e outros lixos da esquerda são o atraso do Brasil, a dupla socialismo-comunismo nunca deu certo em lugar nenhum do mundo, não ia ser aqui que iria funcionar. Golpe quem deu foi o PT e demais tralhas da esquerda que roubaram e afundaram o país na sua maior crise. Pqp, o PT é o câncer do Brasil... aliás, câncer, AIDS, derrame, infarto, aneurisma, septicemia...

Unknown disse...

Bem, a verba para a esgotosfera acabou, vamos ver até quando o Davis vai ficar aqui latindo sobre golpe...

Anônimo disse...

Respeite o Davis Sena Filho. O blog é dele, portanto deve e merece expor suas opiniões aqui.
Jamais ser questionado sobre espaço público na internet.
Dilma assinou - senão o Marco Regulatório da Imprensa - pelo menos o Marco da Internet.
No mais, é risível achar que foi golpe. Pois o povo votou no vice, escolhido, aceito, conversado por ela também.
Se o vice fosse Tiririca, também assumiria.
O Supremo e o Senado avalizam.
Não há distúrbios nas ruas.
E o principal:
Coxinha é muito, mas muito mesmo mais gostoso que mortadela.
Mesmo com manteiga e pão quentinho.
O PT se enlameou, mas o espaço e o respeito com as opiniões devem ser absolutamente livres.
babalu

Horácio Peralta disse...

Baba-Curso, que papo é esse de mortadela? Cuzão, você é da classe mérdia e fica arrotando cretinice, porque és um pé rapado de crasse mérdia. Você vai ver seu cuzão a trolha que vai te pegar. Coxinha analfabeto e golpista.

Horácio Peralta disse...

Aí, Baba-CU, pare de pensar, porque se você pensar vai poluir o ambiente como se fosse esgoto cheio de merda. Não respire também, senão você peida.

Anônimo disse...

Na minha humilde opinião, o sr é um caso clássico de quem conseguiu ser alfabetizado embora não merecesse...Quem pensa bem, como o Davis, escreve bem.Quem pensa muito, mas muito mesmo mal como o sr, deixa impresso sua torpez.
E realmente prefiro os porteiros viajando a Nova Iorque a rodo, como o Davis pregava, do que comendo mortadela. Prefiro coxinha.
babalu

Anônimo disse...

O golpe é tão escroto , sujo e bandido que até este jornal teve de reconhecer:O jornal The New York Times traz em sua edição de sábado (14) um extenso editorial onde tece duras críticas aos políticos do Brasil.

Na matéria, o NYT descreve os legisladores como personagens teatrais dramáticos, que aparecem diariamente na TV com falas sem conteúdo, muitas vezes com erros de concordância gritantes da língua portuguesa, péssima aparência e comportamento inadequado.

Na reportagem, o jornal norte-americano fala que o elenco composto por 594 figuras, inclui suspeitos e acusados de assassinato e tráfico de drogas, ex-jogadores de futebol, um campeão de judô, uma estrela da música country, um comediante e um participante de reality show, além da estranha composição do Partido da Mulher Brasileira, somente com membros do sexo masculino.

Jornal ridiculariza membros do Congresso brasileiroJornal ridiculariza membros do Congresso brasileiro
O New York Times conclui que dificilmente outro país poderia competir com o Brasil no quesito de estranheza na escolha de seus legisladores. Vale destacar que mais da metade dos membros do Congresso enfrenta algum tipo de processo, desde de casos de recebimento de propina para facilitação de contratos públicos, até crimes graves, como sequestro ou assassinato.

O mais absurdo, conta o NYT, é que na linha de sucessão á presidência do Brasil, todos estão envolvidos em escândalos. Desde o presidente interino Michel Temer, até o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, recentemente afastado do seu cargo e também seu substituto. O presidente do Senado também está sob investigação, e quase todos são alvo de suspeitas de participação na operação lava-jato, acrescenta o The New York Times.

Anônimo disse...

Patético...na verdade o PMDB, o DEM, o PSDB, etc...enfim os partidos e eleitores da direitalha -sempre golpista - foram, são e serão o eterno atraso do Brasil, pois são a Casa Grande e seus quase 400 anos de perversa escravidão, que não admitem perder a senzala. Os direitopatas são "o câncer do Brasil... aliás, câncer, AIDS, derrame, infarto, aneurisma, septicemia"

NILTON CESAR JORGE disse...

Só esqueceu de mencionar que o NYT também menciona a escolha de Dilma por Michel Temer como vice, a coalizão PT/PMDB, também menciona o envolvimento do Lula na compra de apoio politico e o Petrolão. Ah também fala do sistema de propina e do envolvimento da Dilma, porem até o momento sem acusação...até o momento.
A ideia do artigo não foi mencionar golpe mas sim o ridículos que é nossa politica e nós mesmos, que seguimos votando em idiotas corruptos incapazes de governar.
Emboras os próprios americanos não são melhores, veja o caso de Donald Trump.
"A reputação da classe política no Brasil realmente não pode ir mais baixo" - Timothy J. Power...deveriam ter dito... no Brasil e na America...
Independente disso...A Dilma escolheu seu vice, escolheu a coalizão com PMDB, apoiou financeiramente enquanto tinha apoio. Teve Delicio como braço direito, assinou sobre Passadena, assinou por Graça Foster, obstruiu a justiça no caso Lula, alem de ser FEIA PRA DIABO...credo em cruz...ao menos com o Michelzinho temos como primeira dama a MARCELA LINDA TEMER.Agora da licença povo cego, o problema vai continuar pra sempre se continuarem omitindo e defendendo ao envés de reagir...Alias começo a desconfiar que todos os que escrevem aqui comentários a favor da Dilma/Lula/PT, tem algum vinculo com o governo ou a politica.

Anônimo disse...

Tenho certeza de que o Nilton Cesar tem algum vínculo com o desgoverno interino, uma vez que está delirando a respeito dos admiradores do grande jornalista Davis Sena. O bom e o mal julgador por si se julga...De minha parte, não acredito em políticos de quaisquer partidos, embora saiba que há ruins e péssimos. Tento escolher os ruins.

NILTON CESAR JORGE disse...

Bom dia pobre rapaz sem nome. Não tenho vínculo político, só alguns amigos tanto de um lado como de outro. Sou trabalhador, representante comercial, químico, filho de boias frias, que só estudou porque os empresários para quem trabalhei sempre pagaram meus estudos. Então não vejo ricos como inimigos, assim como não vejo pobres gerando empregos. O mundo precisa da União entre classe trabalhadora, empresários e políticos. É precisamos que mais e mais deixem a pobres a e conquistem uma vida melhor por seu trabalho e esforço. Não importa de que partido venha esse incentivo. Mas sempre serei contra aqueles que nivelam por baixo, que limitam as oportunidades para controlar o povo, que colocam os ricos como inimigos do povo. Mesmo sendo comunista de coração, sei que neste mundo absurdo que vivemos jamais vai funcionar...Assim como esse socialismo de Republica Bananeira como vcs gostam de dizer, também não funciona. Olhem os países que se colocaram a favor do governo deposto. Só o apoio delez já mostra que tem coisa errada. Conheço todos, sei de onde veio a verba dessa turma, sei com quem se relacionam e como tratam seu povo.