Google+ Badge

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Lula × FHC: Operações da Polícia Federal

Blog Palavra Livre     

Eu tenho afirmado, reiterademente nos blogs e portais nos quais escrevo, que os governos trabalhistas e republicanos de Lula e Dilma Rousseff deram uma nova dimensão à Polícia Federal, que tem agido de forma livre, sem pressões governamentais e por isso atuado de forma republicana, além de cortar, na própria carne, funcionários do governo, autoridades ou não, que são detidos ou presos se forem comprovados os malfeitos que, porventura, são acusados de cometer.

Lula e Dilma não tergiversaram com a corrupção e a combateram sistematicamente, nomearam procuradores e juízes da PGR e do STF também de forma republicana, e foram exatamente essas pessoas que estão a denunciar e a julgar, de maneira dura, todos aqueles que foram denunciados por cometerem ilegalidades, mesmo se tais malfeitos não foram comprovados, como aconteceu no julgamento do "mensalão", o do PT, é lógico, porque o do PSDB, que foi o primeiro, ainda dormita nos escaninhos do Judiciário e, evidentemente, da PGR do prevaricador da República, Roberto Gurgel. (Davis Sena Filho)
  
Veja abaixo os números da PF nos governos Lula e FHC


Policia_Federal

No governo de FHC: 48 operações; e no de Lula: 1.273 operações, com 15.754 presos. E agora, FHC?


   A partir de informações fornecidas pelo site da Polícia Federal, fiz um levantamento de todas as operações da Polícia Federal de 2003 até 2012. Não encontrei no site da Polícia Federal informações sobre operações entre 1994 e 2002.
   Segundo a Senadora Ângela Portela (PT/RR), em pronunciamento na tribuna do Senado, durante os oito anos da administração de FHC, foram registradas apenas 48 operações da Polícia Federal. Ela também trouxe a informação de que a Justiça Federal, que, em 2003, tinha cerca de 100 Varas em todo o País, chegou a 513 Varas, em 2010. 
   Ou seja, 413 novas Varas da Justiça Federal, com um juiz titular e um substituto, foram criadas nesse período, no período do Governo Presidente Lula.


A corrupção não cresceu, os instrumentos de combate a ela é que aumentaram, afirma Humberto Costa


Totais das operações da Polícia Federal de 2003 até 2010, durante os oito anos de Lula:
Total geral de operações: 1.273.
Total geral de presos: 15.754.
Total geral de servidores públicos presos: 1.882.
Total geral de policiais federais presos: 99.

Totais das operações da Polícia Federal de 2011 até 5/12/2012, nos governos Dilma:
Total geral de operações: 506.
Total geral de presos: 3.384.
Total geral de servidores públicos presos: 336.
Total geral de policiais federais presos: 17.

Somatório dos dados das operações da Polícia Federal de 2003 até 5/12/2012:
Total de operações: 1.779.
Total de presos: 19.138.
Total de servidores públicos presos: 2.218.
Total de policiais federais presos: 99.
1 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2003/2004:
Total de operações: 58.
Total de presos: 926.
Servidores públicos presos: 265.
Policiais federais presos: 48.

2 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2005:
Total de operações: 67.
Total de presos: 1.407.
Servidores públicos presos: 219.
Policiais federais presos: 9.

3 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2006:
Total de operações: 167.
Total de presos: 2.673.
Servidores públicos presos: 385.
Policiais federais presos: 11.

4 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2007:
Total de operações: 188.
Total de presos: 2.876.
Servidores públicos presos: 310.
Policiais federais presos: 15.

5 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2008:
Total de operações: 235.
Total de presos: 2.475.
Servidores públicos presos: 396.
Policiais federais presos: 7.

6 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2009:
Total de operações: 288.
Total de presos: 2.663.
Servidores públicos presos: 183.
Policiais federais presos: 4.

7 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2010:
Total de operações: 270.
Total de presos: 2.734.
Servidores públicos presos: 124.
Policiais federais presos: 5.

8 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2011:
Total de operações: 266.
Total de presos: 2.089.
Servidores públicos presos: 261.
Policiais federais presos: 4.

9 – Resumo das operações da Polícia Federal em 2012:
Total de operações: 240.
Total de presos: 1.295.
Servidores públicos presos: 75.
Policiais federais presos: 13.

3 comentários:

Anônimo disse...

Jornal Nacional acorda do torpor jornalístico e também passa a questionar a Polícia Federal sobre quebra do sigilo telefônico de Rose.
Carlos Newton.
De repente, o apresentador e editor-chefe William Bonner deixou de ser Homer Simpson e lembrou que é jornalista. Ontem à noite, o Jornal Nacional, que havia anunciado semana passada que o sigilo telefônico de Rosemary Nóvoa Noronha não tinha sido quebrado, agora passou a questionar por que a Polícia Federal agiu com tamanha incompetência, se a primeira medida a ser tomada nessas investigações é justamente a quebra do sigilo do telefone.
Parece que enfim descobriram a pólvora! Agora, só falta o Jornal Nacional colocar o ovo em pé, dizendo que um presidente da República (não importa quem seja ou a que partido esteja filiado) não tem direito de usar a máquina administrativa e os recursos da União para dar emprego à amante e à família dela (leia-se: o ex-marido, o atual e uma das filhas), inclusive criando um cargo federal exclusivamente para ela, com direito a carro oficial, combustível, motorista e três assessores.
Além disso, o presidente da República (não importa quem seja ou a que partido esteja filiado) não pode transmitir à amante poderes republicanos de indicar nomes e aprová-los, prerrogativa que ela usou para mergulhar na corrupção com impressionante desenvoltura.
O Jornal Nacional tem de dizer também que, ainda não satisfeito, o então presidente da República ainda teve a desfaçatez de se descartar da primeira-dama para se fazer acompanhar da amante em 24 viagens internacionais custeadas com recursos públicos, fazendo com que fossem pagas diárias a Rose apenas pelo prazer, digamos assim, de desfrutar da companhia dela.

Esse PR é um baita dum FDP!

Anônimo disse...

A SUPREMA INGRATIDÃO DE JOAQUIM BARBOSA, S. FUX, DR PELOSO, AYRES DE BRITO, EROS GRAUS ETC. ELES VAMOS PAGAR NO INFERNO. A FORA A BOSSALIDADE.

Anônimo disse...

Corruptos todos são. Sempre foram. E isso não vai mudar. Podemos não ficar sabendo, mas tenha certeza que tem alguém roubando a gente. Mas já que o PT não erra e é perfeito e honesto, deixem eles no poder pra sempre. Simples. Monarquia pro Lula virar rei de fato. Apesar das mentiras descaradas na campanha eleitoral e de expulsar vários membros com quem lutaram juntos em atitudes pra lá de autoritárias. Corrupção acabamos tolerando porque aqui é inevitável. Já tolerar a mentira tá demais nesse país. Todos os políticos mentem na nossa cara e mesmo assim existem militantes dos 2 lados defendendo os filhos de puta. Gente que recebe pra fingir que é militante e pra fazer passeata, acaba completamente com o movimento. Ingratidão? Pqp. Então o Supremo tem que fazer tudo que eles querem porque foram indicados pelo governo? Faz como a Venezuela então, não divide poder. Concentra no executivo e diz que é democracia.