Google+ Badge

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

O jogo sujo contra o Mais Médicos

Por Davis Sena FilhoBlog Palavra Livre


O porta-voz dos latifundiários brasileiros, deputado Ronaldo Caiado (GO), político de extrema direita filiado ao DEM — partido herdeiro da golpista UDN — apareceu com uma médica cubana a tiracolo. A médica é considerada pela imprensa burguesa uma “dissidente”, como se ela em algum momento tivesse sido perseguida politicamente no Brasil ou fosse obrigada a trabalhar como “escrava”, conforme publicações de má-fé no site oficial do PSDB e de alguns jornalões e revistas de direita, que, sistematicamente, tentam sabotar o Programa Mais Médicos por causa de interesses eleitorais e corporativistas.

Contudo, o direitista Caiado não se aguentava de satisfação. Parecia que o latifundiário goiano tivesse ganhado um prêmio bilionário sozinho em loteria de Las Vegas, pois seu riso era de júbilo e escárnio, bem como sua maneira mequetrefe de aparecer na mídia conservadora realmente encheu os olhos dos médicos coxinhas encastelados no Conselho Federal de Medicina (CFM), cujo presidente, Roberto Luiz d'Ávila, dá o tom oposicionista e corporativista a um programa de governo que visa, sobretudo, atender às reivindicações das manifestações de junho de 2013, que exigiam, dentre outros pleitos, o aumento no número de médicos para atender à população, principalmente às pessoas que moram nas periferias das grandes cidades e nos rincões do Brasil.

O Mais Médicos é composto por profissionais de diferentes nacionalidades, inclusive por médicos brasileiros que se dispuseram a ingressar no programa. Todavia, a direita se interessa apenas pelos profissionais cubanos, por questões ideológicas de fundo mesquinho, pois o propósito é fazer com que o Mais Médicos não conquiste a simpatia e a admiração do povo brasileiro, porque entidades como os CRM, o CFM, a Associação Médica Brasileira (AMB) lutam contra a democratização da medicina e a direita partidária, aliada à imprensa de negócios privados, consideram que o fracasso do programa vai beneficiá-los eleitoralmente.

A derrota do Mais Médicos representa para esses grupos conservadores, que historicamente não têm quaisquer compromissos com o desenvolvimento do Brasil e a emancipação do povo brasileiro, a derrota do PT e do Governo trabalhista, além de eleitoralmente significar um fator bastante negativo à candidatura do ex-ministro da Saúde e candidato do PT ao Governo de São Paulo, Alexandre Padilha, que está a efetivar caravanas por todo o estado bandeirante, a discutir os problemas da saúde, da educação e da segurança, além de prometer efetivar suas propostas se, porventura, for eleito em outubro deste ano pelo povo paulista.

A direita sabe que o Estado de São Paulo é essencial para sua sobrevivência política, e programas, a exemplo do Mais Médicos, são pedras nos sapatos do PSDB e da imprensa de mercado, arco e flecha da direita brasileira, uma das mais poderosas e violentas do mundo e que não mede esforços e consequências para retornar ao poder, controlar o Governo Federal, e, consequentemente, sonegar o acesso ao bem-estar social ao povo brasileiro, como sempre fez no decorrer de 514 anos de história deste País e quer continuar a fazê-lo.

Por isto e por causa disto, é que uma simples desistência de uma médica cubana se torna uma novela pastelão, de péssimo enredo, cujo ator principal, roteirista e diretor é o extremado à direita, deputado Ronaldo Caiado, um dos caciques do DEM, chefão latifundiário da União Democrática(?) Ruralista-UDR e que luta, ferrenhamente, contra a reforma agrária e quaisquer ações que visem a igualdade social e o direito a oportunidades. Ronaldo Caiado é radical e pessoa influente, porque tem relações importantes no Brasil e no exterior com entidades civis e partidos de direita. Como chefe da UDR, boicotou e sabotou, de todas as maneiras, a Constituinte e, radical que é, afrontou os parlamentares que desejavam uma reforma agrária mais ampla, bem como não escaparam de sua fúria e desfaçatez até os políticos moderados, no que tange à reforma agrária.

Médico, o deputado líder do DEM – o pior partido do mundo – é um dos próceres na Câmara em defesa dos interesses econômicos do sistema privado de Saúde, como o são também os doutores CRM, CFM e AMB, onde, por “coincidência”, está a trabalhar a médica cubana, Ramona Rodriguez, aquela que pediu asilo no Brasil por se sentir perseguida, pasmem: no Brasil! Ela contou uma história rastaquera que estava a ser perseguida pela Polícia Federal. A mesma “perseguição” da qual foram vítimas os boxeadores cubanos no Pan-Americano de 2007, no Rio de Janeiro.

A partir daí, a delegação cubana sofreu inúmeros constrangimentos e desrespeitos da imprensa conservadora, à frente a Globo, sendo que depois de algum tempo os boxeadores voltaram para Cuba, bem como ficou comprovado que os atletas foram aliciados por um empresário alemão picareta, que, após os episódios usados politicamente pela imprensa corporativa, saiu “fora” e as coisas voltaram à normalidade. O mesmo processo descarado se repete com os médicos cubanos, profissionais altamente qualificados em universidades cubanas mundialmente respeitadas, pois reconhecidos pela dedicação e competência em âmbito planetário.

Por isto e por causa disto, os médicos formados em Cuba recebem assédio do mercado privado de saúde em todos os países onde trabalham mediante contratos firmados entre os governos e organizações conhecidíssimas e respeitadas como a Opas e a OMS. Contudo, o mundo, apesar da queda do Muro de Berlim, continua com suas ideologias, preconceitos e interesses políticos e econômicos. A luta ideológica nunca cessou, e Cuba é um país ícone e fortemente simbólico por ser socialista para o mundo ocidental capitalista, a ter os Estados Unidos como a locomotiva do capitalismo e que não tolera, de forma alguma, que qualquer país mude seu regime político e econômico ou que queira ser autônomo e independente, como ocorre com Cuba, uma ilha que fica a poucos quilômetros da Flórida e que no passado era o quintal de lazer, entretenimento, jogos e prostituição dos ricaços norte-americanos e cubanos, que até os dias de hoje não se conformam com a ascensão de Fidel Castro ao poder em 1959.

Cuba sempre foi boicotada e sabotada. Desde 1962 sofre com um embargo econômico e financeiro dos Estados Unidos, que se rogam a polícia e o judiciário do mundo e fazem o que querem em termos de ações e atos ilícitos em termos mundiais, porque a ONU e outros órgãos internacionais não passam de “rainhas da Inglaterra” para os yankees, que recorrentemente agem de forma unilateral e dessa forma procedem até quando invadem, bombardeiam e saqueiam países, a exemplo do Iraque, do Afeganistão, da Líbia e agora tentam, de maneira dissimulada e manipulada, fazer a mesma coisa com a Síria e a Ucrânia, este último a tratar com uma direita feroz que pretende derrubar um governo eleito e que não pretende e nunca pretendeu se alinhar aos interesses dos Estados Unidos.

Para quem não sabe, o governo estadunidense criou o visto Cuban Medical Professional Parole (CMPP). Tal visto foi criado em 2006, no governo de direita e de ações unilaterais do presidente George W. Bush, que certa vez se autodenominou “o senhor da guerra”. Evidentemente, os EUA sabem que os médicos cubanos são profissionais gabaritados, com formação sólida, além de formados em um país socialista, realidade esta que é extremamente simbólica às oligarquias e ao grande capital norte-americano. Não existe visto similar para outras nacionalidades, especificamente aos médicos.

Quando eu vejo os doutores CRM, CFM e AMB a questionar a capacidade técnica e profissional dos médicos cubanos, realmente me dá uma vontade de rir como nunca senti na vida. Considero pilhéria, bazófia, gozação, deboche ou coisa do tipo quando vejo médicos brasileiros, do alto de suas arrogâncias e prepotências, a se comportar como verdadeiros coxinhas mimados e tomados pelo preconceito que os levam ao ódio, como ocorreu nos aeroportos deste País quando somente os médicos cubanos e não os outros estrangeiros foram xingados, vaiados e chamados, hediondamente, de escravos. É o fim da picada. E é por isto que o Governo trabalhista resolveu atender as vozes das ruas e, por seu turno, pôr em prática o Programa Mais Médicos.

A crise na saúde é possuidora de várias questões e procedimentos levados ao longo do tempo. E uma dessas questões, além do pouco caso de governos anteriores que se dedicaram a fortalecer e a privilegiar a saúde privada, como fizeram também com a educação, é que os médicos brasileiros, sem generalizar, tornaram-se meramente em agentes dedicados ao lucro, ao dinheiro e aos seus interesses pessoais. Quando algo entra em crise anacrônica como é o caso da saúde no Brasil, muito também se deve aos procedimentos e à conduta dos médicos e dos servidores e profissionais que no segmento trabalham.

Milhares de médicos neste País cuidam apenas de suas vidas particulares, de seus consultórios, bem como se preocupam apenas com o emprego em entidades de saúde privadas. Faltam ao trabalho, assinam o ponto e vão embora e tratam mal ou são omissos ou atendem com desleixo e impaciência os pacientes que sentem dor e querem um atendimento humanizado. O cidadão também é responsável para que possamos ter uma sociedade mais civilizada e solidária. E, francamente, não é o caso de inúmeros médicos, que somente pensam em dinheiro e levar uma vida de bem-estar. Isto é fato. Ponto! É uma vergonha o que se vê nas televisões e na internet quando médicos trapaceiam em seu trabalho ou tratam mal os que estão enfermos e fragilizados.

Tudo isto acontece porque vivemos em uma sociedade de consumo, individualista, gananciosa e, por sua vez, dedicada ao hedonismo. Grande parte dos médicos brasileiros não está nem aí para o sistema de saúde e, por conseguinte, recusa-se a trabalhar nos rincões do Brasil, em suas periferias, bairros longínquos e favelas. Não querem interiorizar o direito à saúde, mas entram em contradição quando se mostram contra ao Programa Mais Médicos. É isto mesmo. Não querem trabalhar no interior e nas periferias, porém, tem a cara de pau de se insurgir contra um programa que deu certo, apesar de algumas desistências, que, evidentemente, não vão prejudicar a rotina diária de atender milhões de brasileiros, que antes não recebiam atendimento profissional de um médico.

O senhor latifundiário e médico Ronaldo Caiado, o DEM, o PSDB, os doutores CRM, CFM e AMB e os magnatas bilionários de imprensa, com a cooperação política de alguns promotores e juízes coxinhas, podem alardear à vontade e mentir sobre os Programa Mais Médicos, mas o povo brasileiro sabe onde aperta o sapato, bem como compreende que sua vida melhorou nos últimos doze anos. Volto a repetir: são insignificantes as desistências. Atualmente, são 6,6 mil médicos a trabalhar por intermédio do programa governamental. Desses, 4,5 mil são cubanos. De acordo com o Ministério da Saúde, mais 2.890 médicos vão começar a trabalhar em março, sendo que dois mil são de Cuba, país exemplar em medicina e que tem know how em enviar médicos para atender em todo planeta quando os governos solicitam cooperação.

Enquanto Cuba envia médicos aos países, os Estados Unidos e as potências europeias enviam soldados. Esta é a diferença. O pedido de asilo da doutora Ramona tutelada pelo doutor UDR Caiado é no mínimo estapafúrdio e sem noção. E explico por quê? Como alguém se diz perseguida em um país e pede asilo no mesmo país em que vive e trabalha? Já que o assunto são os doutores, somente o doutor Sigmund Freud explica. Ou talvez os comentaristas, analistas e colunistas de prateleiras da imprensa que detesta o Brasil e tem preconceito contra o que é popular. É a imprensa alienígena. O doutor UDR Caiado, os doutores CRM, CFM, AMB, a imprensa de mercado e o PSDB jogam sujo, e o nome do jogo é Eleições 2014. É isso aí.          

34 comentários:

Jorge Marcelo disse...

Esse Mais Médicos é uma vergonha! Deveria se chamar Menos Médicos. Tá todo mundo desistindo desse programinha fajuto, que paga cerca de R$ 1.500 para profissionais de nível superior, vindos de países menos desenvolvidos. E os caras ainda dizem que fazem um governo valorizando a classe trabalhadora.

ADRIANO ALMEIDA disse...

O reacionário é um analfabeto funcional. Um imbecil útil.

João Márvio disse...

Davis, mais um texto que define com precisão os médicos deste país, suas instituições, a imprensa e os políticos de direita. E mais uma vez o imbecil e débil mental direitista João Marcelo fala merda e por isso o ambiente fede. Vou repercutir seu digno e inteligente texto por todas as redes sociais que tenho acesso. Um grande abraço.

renildo andrade disse...

s

renildo andrade disse...

Esse joão marcelo é analfabeto, a mãe dele teve uma diarreia, o medico brasileiro receitou imosec, quase a veia morre com infecçao. O medico cubano solicitou um exame de fezes, detectou a bactéria , e medicou a desgraçada, ela ficou boa. Agora vem esse verme do filho falar merda

renildo andrade disse...

EU CONHEÇO BEM OS MÉDICOS BRASILEIROS. AS CLINICAS PARTICULARES DÃO PROPINA A ESSES DESGRAÇADOS, PARA QUE ELES DANIFIQUEM OS APARELHOS DE TOMOGRAFIA E RESSONANCIA DOS HOSPITAIS PÚBLICOS. SÃO UNS VERDADEIROS DESONESTOS, BATEM PONTO E VÃO EMBORA, GANHAM 5MIL PARA TRABALHAR 20 HORAS. SAFADOS, NA BAHIA TÁ CHEIO DELES. JÁ PENSOU SE TODOS OS EXAMES EM HOSPITAIS PÚBLICOS!! AS CLINICA IRIAM A FALÊNCIA. MÉDICOS BRASILEIROS NÃO TEM MORAL PARA SE MANIFESTAR

lugab disse...

O Blogueiro diz q o Mais Médicos surgiu depois dos eventos de junho/2013, porém, todos os cubanos disseram que estavam sendo preparados em Cuba desde 2011. O Mais Médicos é só uma das formas de infiltrar propagandistas do PT e de Fidel nos lugares escolhidos para virarem curral eleitoral do PT

Nick disse...

lugab é mais um lunático reacionário a aparecer por aqui e sem capacidade intelectual e cognetiva para analisar o texto de forma lúcida. Texto que por sinal deixa transparente a malandragem e a safadeza dos conservadores tucanalhas, que não querem que o Brasil avance.

Anônimo disse...

caro davi,
nessa estória do assassinato do cinegrafista da bandeirantes, a prisão dos suspeitos, o possível envolvimento de partidos políticos e o protagonismo da ex-musa da veja, a manifestante sininho, estão esquecendo da rapaziada do "fora do eixo" e da "mídia ninja" tão próximos dos blakc blocs.
ué, desapareceram? ou estão na moita? onde anda esse povo?
abçs
carlos-fort-ce

Henrique R disse...

Os "Mais Médicos" foram vaiados e chamados de escravos de um Estado comunista assim que desembarcaram no Brasil.

Aí eles foram para os cantos mais pobres do país - uns 5.400 médicos cubanos.

E NOS CANTOS MAIS POBRES DO PAÍS, FORAM E ESTÃO SENDO SAUDADOS COMO UMA BÊNÇÃO.

Henrique R disse...



“Há doenças aqui das quais eu só lia em livros, como a lepra (hanseníase), que já não existe mais em Cuba”, disse a Dra Dania Alvero, de Santa Clara-Cuba, mesclando palavras em espanhol e português. Ela está no interior da Bahia.

Será que algum médico brasileiro se candidata!?

Henrique R disse...

“Brasil precisa de médico especialista em gente” - disse o Dr Adib Jatene apoiando o Mais Médicos.

Henrique R disse...

Em 2012 a mortalidade infantil em Cuba continuava sendo 4,6 por cada mil nascidos vivos, menor que o índice de Canadá e dos Estados Unidos.

Henrique R disse...

Afinal! O médico brasilerio está com medo de que?

Será que acham que vai definhar a medicina 'mercantilizada' e/ou privada!

Henrique R disse...

Como é fácil colocar um jaleco branco e sair fazer passeata.

Como é difícil colocar um jaleco branco e ir atender os pobres!

Henrique R disse...

O programa Mais Médicos atrai médicos cubanos, portugueses e espanhóis, e a gritaria é somente em relação aos médicos cubanos.

Será que somente os médicos cubanos precisam revalidar diploma?

Henrique R disse...

Os 'grêmios' médicos brasileiros não podem se ater somente a medicina de mercado.

O principal é o interesse público, é como se produz saúde socialmente.

Os profissionais médicos brasileiros esqueceram o juramento ou não o fizeram.
O juramento de Hipócrates diz que médicos só são por vocação e não por dinheiro.

Já o CFM/CRM é por financeiro.

Henrique R disse...

- o que o CFM/CRM faz para os inúmeros erros médicos no Brasil?

- o que o CFM/CRM faz para médicos que batem ponto e vão atender em seus consultórios? (médica da prefeitura de S.B. do Campo)

- o que o CFM/CRM faz com os dedos de silicone que batiam os pontos médicos em Ferraz de Vasconcellos/SP?

- o que faz o CFM/CRM com os médicos do Hosp Leonor Mendes Barros que batem ponto e vão embora sem trabalhar? (reportagem do SBT)

- será que as práticas médicas acimas, no Brasil, o CFM/CRM investiga?
Ou eles só proibem os médicos cubanos?

Henrique R disse...

O humanismo, a solidariedade com as populações carentes não existe para 'nossos doutores(?)' do CFM/CRM!

Os médicos cubanos são acusados de tudo que é tipo de despreparo.

ENTÃO!

- Por que Cuba mantém, há vários anos, indicadores de saúde de primeiro mundo?

- Por que a medicina cubana é reconhecida mundialmente e pela ONU?

- Por que SÓ eles ficaram no Haiti e lá salvam milhares de vidas?

Henrique R disse...

O nojento do CFM/CRM é que no Brasil ainda há brasileiros que morrem de diarréia, verminose e por deficiência de higiene!

Os que reclamam, certamente, possuem um ótimo plano de saúde e receberam orientações sobre práticas higiênicas.

As regiões mais periféricas do Brasil são totalmente desassistidas.

A melhor medicina preventiva do planeta quem realiza são os cubanos.

Esta medicina preventiva é a mais barata e é a que melhor diminuirá os custos médicos básicos do País.

Anônimo disse...

Esse blog é um hospício, cheio de analfabetos funcionais. Defender a escravidão e a servidão por ideologia é hipocrisia. Esquerdistas patológicos!! Acordem!!!! o PT morreu.
Defender a exploração de pessoas de qualquer nacionalidade é ser cretino. Mas os loucos ideológicos aponto como certo. É novamente os fins justificando os meios. Milhões de pessoas já morreram por causa dessas ideologias esquerdistas.....

Henrique R disse...

O povo abandonado, sem médico, esses é que são os escravos.

Olavo disse...

Esse Anônimo acima é apenas um bobalhão que não sabe para onde aponta o nariz. Além de covardão, é claro. Como os textos do grande jornalista Davis Sena Filho incomodam esses coxinhas de direita.

Anônimo disse...

Lamentável este blog!

Anônimo disse...

Uiuiui....como os médicos brasileiros são malvados....como os políticos do PT são bonzinhos....vão levar médicos para os pobres onde esses filhinhos de papai não querem ir.... será que vocês não se ouvem! Não enxergam! Tudo bem que são militantes de um partido.....mas vocês estão destruindo o país!

Henrique R disse...

O Programa Mais Médicos para o Brasil segue os moldes de muito êxito da Inglaterra, Bélgica e Suécia.

Adib Jatene - ex-ministro da Saúde - foi um dos primeiros defensores da passagem obrigatória pelo SUS para a formação médica.

Na Inglaterra o NHS (National Health Service) é o nome do sistema de saúde público, o equivalente ao SUS do Brasil. Emprega 1.3 milhões de pessoas, atende a 1 milhão de pacientes a cada 36 horas e é considerado a maior estrutura de saúde pública do mundo.
...
Não precisa ser partidário para informar-se com argumentos.

Henrique R disse...

Resultado do último REVALIDA/2012 (fonte INEP/MEC)
Taxa de aprovação:
1º Venezuela 27%
2º Cuba 25%
3º Argentina 20%
4º Peru 13%
5º Colômbia 10º
6º BRASIL 7%
7º Bolivia 6%

O QUE DIZEM OS MÉDICOS DE PASSEATAS E OS AMESTRADOS?

Henrique R disse...

A HIPOCRISIA DA MÍDIA E SEUS AMESTRADOS DESPROVIDOS DE INFORMAÇÃO E/OU BURROS

Na época, por autorização do ministro da Saúde José Serra (aquele da atômica bolinha de papel!), ainda no governo de FHC, médicos cubanos foram autorizados a atender a população brasileira em vários pontos do País.
Em 2005, quando a autorização de permanência dos cubanos no Estado de Tocantins se encerrou, uma parcela da população chegou a correr até o aeroporto para impedir que eles fossem embora.

Seria isto uma escravidão e uma servidão por ideologia?
Seria isto uma hipocrisia do zé chirico serra?
O zé chirico serra era um esquerdista patológico?
O zé chirico serra era um vretino por ter autorizados médicos cubanos a atenderem no Brasil?
Por que na época do zé chirico serra ninguém se manifestou contra os cubanos?

ISTO É PROIBIDO FALAR NA MIDIA GOLPISTA E SEUS AMESTRADOS BURROS!

Marcos Lúcio disse...

Mais um gol de placa do grande Davis, este irretocável post.O Luís Fernando Veríssimo, lucidamente, disse:"Inacreditável é que a reação mais forte à vinda de médicos estrangeiros para suprir a falta de atendimento no interior do Brasil venha justamente de associações médicas"

Anônimo disse...

Coxinha.....kkkkkk.........somente uma mente deturpada e hipócrita poderia criar tal verbete....
Vocês desejam criar uma luta de classes no Brasil, mas de que lado vocês estarão, esquerda caviar? Quem irá lutar suas guerras, direita Mc qualquer coisa? Quem financiará suas causas, esquerda Prêt-à-porter? Quem será o idealizador da grande causa, esquerda Lacoste?
Não precisa responder.....primeiro irei te indicarei vários livros, alguns de pensadores de esquerda (sic), uns tantos documentários e diversos artigos científicos. Então em 5 anos poderemos voltar a conversar.
Até lá você será apenas mais um idiota útil para aproveitadores de falso pensamento marxista (que nunca o leram)..........

Augusto disse...

Se enxerga, seu merda anônimo. Você não tem coragem de assumir seu próprio nome quanto mais ter condições de debater qualquer coisa.

Anônimo disse...

Debater............Qual dialética um lobotomizado poderá utilizar, esquerda luxuriosa?
Mas não se preocupe, eu irei continuar a trabalhar, estudar e empreender , gerando empregos diretos e indiretos, pagando meus impostos e sustentando o seu ócio, a sua bolsa cientifica, a sua passagem, a sua saúde universal, Oh esquerda estudante profissional!
Quem sabe algum dia vocês comecem a produzir alguma coisa útil, mas eu sinceramente não espero muito, apenas o mínimo de retorno sobre o meu investimento, Oh esquerda glamorosa!
E deseja saber quem eu sou: um brasileiro honesto, trabalhador, estudante não profissional, empresário bem sucedido, e um conservador liberal (graças a Deus).
E vc? Esquerda de direitos seletivos! Escravocrata! Fascitoides! Cegos de direitos! Ninguém foge para Cuba, todos fogem de Cuba e agora Venezuela......Espero a fuga em massa de vocês para esses paraísos sobre a terra e lá implantem as suas maravilhosas teorias. Mas uma pergunta não irá calar: quem vai trabalhar e pagar o seu ócio? Oh esquerda suprema!

Anônimo disse...

KKKKKKKKK.................EXCELENTE

Anônimo disse...

Em sentido estrito, merda é resultado do processo digestivo e refere-se às fezes expelidas por um organismo vivo, usualmente expulsas do corpo pelo ânus. Quem você diria que foi expelido? Eu ou o Senhor?
Se for eu, então sou o resultado da opressão social, vitima da usurpação dos órgãos de repressão, estou virando suco......
Se for você quem expeliu, então eu sou o produto do meio na qual você se alimenta, de tudo que entra por sua boca, mas o mau não entra pela boca, certo?
Sua cabeça neste momento deve estar entrando em parafuso tentando entender a condição freudiana do aspecto subcultural da sua falta de argumentos válidos. Não se preocupe, ligue a televisão e assista um desenho animado ou o BBB não o BB. E animo!!!!!esquerda globalizada!