Google+ Badge

domingo, 30 de agosto de 2015

Globo ataca Lula, criminaliza suas ações, vive na Guerra Fria e inferniza o Brasil

Por Davis Sena Filho — Palavra Livre

NÃO É NECESSÁRIO DIZER NADA MAIS.
Luiz Inácio Lula da Silva, a maior personalidade política da América Latina e a liderança mais popular e reconhecida em âmbito mundial é aqui, no Brasil, tratado como criminoso por grupos empresariais, a exemplo das Organizações(?) Globo, que desde a década de 1920 inferniza a rotina política, econômica e social do povo brasileiro, bem como o atrasa em seu desenvolvimento e luta contra sua emancipação, cujo propósito fundamental é não permitir a plena cidadania da maioria da população deste País.

Useira e vezeira em cometer ilegalidades políticas e criar crises ou superdimensioná-las, a família Marinho não se faz de rogada e, para ter seus interesses empresariais e políticos concretizados, ataca violentamente qualquer pessoa que seja considerada sua inimiga, e por causa disto tal adversário tem de ser destruído, desqualificado, incriminado, desconstruído e humilhado.

Muitos políticos e empresários, no decorrer do tempo, cederam e abaixaram a cabeça, o que não é o caso de Lula, porque este político de caráter moral ilibado e ideologicamente socialista e trabalhista não foi cooptado pela casa grande, ou seja, pelo status quo. De forma alguma, como não o foram Getúlio Vargas, João Goulart, Leonel Brizola, Luís Carlos Prestes e tantos outros, que não sucumbiram ao canto de sereia da direita brasileira, uma das mais perversas e violentas do mundo, de essência escravocrata e princípios sectários e elitistas.

Lula vai ser atacado e desrespeitado violentamente pelos magnatas bilionários das Organizações (nome sugestivo) Globo, um truste midiático poderoso, a serviço dos interesses internacionais e que não bate prego em estopa, porque, na verdade, esses empresários são mancomunados com a plutocracia, que domina os meios de produção, em todos seus matizes e segmentos, principalmente no que tange a apoiar e se aliar aos bancos internacionais, às grandes petroleiras e aos grandes grupos comerciais, em todas suas diversificações, no sentido de abrir e conquistar os mercados internos dos países pobres e em desenvolvimento, notadamente aqueles, como o Brasil, que possuem legislações que protegem seus mercados e seus produtos.

Não é à toa que tais organizações(?) dos Marinho defendem, sistematicamente, a mudança de modelo do Pré-Sal, bem como a abertura do mercado para as construtoras internacionais, como evidenciou em seus editoriais, após os diretores, executivos e presidentes de empreiteiras brasileiras serem envolvidos e punidos pela Justiça por causa da Operação Lava Jato, controlada por um juiz de primeira instância, Sérgio Moro, que ganha salários pornográficos de R$ 77 mil, além de atuar e agir de forma seletiva e imprudente, pois política.

Atos e ações de tal magistrado que fazem milhões de brasileiros, que não votaram no PSDB, a desconfiar seriamente de um Judiciário que faz politica, tem lado, preferências, cor ideológica, além de vazar inquéritos, documentos e filmagens, ao invés de se orientar e se ater aos autos dos processos, bem como ter o silêncio como sua profissão de fé. Mas, o que esperar de juízes, promotores e delegados que se comportam como astros e estrelas que iluminam seus sapatos, que trilham por caminhos que não se sabe onde vão dar, a não ser ao vazamento criminoso e anticonstitucional de informações, que deveriam estar em segredo de justiça, porque muitos dos acusados não tiveram suas culpabilidades comprovadas, além de não terem sido julgados e, quiçá, condenados.

Eis que uma parte da população brasileira age dessa forma irresponsável e criminosa, a imitar as más ações e as péssimas condutas dos magnatas bilionários de imprensa ao inflar um boneco gigante com o presidente Lula a lembrar um presidiário, sem, no entanto, o líder trabalhista não ter incorrido em crimes, não responder a processos e não ser acusado nos tribunais brasileiros de quaisquer malfeitos ou ilegalidades.

Quem comete crime contra a honra, pois difama, calunia e injuria, são os responsáveis por colocar o boneco infamante nas ruas e considerar que é “normal” e “justo” afrontar com virulência um cidadão que foi presidente da República, sem observar se este cometeu crimes ou não. Cidadãos de perfis conservadores, eleitores de partidos de direita, que apresentam como proposta o modelo neoliberal para a economia, que foi derrotado na América Latina e que afundou os países deste continente em dívidas, porque levou suas economias à bancarrota, além de aumentar exponencialmente a miséria em quase todos os países, inclusive os europeus e os Estados Unidos, que desde 2008 lutam para superar a crise econômica e o desemprego.

O neoliberalismo é excludente para os povos de diferentes nações, pois privilegia apenas os bolsos dos ricos. Este é o problema e a verdade das derrotas eleitorais da direita e de grupos radicais e reacionários como as Organizações(?) Globo, que se colocam na linha de frente do combate político e agridem, sem parar, o ex-presidente Lula. E por quê? Porque Lula representa a continuidade do desenvolvimento brasileiro de caráter nacionalista. Ponto. Não interessa a esses empresários riquíssimos e moralmente apátridas que o Brasil efetive projetos nacionais e de inclusão social, além de uma diplomacia independente e não alinhada aos Estados Unidos e aos grandes países europeus.

Programas e projetos desenvolvimentistas do Governo Federal, como os dos setores de energia, nuclear, espacial, construção civil, químico, petrolífero, banda larga, agropecuário, naval, dentre muitos outros nunca avançaram tanto, como ocorreu nos governos dos presidentes trabalhistas, Lula e Dilma, que deram uma outra dinâmica ao País, ao investir pesadamente na economia interna e conquistar novos parceiros comerciais, a exemplo dos países africanos, sul-americanos, latino-americanos, oriente médio, asiáticos e europeus, notadamente os da região leste da Europa.

Esta magnífica colcha de retalhos diplomática é obra inigualável do presidente Lula e de seu competente chanceler, Celso Amorim. Nem o grande estadista Getúlio Vargas, que também efetivou uma diplomacia arrojada, ao ponto de industrializar o Brasil, que deixou de ser rural, realizou uma diplomacia tão ampla e independente, o que levou o nosso País a ser, pela primeira vez em termos mundiais, importante protagonista, de língua portuguesa, e um dos criadores dos Brics, do G-20, da diplomacia Sul-Sul, da Unasul, além de fortalecer o Mercosul.

Com o Partido dos Trabalhadores no poder foram defenestradas e eliminadas as pretensões da Alca, dominada pelo governo dos Estados Unidos e defendida no Brasil pelos políticos do PSDB e do DEM — o pior partido do mundo. Sempre os tucanos e os demos, a nadarem contra a maré e a traírem os interesses legítimos do Brasil e de seu povo. A direita tupiniquim, subserviente e colonizada, queria a mexicanização da maior economia da América Latina. 

Agora a família alienígena e apátrida dos Marinho coloca a presidenta Dilma Rousseff um pouco para escanteio, mas sem deixar de desqualificá-la, e mira suas baterias sórdidas a um alvo maior, porque a mandatária está no seu último mandato, e Lula é o virtual candidato do PT à Presidência da República. E se tem alguma coisa que este grupo midiático, cúmplice, agente do golpe de 1964 e aliado, inconteste, da ditadura militar tem pavor é de presidentes trabalhistas no poder. Desde 1930...

As ilações, “denúncias” e acusações veiculadas pelo O Globo, Época e Jornal Nacional são um acinte e desrespeito à inteligência e à sensatez alheia. Mesquinhos e medíocres, os jornalistas desses verdadeiros partidos panfletários de direita e de oposição fazem o jogo sujo de seus patrões, sem ao menos avaliar a bagunça que podem causar à política brasileira, que se encontra em crise, porque o PSDB ainda não desceu do palanque após dez meses do fim das eleições, vencidas por Dilma Rousseff, bem como a família Marinho e suas primas ainda estão inconformadas e continuam encolerizadas por não mais influenciar quanto às políticas públicas, os programas de governo e os investimentos determinados e definidos por quem ganha as eleições, no caso Lula e Dilma — do Partido dos Trabalhadores.

Depois de O Globo e Época tentarem escandalizar a simples compra de apartamento por parte da esposa de Lula, dona Marisa Letícia, bem como criminalizar as palestras do líder petista, agora a revista Época, panfleto incendiário e ordinário, que no passado usou os serviços do bicheiro e presidiário Carlinhos Cachoeira para desestabilizar os governos Federal e do Distrito Federal, resolve, por intermédio da edição de ontem do Jornal (anti)Nacional dedicar seis minutos virulentos contra o ex-presidente Lula. O motivo da agressão foi o Porto de Mariel, em Cuba. A Odebrecht, empresa que é dez vezes maior que as Organizações(?) Globo, é a responsável pela construção da obra.

A questão principal da reportagem repleta de patifarias, distorções, meias-verdades e mentiras do Jornal Nacional é que Lula fez gestões para que o porto fosse construído. O JN se baseou para fazer a matéria mequetrefe e rastaquera na revista Época, que neste momento está a ser processada pelo petista, que respondeu por meio do Instituto Lula que "Os jornalistas da Época deveriam saber que todos os grandes países disputam mercados internacionais para suas exportações. E que não fosse o firme empenho do governo brasileiro, para o qual o ex-presidente Lula contribuiu, talvez o estratégico porto de Mariel fosse construído por uma empresa chinesa, ou os cubanos estivessem assistindo novelas mexicanas".

E complementou: "Neste momento histórico, em que EUA e Cuba reatam relações e o embargo econômico americano está prestes a acabar, a revista Época {e o Jornal Nacional} volta no tempo a evocar velhos fantasmas da Guerra Fria e títulos de livros de espionagem". É verdade. A direita brasileira e os porta-vozes da casa grande escravagista são extremamente ideológicos e, indubitavelmente, queriam um Brasil pequeno, a servir a poucos e ser um País meramente exportador de matéria prima. Depois a burguesia provinciana, amante do retrocesso, de alma reacionária e atrasadíssima socialmente passaria suas férias no exterior, e pronto. A vida seria muito melhor, um deleite para essa gente politicamente e historicamente subalterna ao establishment mundial, sem escrúpulo e que odeia o Brasil. .

Nada é aleatório quando se trata dos magnatas bilionários, os donos da Globo, de passado e presente golpistas e ideologicamente direitistas, que não aceitam os resultados eleitorais, pois inconformados que estão porque mandatários trabalhistas administram o Brasil há 13 anos, com competência maior do que a deles e de seus candidatos tucanos e aliados, que venderam irresponsavelmente o patrimônio do País, ao tempo que quebraram o Brasil três vezes, porque foram ao FMI três vezes, além de deixarem as nossas reservas internacionais em frangalhos.

A quem interessar, as Organizações(?) Globo, inclusive, não respeitam seus "princípios" jornalísticos tão amplamente divulgados. Nunca vi escorpiões com princípios. Quem tem um pingo de discernimento e sobriedade sabe disso. E dou um exemplo. No passado, demitiram um dos empregados mais influentes das organizações(?) — o Ricardo Boechat. Em 2001, o jornalista foi acusado de estar envolvido em grampo, segundo matéria da Veja — a Última Flor do Fascio. Boechat foi gravado a conversar com Paulo Marinho, ex-assessor do empresário Nelson Tanure, atual proprietário do jornal do Brasil online.

O diálogo gravado era sobre uma disputa empresarial com o pessoal do Daniel Dantas. A "reportagem" de Veja acabou com a carreira de Boechat no O Globo. Sua conduta foi criticada duramente pelo "imortal" Merval Pereira, tucano e conspirador de carteirinha, que até hoje nada diz sobre a conduta de Eumano Silva, editor da revista Época, publicação que supostamente se envolveu com o esquema do bicheiro Carlinhos Cachoeira, como o fez a Veja, por intermédio de seu editor Policarpo Jr.

A verdade é que Cachoeira subsidiava informações à Época (Globo) e à Veja (Abril), porque o bicheiro exercia a função de pauteiro “informal” dessas duas publicações de péssima qualidade editorial, pelo motivo de serem autoras de um verdadeiro e autêntico jornalismo de esgoto. Agora, vamos à pergunta que não quer calar: a moral, os bons costumes e o combate à corrupção dessas velhas mídias são seletivas? Respondo: são! Só não vê quem não quer.

Quem não quer ver são as pessoas que concordam com a moral, os valores e os princípios da família Marinho e de seus empregados de confiança. Lula iniciou sua via crucis quando anunciou, em Minas Gerais, sua intenção de concorrer à Presidência do Brasil. Definitivamente, o líder trabalhista virou alvo. Porém, ele está correto em deixar claros e evidentes seus propósitos políticos e eleitorais.

Afinal, Lula era alvo quando estava quieto. Mais do que isto. O petista foi alvo da direita, e de forma cruel e impiedosa, até quando foi vítima de câncer. Já que o atacam por qualquer motivo, melhor é ser alvo dos conservadores com motivos. É isto mesmo: quem está na chuva é para se molhar. Nada melhor do que entrar no ringue e também poder bater. Oficialmente... PS: Alguém tem de avisar à família Marinho que a Guerra Fria acabou. Depois os esquerdistas são os dinossauros. Que o digam as passeatas em prol do golpe militar dos coxinhas paneleiros de barrigas cheias. É isso aí.

26 comentários:

carmo disse...

quanta mentira...a globo contra o lula...contem outra mentirosos...globo e lula...tudo farinha do mesmo saco...até parece......

Bento Lisboa disse...

Carmo, você é ingênua ou analfabeta política?
Ah, entendi, você é uma coxinha tu canalha.
Vai ler a Veja. Vai.

Bento Lisboa disse...

Artigo irretocavel deste ilustre, culto e competente jornalista. Mais um pra sua imensa coleção.

Amarilio Dantas disse...

Carmo, vc pensa com a cabeça ou com o rabo?

Anônimo disse...

As Organizações Criminosas Globo, só irão parar de caluniar e entregar o Brasil, quando sentirem o peso da revolta popular sobre seus bens e instalações, tal e qual a Família Carreteiro no Rio, que ficou conhecida como a Revolta das Barcas.

luiz carlos ferreira disse...

à Carmo, digo: Keep calm. Suas palavras não tem o minimo embasamento, são como latidos dos cadelas atrás dos carros, sem sentido. Procure se ilustrar para não ser tabulada como analfabeta política.

Gladis Feitosa disse...

Caro Davis, lê-lo é um aprendizado e uma satisfação. Os acontecimentos contados sobre o Ricardo Boechat, os editores de Veja e Época junto com o Carlinhos Cachoeira, mais o Daniel Dantas e o Nelson Tanure me tiraram muitas dúvidas. Sempre achei esses fatos confusos, mas você facilitou meu entendimento. Adoro quando você põe o ponto de interrogação depois da palavra Organizações(?) Globo. Seu artigo está maravilhoso, como sempre. Um grande abraço.

amarildolu disse...

Amarilio, se a Globo mente sobre o Luladrâo não se esqueça que a internet é livre e não é comprada. O contrário da Globo. Se seu cérebro funcionasse vc enxergaria aquilo que ATÉ o próprio governo não consegue mais esconder.

Davis Sena Filho disse...

Que ótima e importante informação. Mas, por favor, não seja anônimo ou anônima. Abraço.

Jorge Marcelo disse...

Davis, por que você nunca fala nada sobre a Rede Record? Será que você tem o rabo preso com a empresa do Bispo Macedo, que tem ligações como partido do qual seu chefe na Câmara do Rio faz parte?! Muito intrigante isso...

Davis Serna Filho disse...

Jorge Marcelo, por que você não escreve e apresente seu pensamento para as pessoas, ao invés de ser perverso e injusto, quando você mede as pessoas pela imagem de seu espelho? A métrica de sua honra não é a medida de quem não pensa igual a você. Não é racional? Abraço.

Davis Sena Filho disse...

Sena

Horácio Peralta disse...

Amarildolu, além de idiota, você não passa de um tucanalha, de um rola bosta e analfabeto político. Vai estudar história, seu coxinha burro. Ladrão é o Fernando Henrique e sua quadrilha ordinária que entregou o Brasil.

Paulo Blanc disse...

Davis, esse tal de Jorge Marcelo é apenas um provocador débil mental, maldoso e que mede as pessoas pelo caráter dele. Um sem vergonha, que não debate, mas apenas ofende e agride. Não se joga pérolas aos porcos. Este seu artigo é irretocavel. Nada a acrescentar.

Rapa Capa disse...

Jorge Marcelo é um ridículo inútil e sem noção. E não é que esse animal se doeu pela globo e os golpistas Marinhos? É um jegue, um estúpido. Imbecil, a globo tá cágado pra você.

Bento Lisboa disse...

Jorge Marinho Marcelo está muito ou putinho da vida porque o articulista falou verdades sobre as empresas dele. Kkkkkkkkkkkkkk

Magda disse...

CALA A BOCA, JORGE MARINHO MARCELO!
HEHEHEHEHEHE

amarildolu disse...

Não sou tucano. Não votei em nenhuma merda como vc. Sou a favor da intervenção militar pra tirar todos os fdp do poder. Só não é a favor quem é vagabundo que não quer trabalhar e vive igual a vc dependendo de bolsa esmola, ou que pretende roubar do trabalhador que paga impostos pra manter esses ladrões no poder. E me diga, Horácio, quanto vc tá levando nessa??? Seu otário!!!

Henrique R disse...

"A imprensa deixou há muito de informar, para apenas seduzir, agredir e manipular."
- prof. Andrew Oitke, catedrático de Antropologia em Harvard

“Na imprensa do Brasil, ninguém vai saber o que aconteceu no Brasil com o meu governo. O futuro leitor tem que ler as revistas inglesas, francesas, os jornais alemães, e, acima de tudo, vocês, a internet”.
- Presidente Lula, aos Blogueiros

Henrique R disse...

O oráculo coxinha, ops, rede sonegadora, ops, globo, nunca acreditou na internet e sempre tripudiou do povo brasileiro.
Mas, ninguém é tão alienado que um dia não consiga lutar contra esta alienação.

Unknown disse...

Cuidado petralha, a casa tá caindo...

http://www.oantagonista.com/posts/jd-consultoria-serviu-apenas-para-pagar-sites-e-blogs-sujos

Henrique R disse...

O site "Implicante", foi contratado por uma mesada de R$ 70 mil paga pelo governo do Estado de São Paulo para atacar o PT nas redes sociais.
Quem banca a farra, que já dura desde maio de 2013, no final das contas, somos nós, os contribuintes.
Não sai barato: pelo valor da mesada, dá R$ 1.680.000,oo em dois anos.

Com este dinheiro o mentiroso do alckmin poderia construir, pelo menos, uma cisterna!

Copy the BEST Traders and Make Money (One Click) : http://ow.ly/KNICZ

Unknown disse...

Uma coisa que eu acho legal nos petralhas e mortadelas é que eles nem tentam mais defender os porcos com quem comem farelo, atacam a oposição querendo fazer entender que seus ladrões são melhores do que o dos outros. E eu que votei no PT cansado das mazelas e roubalheiras do PSDB, acreditando que tudo ia mudar... E mudou, pra muito pior, pra mais roubalheira e cinismo nunca antes visto!!... Respondam petralhas, por que contra a Dilma é golpe, mas contra o Collor não foi, já que ele foi inocentado no STF??... Vou esperar essa resposta deitado, porque sentado vou cansar...

Marcos Lúcio disse...

De fato, a melhor e mais lúcida conclusão histórica e comprovável a que se pode chegar é esta, nesta postagem irretocável deste brilhante jornalista " esta direita brasileira, uma das mais perversas e violentas do mundo, de essência escravocrata e princípios sectários e elitistas". Estes políticos e empresários desta linhagem ideológica conservadora e reacionária, preferem dar tiro no próprio pé a ver o país progredir através de governos que não sejam conduzidos exclusivamente pela direitalha , tucanalha, demalha, enfim, pelos direitopatas.

Lula vai ser atacado e desrespeitado violentamen

Henrique R disse...

E por falar em Collor:

O impeachment:
1. Pedro Collor, irmão do presidente, concedeu entrevista à revista VEJA, em maio de 1992, denunciando um esquema de lavagem de dinheiro no exterior comandado por Paulo César (PC) Farias, tesoureiro da campanha eleitoral de 1989. Fernando acusou o irmão de insanidade mental - desmentida por exames.

2. O Congresso Nacional criou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias. Vieram à tona esquemas como a Operação Uruguai: empréstimos fraudulentos para financiar a campanha de 1989. Além disso, contas fantasma operadas por PC financiavam a reforma da Casa da Dinda, onde Collor morava.

3. As ligações do presidente com os golpes de PC ficaram evidentes. Um carro Fiat Elba para uso pessoal do presidente foi comprado com dinheiro vindo das contas fantasma do tesoureiro de campanha. Em agosto, o motorista Eriberto França contou à revista Istoé como levava contas de Collor para serem pagas por empresas de fachada de PC.

4. Em busca de apoio, o presidente fez um pronunciamento pedindo para que a população fosse às ruas, em 16 de agosto, vestida com as cores da bandeira nacional. O povo não atendeu e saiu vestido de preto, em protesto. Entre os manifestantes, destacaram-se grupos de estudantes batizados pela imprensa de "caras-pintadas".

5. Em 24 de agosto, um relatório da CPI atestou que US$ 6,5 milhões haviam sido transferidos irregularmente para financiar gastos do presidente. A insatisfação popular aumentou e, em 29 de setembro, o impeachment foi aprovado por 441 dos 509 deputados. Collor foi afastado e substituído por Itamar Franco, seu vice.

6. Collor foi, então, julgado pelo Senado Federal. Em 29 de dezembro, o presidente renunciou para tentar engavetar o processo e preservar seus direitos políticos. No entanto, por 76 votos a 3, os senadores condenaram o presidente, que não poderia concorrer em eleições pelos oito anos seguintes.

Obs.: - para muito unknown isto é desconhecido; na internet está cheia de dados argumentados sobre o Collor, inclusive o golpe da sua eleição feita pela globo para derrotar o Lula, e, também, não esqueçam de observar o apoio político do Collor na época.

Unknown disse...

Henrique R, pois é, você fez um breve sumário do que aconteceu a Collor, multiplique isso por 10 e não chegará a metade do que Lulla e Dilma fizeram nesse 13 anos de desgoverno petralha. Vocês citam matérias jornalisticas até da VEJA contra os inimigos do PT, mas quando a lama chega em vocês, repetem o mantra "É GOLPE". Mensalão, Petrolão, BNDES, Eletrolão, pedaladas fiscais, enfim, as maracutaias do PT não tem limites. Insisto, Collor foi afastado pelas ruas, mas inocentado no STF, e o mesmo deverá ocorrer com Dilma, até o Hélio Bicudo, ex petista e um dos maiores juristas do Brasil, já entrou com um pedido de impeachment contra a presidenta. Você falou, explicou, mas não respondeu minha pergunta... Por que contra a Dilma é golpe, mas contra o Collor não foi, já que o STF o inocentou?? A verdade dói, Lulla e Dilma são exponencialmente mais corruptos que Collor, FHC, Aécio, Serra... Mas vocês não aceitam, e defendem de forma descarada um governo corrupto que quer se manter a qualquer preço no poder. Eu quero cadeia pra todos os políticos corruptos, pra vocês corruptos só os outros, não existem corruptos no PT. Ou vocês são inocentes demais ou recebem pixuleco pra defender essa corja.