Google+ Badge

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Ataques a Lula são sórdidos, aviltam o imaginário popular e indignam os justos

Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


A questão principal do linchamento moral e político de Luiz Inácio Lula da Silva perpetrado por setores do Judiciário, da imprensa alienígena, do PSDB e de seus aliados da oposição contra o presidente da República mais reconhecido internacionalmente da história do Brasil, além de ser o fundador da CUT, do PT e de ter acabado com a fome absoluta de dezenas de milhões de brasileiros, não é o fato de o ex-mandatário trabalhista ter uma vasta biografia de lutas pela democracia e justiça social. Não mesmo.

O que incomoda e causa ódio à burguesia colonizada, de ideologia escravocrata e que historicamente odeia o Brasil é o fato de o Lula fazer as coisas e falar delas, como ter saído do poder com mais de 80% de aprovação popular, ter fundado o Instituto Lula, proferir palestras pagas por quem quer ouvi-lo, no Brasil e no exterior, ser, sistematicamente, homenageado pelas principais universidades do País e do mundo, bem como, por exemplo, ter realizado um governo que distribuiu renda e riqueza, o que, sobretudo, significa que pela segunda vez na história deste País um presidente da Republica, da corrente trabalhista, ousou incluir o povo no orçamento da União.

O primeiro a fazer isto e por causa disto caiu foi o estadista gaúcho e também trabalhista, Getúlio Vargas. Ponto. Esta é a verdade e não há como a direita de alma golpista, pois de índole fascista, mudar a história, que, para o bem do povo brasileiro, não é estudada e escrita por jornalistas a soldo dos magnatas bilionários de imprensa e nem por "especialistas" que ficam sentados, como se estivessem em prateleiras, à espera de serem chamados a falar, conforme pensam seus patrões — a exemplo do que acontece na Globo News e na CBN, dentre outras congêneres que seguem a cartilha das Organizações(?) Globo, como se fossem cabeças de uma mesma boiada.

Os ataques maledicentes, antiéticos e totalmente improcedentes e sórdidos, além de premeditados, porque são "montados" por autoridades pagas pelo contribuinte, que se comportam politicamente e partidariamente. São os meganhas do sistema judiciário (PF, MP e Justiça), que contam com a participação efetiva de meia dúzia de famílias bilionárias, que conspiram contra o Governo Trabalhista, a presidente Dilma Rousseff, além de quererem aniquilar, de forma definitiva, o PT e o presidente Lula, cuja imagem está a ser covardemente achincalhada, linchada e apedrejada da maneira mais sórdida e retumbante possível.

Trata-se de um processo somente comparável ao que os nazifascistas fizeram na Itália, na Alemanha, na Espanha, em Portugal e em países como a Argentina, o Chile e a Colômbia dos narcotraficantes e dos grupos paramilitares de direita, que rivalizam em atrocidades com os fascistas das décadas de 1930 e 1940, no que diz respeito, mais especificamente, ao controle dos meios de comunicação como pontas de lanças de interesses político-partidários. Lula é tratado como um delinquente pela casa grande, que não o engoliu no poder e continua a não engoli-lo fora do poder oficial. Lula tem de ser, indubitavelmente, destruído, porque a intenção é matar logo na saída um possível arranque do político estadista rumo à corrida presidencial.

A direita se comporta como facínora, porque quando ela se aproveita das ações de servidores do sistema judiciário que se partidarizaram e se politizaram em plena atividade pública, bem como se utiliza de manchetes e notícias de jornais que são, nitidamente e comprovadamente, libelos de ataques a apenas um partido, a exemplo do PT, e a políticos que frequentam o campo à esquerda do espectro ideológico, sinal que há algo errado no reino da Dinamarca. Não é normal o processo de linchamento de um presidente que não roubou e não compartilhou ilegalidades seja com quem for.

Lula não é investigado. Não é parte da Lava Jato, como também não é parte das operações do HSBC e da Zelotes. O petista também não cometeu qualquer crime por ter comprado e desistido de uma cota de apartamento no Guarujá. Portanto, ele não é parte da operação ridícula e covarde chamada de Triplo X. Um verdadeiro escárnio este nome que deram para a operação. Chega a ser uma babaquice. 

A imprensa comercial e privada (privada nos dois sentidos, tá?!) deste País, além de ser socialmente mentirosa o é também politicamente golpista. Sonegadora de impostos e useira e vezeira em cometer crimes de injúria, calúnia e difamação, ainda tem o privilégio de receber muito dinheiro por intermédio de propaganda e publicidade do Governo Federal, que até hoje paga um preço altíssimo por bancar quem tenta derrubar uma presidente da República eleita constitucionalmente, legalmente, sem cometer quaisquer crimes eleitorais e financeiros. É como dar comida a escorpiões ou receber abraço de urso selvagem. Não dá para entender...

Uma imprensa empresarial que está a imolar o presidente Lula em tudo o que ele faz. A ordem vem dos donos dos meios de comunicação privados e meramente de essência mercantilista aos capitães do mato das redações, ou seja, sem quaisquer compromissos com os interesses do Brasil e com a emancipação definitiva do povo brasileiro. A imprensa mais corrupta, insidiosa, golpista e covarde que se tem notícia nas Américas e, quiçá, no mundo, porque atua e age contra seus adversários como se fosse inimputável, como os tucanos, que estão envolvidos até o pescoço em dezenas de escândalos de corrupção e até hoje ninguém desse grupo político inquilino do PSDB foi preso. I-na-cre-di-tá-vel! Surreal!

É porque somos idiotas. Todo mundo é idiota neste País ou tratado como um... Não é possível que os meganhas delegados da PF, os promotores e procuradores e um juiz, da estirpe da Sérgio Moro, não conheçam ou não saibam o que os tucanos fizeram, a começar pelo desmantelamento do Estado Nacional quando das privatizações criminosas contra o povo brasileiro. Este é o início, que depois se transformou em uma lista imensa de escândalos, a começar pela compra de votos para a reeleição do FHC — o Príncipe da Privataria, que dizem ter apartamento em uma das ruas mais chiques de Paris, bem como saiu da presidência da República como dono de uma fazenda em Minas Gerais, além de vender o Brasil, pois governou como um caixeiro viajante ao invés de ser um estadista.

Porém, reconheço, seria exigir muito de um homem provinciano, com ar blasé, que pensa ser cosmopolita só porque fala francês ou se tornou um sociólogo de proveta, porque se tem alguém que não entende nada de povo, certamente, esta pessoa é o senhor Fernando Henrique Cardoso — o Neoliberal I —, aquele que foi ao FMI três vezes, de joelhos, a se humilhar, com o pires nas mãos, porque realmente o grão-tucano quebrou o Brasil três vezes.

E mesmo assim FHC é considerado um "gênio" por jornalistas colonizados, bem como, apesar do tempo na cidade ou da idade, ainda se mostram deslumbrados com Nova York, como se fossem adolescentes ou socialites. Jornalistas sem noção, como os do Manhatam Conection e de toda uma cadeia de noticiosos, que se propõem a desancar o Brasil e a tratar os brasileiros como se todos fossem idiotas que vivem, como eles, em uma redoma de cristal. Durma-se com um barulho desses... Ser "limpinho e cheiroso", como o disse certa vez a jornalista tucana, Eliane Cantanhêde, ao falar do público presente à convenção do PSDB em Brasília, tem limite. O limite da realidade e da verdade.

Agora estamos no limiar da patifaria por parte da imprensa corrupta e, com efeito, desprovida de escrúpulos. Simplesmente Lula e sua mulher, Dona Marisa, não podem falar e fazer nada. Estão "proibidos" de se movimentar. Não podem viver. Portanto, não podem respirar. A perseguição é palmo a palmo. Trata-se do fascismo em toda sua "grandiloquência" perpetrado por servidores públicos do sistema judiciário, que liberaram a meganhagem aos quatro ventos, porque, na verdade, são políticos entranhados no serviço público e aliados, como todo mundo sabe, inclusive os estúpidos, ao PSDB e à imprensa de negócios privados.

Lula não pode trabalhar; não pode falar; não pode se reunir; não tem o direito de comprar, nem mesmo um barco de lata de R$ 4.500. O político trabalhista não pode comprar casa, apartamento, fazer palestras e viajar. Está "proibido", pelo imaginário doentio dos fascistas de ganhar dinheiro e aplicá-lo onde ele quiser e considerar melhor. Todo mundo pode. A burguesia pode tudo, inclusive querer que o Estado brasileiro seja eternamente a vaca generosa para ela mamar em suas fartas tetas, como sempre fizeram em um tempo de 500 anos.

Lula, definitivamente, não pode fazer nada, porque os bárbaros bilionários da casa grande, os perversos da meganhagem, que servem como capitães do mato aos interesses de uma das piores "elites" do planeta e a imprensa de mercado, que atua como irradiadora de uma agenda extremamente e propositalmente negativa para o País e para os governos do PT junto à população coxinha, a que apoia golpe de estado, a que pede por intervenção militar, a que é racista, elitista e sectária, a que se incomodou profundamente com a ascensão econômica e social dos pobres, sendo que por causa dessa situação ficou inconformada e revoltada.

Tornaram-se pessoas tão furiosas que, alucinadamente, depois de 13 anos, a se fingir de democratas, saíram às ruas como se rompessem a caixa de Pandora, com camisas de Seleção Brasileira a ilustrá-las como fantoches mambembes doutrinados pelas mídias porta-vozes do grande capital. Coxinhas que detestam o País vestidos de amarelo, a considerar, ridiculamente, esta ação como exemplo de nacionalismo e amor à Pátria, sentimento este que os coxinhas não tem e não querem tê-lo, porque são antinacionalistas e amantes da gringada, que enriqueceu a roubar inúmeros países e nações no decorrer da história da humanidade.

A verdade é que a classe média coxinha odeia o Brasil, demonstra ser racista, odeia o povo, porque tem preconceito de classe, bem como não aceita, de forma alguma, que os considerados "seus" serviçais frequentem locais como aeroportos, shoppings, cinemas, restaurantes, universidades públicas e privadas, além de andarem em seus bairros, a não ser para fazer algum serviço. Aí, sim, o pobre pode se aproximar. Para trabalhar está "autorizado". Do contrário, os coxinhas recalcados e rancorosos vão ficar furiosos e como tais se apresentam em lugares públicos, na internet e em passeatas. Não acredita? Então verifique a internet e suas redes sociais, blogs e sites. Veja também as abordagens de coxinhas surtados a pessoas conhecidas em logradouros públicos, em razão de seus apoios ao Lula, à Dilma e ao PT. Fato!

Lula não vai ser preso. Os meganhas do MP, da PF e da Justiça sabem disso. A imprensa sonegadora de impostos cujos donos jamais são intimados a depor também. Eles, no Brasil, são inimputáveis, assim como os tucanos do PSDB. É porque somos todos idiotas. Somente um lado da moeda política e partidária teve campanhas financiadas por empresas públicas e privadas... Não é mesmo, doutor Sérgio Moro? O PSDB, por exemplo, que recebeu mais dinheiro do que o PT na campanha presidencial de 2014 está a voar como um tucano livre, leve, solto e fagueiro.

Os políticos do PSDB são inquestionavelmente honestos e de pensamentos e propósitos tão puros quanto a de um monge enclausurado em seu templo. É melhor rir do que chorar. A verdade é que Lula e sua família estão a processar aqueles que os acusam do que eles não fizeram e não compactuaram. Afirmo e reafirmo, o que está a acontecer com o Lula e o PT é a repetição do que fizeram com Getúlio, com Jango, com o Brizola e com o antigo e valoroso PTB, que desde 1980 está nas mãos de políticos direitistas, a exemplo de Roberto Jefferson.

O mesmo Jefferson machão, que no tribunal, quando julgado à vera, não acusou o presidente Lula e desconsiderou o que tinha dito anteriormente contra ele, porque sabia que o político trabalhista não incorreu em erros, não cometeu crimes, como querem, agora, imputá-lo sem provas de se corromper com compra de ágio de apartamento, que nunca foi dele, e com um bote de lata. É de uma pequenez e mesquinhez esta imprensa familiar de magnata bilionário, que sua credibilidade afundou na lama de pântano. Jefferson simplesmente recuou. Fato!


Lula tem história e legado. Ou seja, tem passado e presente. Não se trata de uma liderança comum. Trata-se de um político de grandeza internacional. O grande capital sabe disso. Compreende, e por causa disso quer desconstruí-lo. Os ataques a Lula são sórdidos, aviltam o imaginário popular e indignam os justos. A casa grande brasileira, um dos alicerces da plutocracia mundial, vai ter de esperar até 2018. Quem viver verá. É isso aí. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Mauro Pires de Amorim.

Realmente, ataques contra Lula podem ser sórdidos. Mas podem também não ser?
A verdade, por dados econométricos medidos em termos da ciência econômica e gestão administrativa é que o país retrocedeu à década de 1981.
Isso é complô!!!!!!!! Mas ainda que seja. A verdade é que, quem assumir o poder, seja por meios constitucionais ou meios golpistas, vai ter que arcar com as contas.
O déficit, dívida, não mente! A contabilidade, matemática, não mente.
Agora, tirar onda de socialista, socialdemocrata, monarquista honesto. Muita gente quer e gosta. Só para, enquanto estiver no poder. Tirar o seu, se dar bem!
O poder político no Brasil é prostituto, efêmero, oportunista por que?
O controle do orçamento, da grana de ricos, classe média e pobres, que pagam e não se constrói um futuro. Sinto muito, mas 500 anos de história de governos de fachada, assim como entes vivos. Os Estados morrem, ficam moribundos ,apodrecem, definham.
E políticos só são ruins, perdulários gestacionais, porque partidos políticos que os avalizam são iguais. Sinto muito Brasil.
Quer milagre? Experimenta subir e descer 200 vezes a escadaria da Penha e sentar de boca aberta esperando a salvação chegar.
E pior, caso aja deposição inconstitucional do status quo no poder. Pior! Pois credores em moedas mais fortes das dividas externa e interna, vão usar a deposição do poder inconstitucional, para aumentar o 'risco Brasil' e com isso, garantir mais a esculhambação do Real, moeda brasileira.
Então, pode dizer a ideologia que quiser, pode se auto coroar em propaganda enganosa. Pois o nível de mentalidade política é a mesma de 500 anos atrás. Encher a burra e se dar bem.
O Brasil, se matou no tempo da história por isso. País sem futuro, sem rumo, porque não tem identificação. O Brasil não é nação! E gestão de carochinha!

Jorge Marcelo disse...

O presidente Lula chama a sua secretária e diz:
— Por favor, marque uma reunião com os ministros para sexta-feira.
— Presidente, sexta-feira é com "s" ou com "x"? — pergunta a secretária.
O presidente pensa um pouco e responde:
— Marque para quinta.

Bené disse...

Fdp o Jorge Marcelo como sempre. Sempre sem qualquer pensamento e imaginação. Um coitado, um pobre diabo, corpo sem inteligência. Que destino de um caráter atrasado. Porque alma este lixo ou verme não tem.

Olavo V a E disse...

Espetacular,inclusive em forma verbo.
A palavra durissima sem baixar o nível. A verticalização do raciocínio para se transformar em pensamento. Consegue pensar de forma violenta sem perder a humanidade. Pena cortante raríssima e libertária! Você tem o estigma dos justos.

Anônimo disse...

Marisa Leticia comprou um bote. levou para o sítio que não era dela.
Se o Davis nele ( sítio) fosse convidado a ir para um rega bofe e nele ( bote) quisesse flutuar, afundaria.
FATO !

Bento Lisboa disse...

RAnônimo lixo moral. Verme.