Google+ Badge

sábado, 10 de maio de 2014

LULA X FHC — TRABALHISTAS X NEOLIBERAIS — COMPARE!

BLOG PALAVRA LIVRE




Um comentário:

Paulo Luiz disse...

O crescimento do crime organizado.

Há dois fatores que alimenta o crescimento do crime organizado. Um deles é o enfraquecimento do estado, notadamente pelo alto grau de corrupção que assola nosso país, desde as pequenas prefeituras até a cúpula do governo federal. O segundo fator é sem sombra de dúvida a má distribuição da renda.
A má distribuição da renda, não é culpa só do governo, ela é agravada também pela ganância desenfreada das classes mais privilegiadas.
As pessoas mais abastadas têm na infância uma melhor alimentação, um melhor ensino, mais acesso a saúde, mais segurança e também melhores oportunidades para progredir na vida.
No capitalismo as classes são divididas a grosso modo em dois hemisférios, quem está do meio para cima, ou seja os mais estabilizados financeiramente, tem tudo facilitado para crescer e aumentar sua posição social, quem está do meio para baixo, os quais são a esmagadora maioria, sofrem com a inoperância do governo e também com a ganância das pessoas mais privilegiadas, as quais usam o lema, quem pode mais chora menos. Sendo assim os menos afortunados tem que lutar com muita dificuldade para disputarem a pequena porcentagem de recursos financeiros disponibilizados para atender a todos. Diante deste quadro desumano surge uma terceira classe, a qual está crescendo assustadoramente em nosso país, são os criminosos, criminosos estes criados pelo próprio sistema, pois bandido não nasce bandido, ao nascer são pessoas normais, a má alimentação, péssimo ensino, um medíocre sistema de saúde pública e falta de oportunidades é que os levam a engrossar ainda mais o contingente de marginais em todo país. Portanto, alem da culpa do governo, também os mais privilegiados financeiramente tem uma boa parcela de culpa desta grave situação, pois tudo isso é fruto da desenfreada ganância dos mais abastados por mais status sociais e mais vantagens financeiras.
Os recursos financeiros de um país são para distribuir racionalmente a toda população. Quando os mais privilegiados passam a arrecadar mais do que precisa, a classe menos favorecida entra em colapso por ter menos verbas disponíveis para o seu sustento, isso se conhece por má distribuição de renda.

Paulo Luiz Mendonça.