Google+ Badge

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Gilmar e o disfarce tucano quando fala de Lula e ignora a verdade do golpe


Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


Enquanto o mercado financeiro, o financiador e promotor de golpes de estado realiza e efetiva suas pesquisas para saber se algum gorila de direita tem chance de ser fantoche e moleque de recados da vez e disposto a ocupar a cadeira da Presidência da República, sem a participação da candidatura Lula, Gilmar Mendes, o juiz tucano do "Supremo Com Tudo" (SCT), segundo o senador golpista Romero Jucá, que inacreditavelmente ainda não está preso, deita falação quanto à prisão injustificável e surreal de um líder político trabalhista e de esquerda, que não roubou e não participou de bandalheiras.

Setores importantes da sociedade brasileira e do mundo exterior sabem e compreendem perfeitamente que o encarceramento arbitrário, político e ideológico de Lula é uma realidade, sem sombra de dúvida, que transforma o vencedor do certame eleitoral de outubro próximo em um presidente ilegítimo e colocado no poder pela força do dinheiro, bem como pela estratégia maquiavélica elaborada pela direita historicamente golpista, que vislumbrou ser a Lava Jato uma ferramenta ou instrumento de repressão ao PT e às suas mais importantes lideranças.

E por que este processo casuístico propiciado pelas "elites" terceiro-mundistas deste País foi levado às últimas consequências? Porque tais usurpadores sempre souberam que o Partido dos Trabalhadores venceria pela quinta vez consecutiva as eleições presidenciais. Por isto, Lula está preso por causa de juízes, procuradores e delegados partidários e compromissados com o golpe, além de ter causado imenso ódio às classes dominantes, que jamais aceitaram a independência do Brasil e a melhoria das condições de vida do povo brasileiro.

Porém, a questão mais grave é que os juízes do SCT, a exemplo de Gilmar Mendes, são os garantidores desse processo político de baixo nível, a ter como essência a traição, a conspiração e a sabotagem contra o governo constitucional e legítimo de Dilma Rousseff, a presidente deposta por uma camarilha que tomou conta do Congresso e que ordenou o golpe com a cooperação de juízes do TCU, à frente o ex-deputado Aroldo Cedraz, presidente do Tribunal.

O mesmo Cedraz cujo filho é acusado de corrupção e de usufruir de facilidades, pois acusado de tráfico de influência por causa do cargo de seu pai, além da participação de Augusto Nardes, ministro do mesmo tribunal, acusado de cometer fraudes fiscais e de receber propinas, dentre outros crimes imputados ao parceiro de golpe de Aroldo Cedraz contra a presidente reeleita em 2014, que recebeu do povo brasileiro 54,5 milhões de votos.

A verdade é que as "pedaladas fiscais" foram cometidas por esses caras e não pela Dilma, como estão a comprovar os processos que remetem à sua injusta deposição plena de infâmia. Dessa forma que as coisas acontecem neste País injusto e desigual, a exemplo da falta de comprovação dos crimes imputados a Lula por parte do MPF e da PF, que mesmo assim, por intermédio da mentira, da falácia e da farsa política e ideológica prenderam injustamente e covardemente o maior político da história do País, para que ele não concorresse ao certame eleitoral e o povo brasileiro fosse impedido de votar com sabedoria naquele em quem acredita.

Tudo o que tenho afirmado até agora neste artigo é apenas um preâmbulo do que aconteceu no decorrer do processo vampiresco que afundou o Brasil em todos os sentidos, sejam eles morais, econômicos e políticos, pois agora a população vivencia a completa prostração do povo brasileiro, cuja autoestima está debaixo da superfície, sendo que a sociedade, dividida e intolerante, digladia-se ferozmente a partir dos protestos de direita iniciados em 2013.

Manifestações promovidas pelos magnatas bilionários de todas as mídias cruzadas e oligopolizadas, bem como por grupelhos de direita e de extrema direita, a exemplo de MBL, Revoltados Online, Nas Ruas e Vem pra Rua sustentados financeiramente pelos partidos golpistas que estão ilegalmente no poder e por grandes empresários, a terem os coxinhas paneleiros de classe média, que pensam ser parte da burguesia, nos papéis de manifestoches.

Trata-se dos bobalhões despolitizados e preconceituosos que vincularam, lamentavelmente, a camisa amarela da Seleção Brasileira ao golpe de estado bananeiro e à desmoralização do Brasil como nação que pretendia ser civilizada. E deu no que deu: dezenas de milhões de cidadãos sentem ojeriza e rejeição pela camisa amarela que, infelizmente, ficará na memória dos brasileiros que não apoiaram o golpe cucaracha contrário aos interesses do povo e do Brasil.

Porém, Gilmar Mendes, o juiz tucano nomeado por FHC — o Neoliberal Golpista I —, que combateu e combate o PT e o ex-presidente Lula ferozmente em oposição sistemática, porque a finalidade sempre foi impedir a governabilidade dos governos petistas, a fim de causar crises institucionais, teve o desplante de falar a um dos especialistas de prateleiras da Globo News, Roberto D'Ávila, que a liderança de Lula nas pesquisas mesmo preso é algo incompreensível, talvez para pessoas partidárias de golpes
de estado como o juiz tucano, que afirmou:

"Isso é um milagre da Lava Jato, talvez também é um enigma que ela produziu. Eu disse até outro dia para jornalistas portugueses que o diabo nos preparou um coquetel com toda essa confusão" — continuou a falar o inocente e puro ministro tucano, para logo complementar seu pensamento pleno de hipocrisia e cinismo ao avaliar que é necessário "decifrar o enigma" que coloca o ex-presidente Lula à frente das pesquisas ao tempo que a população(?) — o juiz deve estar a se referir aos coxinhas — está a exigir um candidato sem as máculas da corrupção.

Seria cômico se não fosse trágico e ridículas as palavras de Gilmar Mendes, porque um dos próceres do golpe de estado de 2016, que teve o propósito de viabilizar o poder central nas mãos do PSDB, a ter como ponte os corruptos e usurpadores do MDB (PMDB), na pessoa de *mi-shell temer — o presidente mais odiado no mundo, segundo as pesquisas que Gilmar não deve ter visto, pois só vê o que lhe agrada e convém.

O magistrado do PSDB está, digamos, estupefato e surpreso com a popularidade do presidente mais popular da história do Brasil, que deixou o poder há oito anos com mais de 80% de popularidade, um recorde mundial, a superar os índices de Nelson Mandela quando terminou seu mandato de presidente na África do Sul. Incrível, né, a ingenuidade de criança e a pureza de santo do juiz "rei" dos habeas corpus e blindador de tucanos dos naipes de José Serra, Aécio Neves, FHC, Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes Ferreira, dentre outros.

Juiz Gilmar, será que os 82% de Lula não são devidos aos seus governos progressistas e voltados para o social? Não será por que houve distribuição de renda, de riqueza, emprego quase pleno, aumento real do salário mínimo, criação de programas de inclusão social, avanços contra a fome e a miséria, combate às endemias e fortalecimento do Estado, além do inegável nacionalismo e a luta para que o Brasil se tornasse um País protagonista no Mundo?

Não será por que o brasileiro chegou a ser o segundo povo mais otimista do mundo e que hoje está a se matar nas ruas, totalmente dividido, com altos índices de assassinatos, desemprego pleno, retorno da miséria, da fome e impedido de ter acesso à saúde, à educação, aos programas sociais, pois extintos, bem como vítima do governo mais entreguista, corrupto, elitista, perverso, colonizado e subalterno aos interesses dos ricos, dos estrangeiros e das empresas multinacionais?

Não será, Gilmar, por que grandes empresas privadas e públicas foram perversamente sucateadas em nome do combate à corrupção, sendo que o governo de golpistas mais corrupto da história faz o que quer e bem entender, como entregar o patrimônio público, congelar investimentos em saúde e educação por 20 anos, tirar o pré-sal dos brasileiros e acabar com a indústria de carnes, construção e naval, além do esquartejamento criminoso da Petrobras? Gilmar, seu correligionário tucano Pedro Parente, o sem-quarentena, não deveria estar preso?

Não será, senhor juiz, que o povo quer o Lula presidente porque deixou de comer carne, frutas e laticínios e também parou de comprar eletrodomésticos, telefones, casa populares ou não, sair para viajar de avião e frequentar bares, restaurantes e shoppings? Hein, juiz Gilmar Mendes? Não será por tudo isto e muito mais que o Lula lidera as pesquisas ao invés de ser um "enigma" que precisa ser decifrado, já que a "população" quer políticos "sérios" a administrar o Brasil, a exemplo do José Serra, *mi-shell temer, Aloysio Nunes Ferreira, Moreira Franco, Eliseu Padilha, Pedro FHC Parente (o desprovido de quarentena) e corja que levou o Brasil a ter todos os índices econômicos e sociais negativos em todos os setores e segmentos? Não é isso?

Porque estranho vossa excelência, o juiz condestável, afirmar que o povo quer políticos não corruptos, apesar de o Lula liderar "enigmaticamente" as pesquisas. Só que tem uma coisa: Lula não é corrupto. Mais do que isto: Lula é um dos poucos políticos de grandeza internacional que não foi cooptado pelo sistema. Magistrado, vossa excelência já deu entrevistas a falar dos corruptos do PSDB, do DEM e do PSP, os partidos golpistas de direita que arrasaram com a economia do Brasil, como fizeram na década de 1990? O senhor considera também um "enigma" dar golpe para ferrar o povo brasileiro?

Esta é a bronca da direita golpista e corrupta, que para dar golpes de estado, por não ganhar no voto, resolve insultar, caluniar e difamar, por meio de suas mídias propagadoras de ódios, os seus adversários, a chamá-los de corruptos. E por quê? Porque a direita não tem e nunca teve projeto de País e programa de governo. A direita, juiz Gilmar, não pensa o País. Pelo contrário, recusa-se terminantemente! E a direita poderia ser representada, ipsis litteris, por vossa magistratura, um dos guardiões do golpe do atraso que remonta o século XIX ou a Velha República.

O juiz Gilmar Mendes se finge de leitão para poder mamar deitado. E o "especialista" de prateleiras da Globo News, Roberto D'Ávila, se finge de idiota para manter o emprego e as "boas" relações. Como jornalista, D'Ávila é um ótimo levantador de bola para o atacante de vôlei bater acima da rede. Ponto. A entrevista foi uma ode à inocência, que somente Romeu e Julieta ou a Branca de Neve ou Rapunzel poderiam se igualar.

Alguém tem de avisar ao juiz tucano que Lula é Lula, um fenômeno político e social. Lula trabalhou, e muito, e fez por alguns anos o Brasil se sentir importante no mundo, a elevar a autoestima do brasileiro, que há séculos sofre um processo de lavagem cerebral por parte da casa grande e suas mídias facistas, no sentido de se considerar menor, fraco, incapaz e incompetente, quando não é e nunca foi, porque edificador de uma poderosa e diversificada Nação.

Quem tem complexo de inferioridade, ou seja, de vira-lata é a burguesia, as chamadas "elites", que sempre, incondicionalmente, desmoralizam e humilham o País, porque dessa maneira cruel e mau-caráter que se ganha mais dinheiro e patrimônio e subjuga os mais pobres, desinformados e mais fracos, que ficam à mercê de subempregos e patrões que moralmente não valem o que comem, mas que se acham a salvação da humanidade e os protagonistas da existência. Só que não!

Gilmar Mendes: Lula lidera as pesquisas com 30%, mesmo a ser ferozmente perseguido e incrivelmente humilhado, porque tem fibra, essência e fez muito mais em oito anos do que os séculos de poder da casa grande, que até hoje, 2018 do século XXI, comete o crime de trabalho escravo. Lula é Lula, Gilmar... É estadista e humanista, e por isto reconhecido pelo povo e pelas celebridades de todas as atividades humanas do mundo inteiro. Gilmar, vote no Jair Bolsonaro. Lula Livre! É isso aí.


2 comentários:

Jorge Marcelo disse...

Davis, quer dizer que o Lula tá acompanhando todos os jogos da Copa do Mundo? Tá rolando uma transmissão em cadeia.

Jorge Marcelo disse...

Melhor comentário sobre o Jogo Brasil X Suíça da última semana:

“QUANDO VI AQUELE MONTE DE GENTE DE VERMELHO, EU TIVE A CERTEZA QUE O BRASIL SERIA ROUBADO”.

😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂