Google+ Badge

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

STF apronta crimes como o golpe, mas tem de engolir sapos cururus no papel de golpista — Lula Livre!


Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


O Supremo Com Tudo (SCT) é um partido político golpista e usurpador, irremediavelmente desmoralizado e odiado pela maioria da população, que o reconhece como elitista, injusto, ideológico, politizado, opressor e aventureiro, porque se tornou o garantidor da deposição da presidente legítima e constitucional Dilma Rousseff. O SCT é, na realidade, o tribunal burguês mais caro do mundo e que permitiu que golpistas ricos e de terceiro mundo jogassem na lixeira os 54,5 milhões de votos concedidos pelo povo brasileiro à mandatária trabalhista e do PT.

E ficou tudo por isto mesmo, além da bagunça social e econômica generalizada que acontece no País, que está entre as dez nações com as maiores taxas de homicídios no mundo, assim como lidera exponencialmente outros tipos de crimes, realidade esta que acarreta desassossego e desesperança na população, por se tratar de uma simbiose malévola e violenta, que age como câncer no tecido social brasileiro. Somente em 2016 foram mais de 60 mil homicídios.

E o que acontece? Nada, pois o irresponsável e golpista Supremo Com Tudo está preocupado em aumentar em mais de 16% seus próprios salários do que, por exemplo, acabar com o golpe, libertar Lula, reconhecido no mundo como preso político, porque a verdade é que os meganhas togados jamais conseguiram comprovar que o líder inconteste das pesquisas, que solto poderá vencer as eleições presidenciais no primeiro turno, cometeu qualquer crime.

O problema dessa gente intelectualmente mediana de moral pequeno-burguesa, que adora arrotar posição e orgulho nas pizzarias dos shoppings de classe média, mas que também adora se entubar em um black tie e se valer do cargo público pago em dia pelo contribuinte, para fazer política ao invés de se reportar aos autos dos processos e, consequentemente, favorecer grupos econômicos e políticos que estão diretamente envolvidos com o golpe de estado de 2016.

Juízes do SCT e de instâncias inferiores se alinham em suas ações sistematicamente secessionistas e resolvem inacreditavelmente rasgar a Constituição para intervir na política e interditar o processo eleitoral, que terminou no golpe de impeachment e na prisão injustificada, injusta e covarde do presidente Lula, que jamais permitiu ser cooptado pelos donos do mundo, que controlam o sistema de capitais e a direita brasileira.     

Os primazistas de togas aumentam seus próprios salários por serem, irrefragavelmente, dissociados dos interesses e das dores da maioria do povo brasileiro, pois alienados e de princípios ímpios, quando a iniquidade viceja como erva daninha a destruir a plantação. Esse tipo de gente não conhece as realidades duras dos brasileiros, porque simplesmente moradores de redomas luxuosas e fartas como as tetas das vacas prenhas, a mamar no Estado brasileiro, pois a intenção é que o Estado seja patrimonialista, a sustentar somente as castas das tradições “indianas”, que vivem em terras tupiniquins.

Enquanto isso, os brasileiros ainda empregados estão com seus salários de fome congelados após o maldito presidente ilegítimo tomar o poder de assalto para encher de dinheiro os cofres e os bolsos das classes altas, que estão a deitar e rolar no Brasil da bagunça, de ninguém, sem ordem e vergonha na cara, desde que tiranos em forma de quadrilha resolveram infernizar a vida de centenas de milhões de cidadãos brasileiros, que perderam direitos e o acesso a uma vida de melhor qualidade. Não houve desgoverno pior e mais perverso do que o do desqualificado e traidor *mi-shell temer — o diabo em forma de gente. A história contará...

A verdade é que deram um golpe de estado para roubar, sendo que o roubo é realizado em incontáveis formas e maneiras, até mesmo as que parecem legais e legítimas. Escravocratas e colonizadores do povo brasileiro. Cleptomaníacos de uma figa, bárbaros e selvagens, que prenderam um homem republicano e civilizado e derrubaram do poder uma mulher civilizada e republicana.

Em nome de quem este estado de coisas e de incomensurável vilania? E para quê? Para que o Brasil seja colonizado e jamais se torne, de fato, uma Nação soberana, livre e democrática, a ter os juízes e procuradores como os tutores do povo brasileiro e mantenedores de seu subdesenvolvimento. É o fim da picada!

Não satisfeito em ser leviano, conspirador e promotor de toda desordem jurídica e, com efeito, econômica e social que acontece na Banânia, o território da burguesia brasileira, o Supremo Com Tudo resolveu agir e atuar contra a ordem democrática, a seu bel-prazer, porque não tem quaisquer compromissos com a sociedade, porque indutor dos interesses internacionais, como demonstra, ipsis litteris, sua omissão e cumplicidade criminosa com o desgoverno predador liderado pelo bando de *mi-shell temer, que destruiu propositalmente a economia.

A direita entreguista e pária destruiu o mercado interno e as grandes empresas privadas e nacionais, que dominavam vastos negócios no mundo. Agora estão a entregar as empresas públicas e estratégicas para a soberania do Brasil e a dar fim, criminosamente, aos programas de inclusão social, a favorecer a banca financeira e a propiciar imensa alegria à gringada pirata, malandra e esperta, tal qual a casa grande brasileira, a que escravizou oficialmente seres humanos por 388 anos e que por intermédio do golpe estão a se lambuzar com o melado proporcionado pelas riquezas do Brasil e pelo trabalho duro de gerações de brasileiros.

Por isso e por tudo isto o argentino Adolfo Pérez Esquivel, prêmio Nobel da Paz de 1980, fez a juíza e presidente do Supremo Com Tudo (SCT), Cármen Lúcia (Carminha, para os diretores do Grupo Globo) engolir sapos ao afirma-lhe cara a cara: "Disse a ela que o golpe que tirou Dilma do poder tinha como objetivo tirar Lula do caminho. E isso é uma séria ameaça à democracia no Brasil" — asseverou, para logo o Nobel complementar: "Falamos também sobre a liberdade de Lula. Pedi que ela tome consciência que Lula é um preso político. Reconhecido inclusive como preso político pela Organização das Nações Unidas (ONU)".

É duro, com quase 59 anos, viver e morar neste País, que possui as piores “elites” do mundo ocidental, quiçá do planeta. Em pleno ano de 2016, após 35 anos de redemocratização e democratização, um consórcio de direita (Grupo Globo, MPF, STF, STJ, Lava Jato, PSDB/PMDB, Congresso, Fiesp etc.), derrotado quatro vezes consecutivas pelo PT, resolve conspirar e realizar mais um golpe de estado de tantos já acontecidos na história da República.

O  bárbaros com tênue verniz de civilizados de Miami rasgaram a Constituição para entregar o País e retirar direitos, independente de os empresários e o povo brasileiro terem ganhado dinheiro em um Brasil que avançava com muito esforços em todos os índices sociais, econômicos e atividades humanas, sendo que o País era respeitado no mundo, porque, definitivamente, o que o Lula e a Dilma não têm é complexo de vira-lata e compreendem que o Brasil existe para ser protagonista entre as nações e não uma republiqueta bananeira com cara de coxinha e subalterna aos países centrais.

Cármen Lúcia e seus colegas envergonham a Nação, porque prepostos de um golpe cucaracha e bananeiro, bem como servis aos interesses da casa grande rica e que não se conforma em não roubar tudo o que toca. Carminha diminuiu o Supremo Com Tudo, tanto quanto seus antecessores, que iniciaram o golpe na gestão de Joaquim Barbosa, quando levaram covardemente e injustamente José Dirceu à prisão. O golpe da burguesia escravocrata teve início em 2005, como o apoio da golpista-mor famiglia Marinho.

O mundo inteiro sabe que o Lula é preso político e as pessoas sabem que toda e qualquer luta em prol da liberdade de Lula será combatida fanaticamente pelos procuradores do MPF e por juízes de pequenas e grandes instâncias, a fazerem jogos sujos, arbitrariedade, maledicências e covardias, como a que levou a esposa de Lula, dona Marisa Letícia, e o reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, que se suicidou por causa da irresponsabilidade e covardia de delegada da PF, Érika Mialik Marena, que se trabalhasse em um país sério, certamente que seria processada, demitida para o bem do serviço público e talvez presa.

Para finalizar, Esquivel aproveitou a ocasião de ser recebido pela juíza Cármen Lúcia e entregou cópia do abaixo assinado com 240 mil nomes que pedem a indicação de Lula para receber o Nobel da Paz, afinal o que o líder trabalhista e de esquerda fez em prol do Brasil e do povo brasileiro é inesquecível, conforme deixará claro a história.

Além disso, é necessário relatar que a jurista Carol Proner entregou à Cármen Lúcia, presidente do SCT, o livro no qual juristas e advogados de renome criticam duramente a sentença injusta e política dos juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) contra Lula, bem como contestam a prisão após condenação em segunda instância, o que não reza a Constituição.

Agora, vamos à pergunta que se recusa a calar: “A juíza Cármen Lúcia não sabe de tudo isso? Não compreende o que aconteceu no Brasil?” Com a palavra a própria juíza. O maior líder político do Brasil dos últimos 50 anos registrou sua candidatura, hoje, 15 de agosto. Lula está preso por causa de uma Justiça injusta, que se recusa a fazer justiça, pois protagonista e garantidora de um golpe de estado terceiro-mundista contra o Brasil. STF apronta crimes como o golpe, mas tem de engolir sapos cururus no papel de golpista. Lula Livre! É isso aí.

2 comentários:

Jorge Marcelo disse...

Lula mandou dizer que não vai poder ir ao debate de hoje, pois está "preso em outro compromisso". Mas ex-mandatário mandou avisar que assim que puder vai fazer um pronunciamento em "CADEIA Nacional".

ROGERIO disse...

DIZ PARA O LULADRÃO QUE O LUGAR DELE É NA PRISÃO HUAHUAHUAH