Google+ Badge

domingo, 9 de fevereiro de 2014

FLOR DO DESERTO


ESPAÇO BICO DE PENA  BLOG PALAVRA LIVRE

 
A flor
Brotou
No chão
Do
Deserto
Estéril

O sol
Queimou
As
Pétalas
Da flor

Logo
Depois
Veio
Sem dó
Um
Réptil

E
Comeu
Da
Flor
O que
Restou

O
Deserto
Perdeu
Um
Pouco
Ou
Muito
De sua
Cor

Pois
É na
Flor
Que se
Traduz
O amor

Que
Gera
Em nós
A
Essência
Do
Universo

Como
A flor
Foi-se
Embora

Vou dar
Fim
A esta
História

Fiquei
Muito
Triste

E não
Vou
Contar
O
Resto

Do
Verbo

Davis Sena Filho
1985 

Um comentário:

M. Exenberger disse...

Show de flor, digo, de bola. Ontem postei um conto infantil do Saramago para a minha sobrinha que fala de flor:http://www.avvl.pt/images/stories/Biblioteca/historias/a-maior-flor-do-mundo.pdf