Google+ Badge

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Mensalão é farsa e Joaquim Barbosa e imprensa são derrotados



Por Davis Sena Filho Blog Palavra Livre


O “mensalão” do PT, se algum dia existiu, é e sempre será uma farsa jurídica e política. Até hoje o que se denomina “mensalão” não foi comprovado, porque se trata, na verdade, de um processo levado a cabo por juízes políticos e conservadores, com o apoio de uma imprensa de mercado com histórico golpista e que efetivou o linchamento sistemático de pessoas e partido a quem a mídia empresarial considera seus “inimigos”, neste caso o PT e os governos trabalhistas dos presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Com a derrota de juízes ideologicamente de direita, no que concerne à votação do julgamento dos embargos infringentes contra a condenação por formação de quadrilha, principalmente dos presos petistas, os juízes midiáticos, a exemplo de Gilmar Mendes, Marco Aurélio de Mello, Joaquim Barbosa e Luiz Fux perceberam que a composição dos membros do STF mudou, como o disse quase chorando o juiz Mendes, que há anos exerce suas funções em um Tribunal de maioria conservadora e disposto a rivalizar, equivocadamente, com os Poderes essencialmente políticos, a exemplo do Congresso Nacional e o Palácio do Planalto.

Contudo, a Presidência da República depois de beber durante anos o amargo licor de ter nomeado juízes e procuradores conservadores em quase impositivas listas tríplices apresentadas pelas categorias dos promotores e dos juízes, resolveu indicar pessoas que se atem às questões jurídicas, aos autos dos processos, que procedem de forma legalista e não fiquem a fazer chicanas e a fomentar querelas, muitas delas criadas propositalmente, pois a finalidade é desestabilizar o Governo do PT, além de criar situações que propiciem dúvidas à população, de forma que ela desconfie do Governo trabalhista e, quiçá, passe a ficar contra o governo e apoiar, por exemplo, as prisões de pessoas que foram encarceradas sem suas culpabilidades comprovadas.

E isto foi feito e conseguido, porque parte significante da classe média coxinha de caráter conservador e preconceituoso e que nunca aceitou a ascensão dos pobres à classe média e jamais concordou com os inúmeros programas sociais que retirou milhões de brasileiros da miséria ou da linha de pobreza continua — independente de quaisquer argumentos e provas contundentes, como a realidade de que José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares estão presos sem a culpa comprovada — a considerar que prisões determinadas à margem da lei e dos autos dos processos são legais, o que, sem sombra de dúvida, deixa de joelhos o estado democrático de direito, bem como são rasgadas as páginas da Constituição.

Muitos dos implicados no “mensalão” foram presos mediante a utilização da teoria do domínio do fato, que considera, por exemplo, uma pessoa que ocupa cargo de autoridade e mando responsável se, porventura, seus subordinados tenham cometido ilegalidades e ilicitudes, o que a obriga a ter conhecimento de tais ações, mesmo se não o tiver. É um absurdo. O fim da picada, porque manda às favas o princípio da inocência, bem como deixa qualquer cidadão brasileiro à mercê de promotores, procuradores e juízes, que se transformaram, perigosamente, em investigadores, acusadores e julgadores, conforme seus ditames, valores, princípios, crenças, interesses e ideologias.
   
Por seu turno, a maioria dos juízes que votou contra a formação de quadrilha demonstrou que é legalista e que não há mais espaço para juiz fanfarrão, midiático e inconfessavelmente político, que desrespeita as normas do Tribunal, inclusive o decoro, e muito menos se atem ao Código Penal e à Constituição, porque fizeram de seus cargos um trampolim de seus interesses políticos e partidários, assim como se aliaram ao PSDB e, irrefragavelmente, à casa grande, dona de terras e empresas e que até hoje não se conforma com as vitórias eleitorais do PT e de seus candidatos.

O sintoma da derrota dos juízes direitistas foi notório quando o porta-voz da família Marinho, bem como de outros grupos familiares midiáticos, o “imortal” Merval Pereira, antecipou-se ao julgamento e reconheceu que não daria mais para manter a bazófia jurídica que um grupo de juízes da ativa, além de alguns recentemente aposentados, a exemplo de Ayres Britto e Cezar Peluso, resolveram fazer política para beneficiar os interesses da imprensa de negócios privados e de partidos de direita, representados pelas siglas PSDB, DEM e PPS, que há três eleições presidenciais consecutivas são derrotados, porque o povo sabe que quando essas agremiações controlaram o poder federal nem sequer geraram empregos, o que é o mínimo, bem como levaram o Brasil à bancarrota, porque tivemos de sofrer a humilhação de pedir três vezes esmolas ao FMI.

Contudo, o ódio, o inconformismo e o autoritarismo da imprensa burguesa e de tradição golpista se transformou, ontem, em derrota, porque as famílias midiáticas e seus empregados porta-vozes sabem que o julgamento dos embargos infringentes deu uma nova conotação ao julgamento do “mensalão” e das pessoas que estão presas. Além disso, notei que a burguesia em geral, os pequenos burgueses (classe média coxinha), os donos do sistema midiático privado e seus capatazes e feitores não aceitaram a decisão do STF quanto à rejeição do crime de formação de quadrilha contra os réus petistas.

Todavia, quando os petistas foram acusados, julgados e presos esses mesmos grupos conservadores, políticos e empresariais afirmavam aos berros que decisão judicial não se discute, cumpre-se, e fim de papo! Só que pau que bate em Chico bate também em Francisco ou Pimenta nos olhos dos outros é refresco, pois os embargos infringentes contra a acusação de crime de quadrilha foram aceitos, de forma livre e autônoma, pela maioria dos juízes do STF e, consequentemente, a direita brasileira e todos seus matizes vão ter de aceitar o que ela pregava, ou seja, não discutir as decisões da Justiça.

Por sua vez, o caso do “mensalão”, o do PT, aquele que nunca foi comprovado, porque nunca existiu tal qual quer fazer crer a direita partidária e a imprensa alienígena, toma agora outra dimensão e abre novas frentes de questionamentos importantes e sérios, como a questão da formação de quadrilha, pois, se não há a constituição de um bando organizado, como fundamentar que José Dirceu era seu líder, que tinha por intenção um projeto de manter o seu grupo político ou o PT no poder?

Aí está o cerne da questão e a consequente raiva e inconformismo de juízes como Marco Aurélio de Mello, Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, que deitaram falação e deram entrevistas à imprensa privada, que, evidentemente, trataram de repercuti-las em seus jornais televisivos, principalmente no Jornal Nacional, que há dias contesta a derrota de “seus” juízes aliados e que, juntamente com os ex-procuradores Roberto Gurgel e Antonio Fernando de Souza, montaram uma armadilha para que lideranças petistas fossem processadas, presas e, por conseguinte, desconstruídas perante a Nação brasileira.

José Dirceu está preso em regime semiaberto e desde novembro é mantido enclausurado por um juiz de instância menor em Brasília e nomeado por Joaquim Barbosa para atuar como feitor e desse modo perseguir José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares. Dirceu é acusado de falar ao celular, fato este que foi negado pela própria direção do presídio e Delúbio teve o direito ao regime semiaberto suspenso logo após a derrota de Barbosa e de seus aliados juízes no STF. Vingança, perversidade e covardia na veia!

Não satisfeitos em perseguir os petistas há mais de oito anos, o linchamento moral continua, bem como as mentiras e as trapaças. A Rede Globo, o maior câncer do Brasil, persegue diuturnamente os presos sem comprovação de culpa. Agora a golpista e autoritária empresa resolveu acusar o governo trabalhista de Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal, de conceder regalias aos presos petistas — somente a eles, porque existem presos de outros partidos ou simplesmente empresários, como a banqueira do Banco Rural, mas a Globo jamais cita o nome deles, a não ser quando tem de fazer a constatação que há pessoas presas pertencentes a outros grupos políticos e empresariais.

Entretanto, o que mais incomoda à direita é que com a aceitação dos embargos infringentes e o fim da acusação de formação de quadrilha, outras questões do processo, certamente, também vão entrar no rol de questionamentos e, por sua vez, desmoralizar outros processos elaborados de forma ilegal e de má-fé orquestrados pela Procuradoria Geral da República dos tempos do condestável Roberto Gurgel e dos juízes políticos conservadores com carácteres de Torquemadas e um desejo de aparecer maior do que as das vedetes que tomam as passarelas dos carnavais.

A verdade é que o juiz Joaquim Barbosa e aliados tergiversam, manipulam, dissimulam e tentam trazer a população para seus lados, com o objetivo de angariar apoio popular. Acontece que a maioria do povo não é coxinha leitor da Veja, da Folha, do Globo e não fica a ouvir e a ver a ladainha embusteira dos “especialistas” de prateleiras da Globo e da Globo News. O povo tem coisa mais importante para fazer e sabe muito bem onde o sapato aperta e quem permitiu que suas vidas melhorassem nos últimos 12 anos. Ponto!

Além do mais, existe um imbróglio que não vai ser esquecido de forma alguma, que é o Inquérito 2474, que comprova, por intermédio de laudos e provas, a legalidade das operações formalizadas entre as empresas do empresário Marcos Valério, o Banco do Brasil e a Visanet (atual Cielo), que é, sem sombra de dúvida, o tendão de Aquiles do processo dos petistas, de alguns juízes Torquemadas derrotados do STF e do ex-procurador-geral e inquisidor medieval, Roberto Gurgel, que para o bem da Nação se recolheu à sua insignificância, pois não vai mais poder abusar do cargo em que mal se conduziu para fazer política e favorecer a oposição tucana e os inquilinos da casa grande.

O caso Visanet está às claras no Inquérito 2474 que o juiz Joaquim Barbosa o transformou em secreto. Os advogados dos acusados sempre bateram nessa tecla e a imprensa de negócios privados sempre tratou de esconder tal inquérito, pois nunca interessou a esse sistema de comunicação que odeia o Brasil dar destaque a algo que, evidentemente, vai livrar os condenados de serem acusados de usar dinheiro público para comprar os votos de deputados aliados ou simplesmente desviá-lo para um caixa 2.

A Visanet não é pública; é privada. Ponto! Se alguém acredita que juízes experientes, vividos e políticos como Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa e Marco Aurélio de Mello não sabem o que ocorreu no decorrer do julgamento do “mensalão” sem, no entanto, não aproveitar as informações pontuais do Inquérito 2474, que, certamente, dariam fim a fofocas e ao disse me disse da imprensa colonizada de caráter maledicente, deveria, no mínimo, rever seus conceitos, se olhar no espelho e perceber que foi enganado, não somente pela mídia de direita, mas, sobretudo, por funcionários públicos togados que criaram uma farsa política e jurídica para favorecer os adversários e inimigos do Governo trabalhista.

O “mensalão” é a maior farsa da República no século XXI. E o chororô da imprensa de mercado, dos juízes políticos, da casa grande e dos coxinhas é livre. Só não pode perseguir e guardar rancor no freezer. A Constituição não deixa. É isso aí.
 

39 comentários:

Jorge Marcelo disse...

Se o Mensalão é uma farsa jurídica e política, o Davis Sena Filho é uma farsa jornalística. Às vezes eu penso que o Davis é um fake do José Dirceu ou do Genoíno.

Alice Guimarães disse...

Esse escroque o Jorge Marcelo pode não concordar com o articulista, e poderia escrever e fundamentar seu pensamento em relação ao texto do Davis Sena. Mas cadê a competência, o conhecimento e o talento para escrever e pensar. Aí fica rebatendo as coisas xingando ou falando mal do Davis dos outros. Imbecil é imbecil e é o caso do jorge marcelo, nome que tem que ser escrito no diminutivo. Alma menor.

Eduardo Caprilles Caprilles disse...

jorge, pede pra joaquim barbosa tratar de suas HEMORRODIAS, já que vc esta com as suas hemorridias comendo os seus poucos neurônios.

M. Exenberger disse...

Estava claro desde o início que não existia formação de quadrilha. O PRIMEIRO erro do STF foi cometido em agosto de 2012. Naquele momento, eles resolveram julgar réus SEM DIREITO ao foro privilegiado, tarefa que NÃO É autorizada pela Constituição.

Anônimo disse...

E O POVO NÃO ABRE O OLHO NEM POR DECRETO. ATÉ UM BEBEZINHO VÊ QUE TUDO ISSO FOI ARMAÇÃO POLITICA. PESSOAS DE PODER ALIADAS A MÍDIA SUJA E GOLPISTA, COM INTENÇÃO EM ALGUM CARGO POLÍTICO...SE F....KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Mila Cardoso disse...

Davis, texto formidável. Você me tirou a dúvida de muita coisa, pode acreditar. Deve dar muito trabalho escrever um texto desta grandeza sem perder o fio da meada. Dou um exemplo entre várias dúvidas que seu texto me tirou: o caso Visanet e a luta de bastidores sobre os embargos infringentes. É muito difícil até pra classe média que se formou em universidade entender tudo isso, porque a manipulação da imprensa é muito grande. Obrigado, grande Davis Sena Filho. Você lavou a minha alma.

Anônimo disse...

Se algum desavisado lê o que foi escrito, lhe parecerá que uns petistas históricos foram eleitos por voto popular hoje.
Mas não, apenas estão deixando a cela da cadeia.
Já foram melhores, bem melhores...
Babalu

João marvio disse...

Esse babalu é realmente um verbete de imbecilidades. Não aprende nada.

Anônimo disse...

O que eu gosto mesmo nesse tal de Davis Sena Filho é a imparcialidade, é muito babaca mesmo. O Brasil vai da a resposta.

Anônimo disse...

É impressionante a convicção do Davis Sena Filho que não ouvi crime algum.Repita pelo menos a atuação dos seus pares, quando usou simplesmente a desculpa de quem comete meio crime não é criminoso.

"Teori Zawaski: O diagnóstico correto é de que houve uma reunião de práticas criminosas diferenciadas que tinham como objetivo a obtenção de vantagens indevidas para interesses específicos dos envolvidos, e não perturbar a paz pública."

Esse Pais é uma piada mesmo.


Anônimo disse...

Joaquim Barbosa Criminoso, José Dirceu homem de bem. Papai Noel então? vai muito bem obrigado.

Anônimo disse...

Se o Davis Sena Filho recebe Bolsa Familia eu não sei, mas que a Bolsa é grande ele não faz nem questão de esconder.

Jorge Marcelo disse...

A bolsa é grande e o Davis a esconde na barriga...rsrs

renato uchoa disse...


O reflexo no espelho
Não existe razoabilidade nem de longe, e em sonho. Naquele (a) ,quando se olha no espelho pela manhã , e sai a vagar como zumbi à procura do sangue do PT, e de outros mais: condenados a viver em caixa de papelão. E eram milhões. Faz poucas décadas. Caçar, contanto que recebam, esteja incluso em programas, políticas sociais: bolsa-família, cotas, PROUNI, entre outros. E tem ajuda do bombardeio diário da imprensa marrom, apodrecida, monopolizada. Privilégio de um grupo seleto das camadas dominantes e, a serviço delas. Em desqualificando os que criticam as atrocidades veiculadas, se coloca freneticamente a favor do autoritarismo, contra o avanço democrático do país, que lhe permite as formas de manipulação de opiniões como legítimas, normais. Ao ódio cego, pulula o dia inteiro, em parte, pelo desejo mórbido de vingança, traço que atravessa a história por séculos. Reduz a consciência a um nível de degradação moral que se alastra pra punir, denegrir, massacrar os próprios familiares do preso. Caso recente de Miruna, filha de Genoíno, por solidariedade e acreditar na inocência do pai. Independente do crime, não importa que sejam idosos ou crianças. Pode ser até um bombom, linchamento moral e físico. E com relação à liberdade de opinião (de cada um), a duras penas, conseguida com a derrubada da Ditadura Militar, entendem que é a de grunhir, vomitar as coisas mais absurdas sobre os seres humanos. Principalmente pobres, homoafetivos, negros, índios, mulheres, crianças e idosos. A bola da vez vem sendo o PT. Desde a instalação do processo de julgamento do mensalão, em ritmo de festa. O combate ao partido, ao longo de sua história de construção, atinge o mais alto nível de linchamento. Ao arremesso da Constituição na lata de lixo, ato legal. “Justificável”, para condenar sem provas. O ódio mórbido embaça a visão. Do lado escuro, em segredo de (in) justiça do julgamento da AP 470, processos paralelos 2474 e Laudo 2828. E os prolongamentos dos ilícitos praticados ,quando das prisões de parcela seletiva (PT), do conjunto de condenados, por cima das leis. Em verdade, a segunda seleção, em sendo a primeira a própria escolha dos nomes que comporiam a de quarenta para o escracho público, que viria ser chamado mensalão. Escolhidos a dedo(s) pelo procurador da República Antônio Fernando de Sousa, e com os dez dedos de Barbosa. Decisão monocrática do imperador presidente do Supremo, Joaquim Barbosa na função de delegado de polícia, silenciada pelos demais ministros da Corte, que ajoelhados em caroços de milho e atentos a vara de marmelo na mesa, em se comportando assim, envergonham a mais alta Corte de Justiça do país. O que se erradia nos Tribunais do mundo, não como o maior escândalo do Brasil; pelo contrário, um tenebroso cerceamento de defesa e alijamento de provas na história dos julgamentos. Não é possível (os zumbis) não saberem que parte, dos ministros do Supremo, solta representantes da verdadeira escória brasileira. Condenados com robustas provas. Roger Abdelmassih, 278 anos por estuprar 37 mulheres. Assassino perverso como Reginaldo Pereira Galvão, matador sanguinário da missionária Dorothy Stang .E hoje ,quando voltar da cruzada, da caça ao PT e dos outros mais ,ao olhar no espelho, a mulher refletida pode ser uma das 37 estupradas por Roger.Não é você. Poderia.
Por Renato Uchôa(Educador)

renato uchoa disse...

O problema do marcelo é reza. O supremo e o terço
Gilmar Mendes, ministro do STF. Esse é o cara! Que solta representante da verdadeira escória brasileira. Ou deixa solta. Melhor pra nós, dizem “eles”. Uma touceira com robustas provas. Roger Abdelmassih, um “santo”, no Líbano, pitando narquilé e comendo esfiha. No Habib’s. A casa agradece, venham sempre que puderem e o STF permitir. Visão esquálida, tenebrosa, inexplicável de um representante da Corte. Pena de 278 anos de prisão. 37 mulheres dilaceradas, humilhadas, estupradas barbaramente. Infinitamente não basta... Solta pela promissora “Indústria” do habeas corpus, assassino perverso, Reginaldo Pereira Galvão. Matador sanguinário da missionária Dorothy. Banqueiros, Dantas..., a eles nem uma ranhura nos corpos. Sem necessidade de Junta Médica de compadres. Pena aplicada: habeas corpus. Orate pro nobis. É para isso que se têm os amigos. Fora ou no submundo da marginalidade. E não são pretos, pobres, prostitutas e petistas. Têm bala na agulha. Como diz o amigo Cururu. Haveremos de indagar, eles... Pagam as contas? Não se sabe ainda. Perdemos as contas. Em um país civilizado, pra sobreviver, devido às irregularidades jurídicas praticadas, no mínimo responsabilizadas criminalmente pela conduta. Na forma da lei. Que desrespeitam até dormindo. Teriam que vender pastel no beco. Barbosa chega de férias. Um rolezinho na Europa. Com direito a diárias graciosas. A festa vai começar. Aos zumbis, escolham os pares, amolem os dentes. Cá no Piauí, preparem o HEMOPI, vai ser doação forçada e respingo de sangue pra todos os lados. O dono da milícia anticonstitucional vem para o último ato. Consolidar o processo de degeneração e enterro do Supremo, combalido e esfacelado. Fatiado. Prenúncio da facção política, do comitê eleitoral. Lá instalado para concorrer nas eleições. (I) responsabilidade em parte, do pedaço da Corte, que se transformou em templo da Idade Média, e de terço na mão, reza na cartilha. Gilmar agora sai da toca escura, o dono deu o comando. Agride GRATUITAMENTE, não mais apenas os condenados, sob o regime de tortura psicológica. Perdeu a míngua aparência de magistrado e cai na vala comum dos golpistas de plantão, a serviço das camadas dominantes.

renato uchoa disse...

O supremo e o terço
Gilmar Mendes, ministro do STF. Esse é o cara! Que solta representante da verdadeira escória brasileira. Ou deixa solta. Melhor pra nós, dizem “eles”. Uma touceira com robustas provas. Roger Abdelmassih, um “santo”, no Líbano, pitando narquilé e comendo esfiha. No Habib’s. A casa agradece, venham sempre que puderem e o STF permitir. Visão esquálida, tenebrosa, inexplicável de um representante da Corte. Pena de 278 anos de prisão. 37 mulheres dilaceradas, humilhadas, estupradas barbaramente. Infinitamente não basta... Solta pela promissora “Indústria” do habeas corpus, assassino perverso, Reginaldo Pereira Galvão. Matador sanguinário da missionária Dorothy. Banqueiros, Dantas..., a eles nem uma ranhura nos corpos. Sem necessidade de Junta Médica de compadres. Pena aplicada: habeas corpus. Orate pro nobis. É para isso que se têm os amigos. Fora ou no submundo da marginalidade. E não são pretos, pobres, prostitutas e petistas. Têm bala na agulha. Como diz o amigo Cururu. Haveremos de indagar, eles... Pagam as contas? Não se sabe ainda. Perdemos as contas. Em um país civilizado, pra sobreviver, devido às irregularidades jurídicas praticadas, no mínimo responsabilizadas criminalmente pela conduta. Na forma da lei. Que desrespeitam até dormindo. Teriam que vender pastel no beco. Barbosa chega de férias. Um rolezinho na Europa. Com direito a diárias graciosas. A festa vai começar. Aos zumbis, escolham os pares, amolem os dentes. Cá no Piauí, preparem o HEMOPI, vai ser doação forçada e respingo de sangue pra todos os lados. O dono da milícia anticonstitucional vem para o último ato. Consolidar o processo de degeneração e enterro do Supremo, combalido e esfacelado. Fatiado. Prenúncio da facção política, do comitê eleitoral. Lá instalado para concorrer nas eleições. (I) responsabilidade em parte, do pedaço da Corte, que se transformou em templo da Idade Média, e de terço na mão, reza na cartilha. Gilmar agora sai da toca escura, o dono deu o comando. Agride GRATUITAMENTE, não mais apenas os condenados, sob o regime de tortura psicológica. Perdeu a míngua aparência de magistrado e cai na vala comum dos golpistas de plantão, a serviço das camadas dominantes.

renato uchoa disse...

Parabéns! Pra você
Parabéns! A camada dominante da sociedade brasileira, que oprime as camadas subalternas, faz cinco séculos de exploração e miséria, com competência e com a conivência da Justiça. E a tem (a justiça) em rédeas curtas. Selada no curral. Pronta pra impedir a organização das camadas subalternas. A qualquer tentativa mais concreta no desvendamento dos mecanismos de dominação da hegemonia das frações dominantes e no avanço da veiculação dos seus interesses de classe. O ferro e fogo, dos fuzis e tanques, com o tempero do gás lacrimogêneo é a receita aviada. Parabéns! Aos juízes, promotores e desembargadores, com penas de aposentadorias, quando praticam crimes. Parabéns! Aos banqueiros, Daniel Dantas, solto em menos de 48h pelo STF, Salvatore Cacciola, provas substanciais dos crimes. Parabéns aos industriais sonegadores, grandes latifundiários que impõem a escravidão no campo, proprietários das empresas de ônibus no Brasil inteiro, que cobram passagens exorbitantes, multinacionais, enfim, aos estupradores, principalmente Roger Abdelmassih, condenado a 278 por estuprar 37 mulheres. Solto pelo ministro do Supremo Gilmar Mendes. Assassinos, com destaque para Reginaldo Pereira Galvão, matador sanguinário da missionária Dorothy Stang (solto pelo STF). Parabéns! Para todos os banqueiros e outros criminosos que passeiam nas ruas e avenidas do Brasil. Parabéns! Ao STF por ter jogado na lata de lixo a Constituição Brasileira e 4 auditorias (que inocentariam vários acusados). Parabéns! Ministro Barbosa, pelo duplo julgamento; o transmitido em cadeia nacional e o dos porões escuro do Supremo (que escondeu as provas da inocência). Parabéns!A qualquer juiz de beira de rodagem. Vai escolher o crime, condenar qualquer um sem provas. Lotar ainda mais as cadeias, os presídios com a clientela cativa: os pobres, as prostitutas, os negros, e agora os petistas. É fato: independente dos crimes, o STF mostrou a sua dependência e relação perniciosa com os barões da mídia e dos interesses da camada dominante, no julgamento de exceção mais macabro da história brasileira, AP 470. Por fim, o nosso respeito a todos aqueles que denunciaram os desvios, as artimanhas, as condenações sem provas, a truculência contra a Constituição, a exclusão de provas pelo Supremo, mesmo não sendo do PT. E a todos os ex-militantes do PT que foram contra a ilegalidade do julgamento e tiveram coragem de lutar. Ao contrário do PT. Em se mantendo de cócoras, acovardado, assiste passivamente a instalação da Ditadura do Supremo, e a maior e mais bem orquestrada investida da camada dominante contra os trabalhadores do campo e da cidade. Parabéns! Também pra você Mané, que bate palmas ao comando da mídia. A festa é sua, de quem quiser. Por Renato Uchôa(Educador)

Henrique R disse...

Como fica o herói da pátria joaquim perante a reles mídia golpista?

Henrique R disse...

Será que por esta estrondosa derrota do Bom Direito, capitaneado pela mídia golpista, o boi de piranha, ops, joaquim continuará com os holofotes?
Ou,será que a mídia golpista procurará outro herói da patria?
O que farão os amestrados da mídia golpista?

Henrique R disse...


Será que o herói da pátria irá, novamente, ao programa do luciano huck?

Henrique R disse...

O monopólio midiático, debocha da justiça e age acima da lei através do seu boi de piranha joaquim.
Até quando o joaquim, obedecendo o seu coração amargo e ao 'script' midiático, continuarão transformando o stfZINHO em um partido político e desmantelando o Bom Direito?

Henrique R disse...

O que fará esta ralé: reinaldo rotweiller, merdal, cantanhede, casoi, boechat,..., e outras merdas amestradas?
Será que terão coragem de enganar os seus reles seguidores?

Henrique R disse...

O que podemos esperar mais da mídia golpista?
E o que podemos esperar de um stfZINHO que não pratica a justiça?
Que não pratica o Bom Direito?
Que desconhece a Constituição?
O que acontecerá com a sociedade com esse stfZINHO?

Henrique R disse...

Até quando o 'botequim' do stfZINHO continuará cabresteado pela mídia?
Até quando os desatinos do vilão joaquim continuará a desrespeitar a própria justiça e a Constitução?

Henrique R disse...

Em janeiro de 2014, de forma envergonhada, a DITABRANDA, ops folha, publica matéria dando conta do mal-estar criado entre os ministros do STF pela forma seletiva, sem parâmetros e marcada por uma série de decisões injustas e desrespeitosas para com os condenados, com que Barbosa vem conduzindo as prisões .
O problema é que todos os três ministros do Supremo ouvidos pela DITABRANDA só se pronunciaram sob a condição do anonimato.
Haja corporativismo togado para impedir que um juiz do STF, protegido por toda sorte de prerrogativas, mostre a cara e critique abertamente as barbaridades cometidas por quem deveria dirigir a corte com equilíbrio e isenção.

Henrique R disse...

O joaquim confessou ao Barroso que aumentou as penas em 75%, apenas para fugir da prescrição ocasionada por sua demora, e para modificar o regime inicial de cumprimento das penas.
QUAL COXINHA, AMESTRADO,..., NÃO CONSEGUE ENXERGAR ISTO COMO UMA TRAGÉDIA JURÍDICA!?
OS BLOGS 'SUJOS' SEMPRE PUBLICARAM COM TODOS OS ARGUMENTOS O LIXO JURÍDICO DO stfZINHO DO joaquim!
Será que os amestrados,..., são tão burros assim!?

Henrique R disse...

Em que lugar do planeta as penas são aumentadas em 75% para punir um cidadão pela demora do judiciário em julgá-lo?
Onde?
Será que ninguém percebe a gravidade disto?
Será que ninguém percebe que só a sociedade, o povo brasileiro é que sai prejudicado com esta estupidez jurídica?

Henrique R disse...

O DIÁLOGO DA CONFISSÃO DE VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS -

- Ministro Barroso: “E nem estou explorando, presidente – porque não tenho interesse de polemizar aqui, mas de resolver – que essa exacerbação tenha sido feita para evitar a prescrição ou para mudar o regime de semiaberto para fechado. Eu não preciso especular isso.”

- ministro joaquim barbosa: “Foi feito para isso sim!!! “
....................................
E AÍ, DIREITA, AMESTRADOS, COXINHAS,..., ALGUÉM SABE DIZER O QUE ISTO SIGNIFICA!?

Henrique R disse...

O que é mais incrível: todos estão contra o sr. joaquim barbosa, ele confessa o absurdo dos absurdos, confessa a ilegalidade da pena que aplicou e fica por isso mesmo?
PARA MIM, POR ESTE FATO E OUTROS 'ANTIJURÍDICOS' TOTALMENTE DEMONSTRADOS PELOS BLOGS "SUJOS" SÓ VEM DEMONSTRAR O QUÃO É INSIGNIFICANTE O stfZINHO!

Henrique R disse...

O desespero do herói da pátria joaquim também deixa desesperado o stfZINHO!
Daí, as instituições são colocadas em risco.
SERÁ QUE ALGUM JURISTA DE RENOME IRÁ SE PRONUNCIAR?
SERÁ QUE HAVERÁ UM GOLPE NO CARNAVAL?

Henrique R disse...

É extremamente vergonhoso a atitude do juiz(????) joaquim, para nosso país.
Ouvir isso de um ministro supremo dá-nos a certeza de que não temos sabedoria e nem soberania no stfZINHO.

Anônimo disse...

Parabéns pela vitória, PT.
Dois companheiros sairão da cela da cadeia da Papuda.
Merece entrar para a história do partido, que Lula conseguiu aniquilar.
Lula até malufou.
Dia realmente pra se lembrar.
babalu

Anônimo disse...

Nossa, me assustei agora: Ouvi um barulho, uma gritaria, achei que era o povo que sabe onde o sapato aperta comemorando a saída da cela da cadeia de dois de seus líderes.
Mas não.
eram dois gatos brigando...
Babalu

Henrique R disse...

A todos os brasileiros:

"FEITO PARA ISSO, SIM"!

João Márvio disse...

babalu tem um cérebro tipo c + u e o jorge marcelo tem a alma dos vagabundos.

Henrique R disse...

A mídia golpista, os anônimos, os coxinhas, os amestrados, as ovelhas, a direita,..., e os plantonistas do Brasil em crise, nunca esperavam que o herói da pátria joaquim fosse admitir a manipulação das penas.

"FEITO PARA ISSO, SIM"!

Henrique R disse...

Relembrando mais uma vez:

- o herói da pátria joaquim admitiu a manipulação das penas dizendo:

"FEITO PARA ISSO, SIM"

Obs.: por favor, não esqueçam, que o amargurado joaquim é presidente do stfZINHO!

Anônimo disse...

Marvio, pode até ser, mas não foi eu nem ele ( Jorge ) que sairemos da cela da cadeia da Papuda, condenados por roubo, corrupção, pilantragem....
BABALU

Anônimo disse...

pOSSÍVEIS APOIADORES DO pt NAS ELEIÇÕES: CAETANO VELOSO COM O VERSO QUANDO EU ME ENCONTRAVA PRESO, NA CELA DE UMA CADEIA E MALUF, CLARO, QUE ATÉ TEM FOTO COM O LULA
babalu