Google+ Badge

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

MÉDICOS COXINHAS DE BRANCO(S)

Por Davis Sena Filho


3 comentários:

Rodrigo Alves disse...

kkkkkkkkkk É isso mesmo. Esses caras são uma das vergonhas do Brasil.

Henrique disse...

De um amigo, realmente Doutor, que participou do Médicos sem Fronteiras: “a doença não possui lingua ou raça, ela possui sinais e sintomas em qualquer parte do planeta”.

Desculpas Senhores Médicos Cubanos pelo acontecido em Fortaleza.

O povo brasileiro não é assim.

O Senhores são bem vindos.

Otto Lima disse...

Inicialmente, as reações contrárias ao Mais Médicos tinham argumentos válidos, como as condições precárias de trabalho no SUS e o viés ideológico da contratação de profissionais cubanos para o programa. Contudo, tais reações foram contaminadas pelo tradicional corporativismo das entidades médicas e, por fim, descambaram para o racismo e a xenofobia. Dessa forma, a classe médica tende a perder o apoio da opinião pública, assim como o oportunismo dos partidos políticos, a violência dos vândalos mascarados e a truculência da polícia esvaziaram as manifestações de rua.