Google+ Badge

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Não querem prender o Lula. Querem prender o que ele representa para o Brasil e o povo brasileiro.

Palavra Livre


Lula representa:

A luta em favor da inclusão social;

A luta contra as discriminações de qualquer natureza, ou seja, o racismo, o machismo, a homofobia, o preconceito de classe social e de origem;

A luta contra o domínio do grande capital internacional sobre o capital nacional;

A luta contra a privatização, a preço de banana, das empresas estatais brasileiras;

A luta contra o domínio militar, político, cultural e social dos EUA sobre o Brasil;

A luta pela hegemonia nacional e a soberania do Brasil;

A luta contra o massacre dos despossuídos pelas elites insaciáveis;

A luta pela preservação dos povos indígenas, das florestas e de todos os diferentes ecossistemas;

A luta pela democracia e o Estado Democrático de Direito;

A luta pelos interesses nacionais e pelos projetos estratégicos de independência e soberania do Brasil;

A luta pela defesa das garantias constitucionais dos cidadãos brasileiros e de seus direitos trabalhistas e previdenciários;

A luta pela diminuição das desigualdades sociais e regionais; e

A luta pela emancipação total e irrestrita do povo brasileiro.

Por isto, não querem prender o Lula. Querem prender o que ele representa para o Brasil e o povo brasileiro.





4 comentários:

Jorge Marcelo disse...

Minha esposa encontrou uma calcinha que não é dela em casa e veio me interrogar.

"- De quem é isso? - Ela perguntou com a calcinha na mão.

- Não sei. Não uso calcinha.

- Eu encontrei isso no seu armário! De quem é?

- Tá assinada? Não? Então não sei do que você está falando. Pergunta pra quem botou ela aí.

- Isso está muito estranho.

- Também acho. Pode ter certeza que ninguém mais do que eu quer descobrir a verdade.

- E você não sabe como isso foi parar aí?

- Talvez tenha sido a nossa empregada.

- A Marlene faleceu há meses.

- Isso. Então foi ela.

- Mas eu arrumei seu armário semana passada e não tinha isso aí.

- Então não sei de nada. Eu abro o meu armário poucas vezes. Ela que abria com mais frequência.

- Não é a primeira vez que encontro algo estranho no seu armário. Teve o sutiã aquela outra vez...

- Esse não é o assunto em pauta. Vou seguir as instruções da minha consciência e permanecerei em silêncio.

- Você não tem mais nada a dizer?

- Tenho sim. Eu estou sendo vítima de um ataque incessante dos nossos vizinhos que vivem dizendo que trago mulheres para casa. Isso porque eu me candidatei ao cargo de síndico. Cunho político. Em 10 anos que estamos casados eu te dei dois filhos lindos, além de sempre ter pago as contas em dia e proporcionado jantares e viagens familiares das mais divertidas. Trocamos de carro a cada dois anos e nossos filhos estudam nas melhores escolas. Pode ser que no Brasil haja algum marido tão bom quanto eu, mas melhor do que eu isso eu garanto que não tem!!

- E o que isso significa?

- Não existe nesse país viva alma mais fiel do que eu!"

Viram como é fácil?

P.S.: Qualquer semelhança não é mera coincidência.

Bento Lisboa disse...

Este coxinha vagabundo Jorge marcelo é tão imbecil e canalha que ele próprio não cabe dentro dele. Que sujeito imbecil.

Marcos Lúcio disse...

Para variar, vocÊ foi preciso e precioso...irretocavelmente. Nada a acrescentar ou excluir... nota 1000. BRAVO!

Anônimo disse...

a palavra "extrema" se escreve com x