Google+ Badge

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Aécio surtou, Gilmar, bandalheira e imprensa golpista

Por Davis Sena FilhoBlog Palavra Livre

Foto: Rogério Correia
O senador Aécio Neves (PSDB), derrotado pela presidenta trabalhista Dilma Rousseff (PT) nas eleições presidenciais, ainda está em plena campanha, que terminou após os resultados do segundo turno. Contudo, o tucano surtou e lembra muito o político direitista venezuelano, Henrique Capriles, na maneira de falar, agir e apostar em golpe institucional, como o fez com o presidente Hugo Chávez, mesmo ao preço de sacrificar o estado de direito, a democracia e as instituições republicanas, pois não respeitou o resultado das urnas, a soberania da maioria do povo, que não o elegeu.

Aécio Neves transita pelas mesmas veredas tortuosas de Capriles, e dá uma guinada radical à direita. Por seu turno, trata-se de um senador de atuação política e parlamentar medíocre e, por sua vez, o eleitorado de Minas Gerais o reprovou, porque os mineiros elegeram para governador o petista Fernando Pimentel, além de Dilma ter vencido o candidato do PSDB em seu próprio Estado, fatos que se tornam muito emblemáticos, porque o povo mineiro ratificou o provérbio popular “Quem não te conhece que te compre”. Como os mineiros sabem de quem se trata, o tucano perdeu em sua terra e hoje tem a desfaçatez de se considerar vitorioso mesmo a ser derrotado pelo PT.

As reações do político mineiro após a derrota eleitoral são, no mínimo, estapafúrdias e de fundo psicótico. Seus pronunciamentos não são normais, porque não correspondem aos fatos, depõem contra as realidades apresentadas e distorcem a verdade. Aécio, juntamente com sua trupe aboletada no PSDB, no DEM e na imprensa de negócios privados cada vez mais golpista e descaradamente mentirosa, simplesmente se aliou a uma direita histérica e que até agora não se conformou com a derrota nas urnas para o PT e passou, colericamente, a discursar em favor da instabilidade democrática, do desequilíbrio entre os poderes e, consequentemente, passou a flertar, inquestionavelmente, com a possibilidade de um golpe de estado.

Uma oposição que edifica os tijolos de um processo golpista e irresponsável ao não reconhecer a vitória de sua adversária trabalhista, fato este que eleva os ânimos de segmentos conservadores e reacionários da sociedade, perigosos à normalidade democrática, que invadem as galerias do Congresso para ofender com palavras de baixo calão parlamentares da base do Governo, eleitos pelo povo, que estão a votar matérias importantes para o País, a exemplo do Projeto que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2014, que permite a revisão da meta de resultado fiscal.

A oposição tucana e seus aliados trataram, com a participação da imprensa de mercado e familiar, a questão como se fosse um golpe do Governo Trabalhista para não cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, o que, indubitavelmente, não é verdade, mas, sim, uma deslavada mentira. A verdade é a seguinte: o Governo Trabalhista quer descontar da meta fiscal os investimentos no PAC, além de recuperar as perdas de receitas provenientes de incentivos fiscais concedidos a empresas privadas, pois o objetivo era fazer a roda da economia girar e, por conseguinte, combater a crise internacional por intermédio da manutenção dos programas sociais e da criação de empregos, o que foi feito, indelevelmente.

Contudo, muitas empresas, mesmo a receber incentivos fiscais e vender seus produtos como nunca aconteceu antes neste País,mantiveram seus preços altos, a despeito das desonerações, realidades estas que acenderam a luz vermelha do Governo petista, que deixou de arrecadar para favorecer empresas cujos empresários gananciosos e sem quaisquer compromissos com o País e seu povo se beneficiaram com imensas vendas, sem, contudo, dar a contrapartida. Um verdadeiro absurdo.

Na outra ponta de interesses políticos e inconfessáveis, porque de essências golpistas, o PSDB, à frente o candidato derrotado Aécio Neves, com o apoio de uma imprensa alienígena, que há muito tempo deixou de fazer jornalismo para se transformar em um partido oficioso, golpista e de direita, começou a distorcer todo esse processo ao dizer em plenário que o Governo Trabalhista não quer cumprir com o superávit primário para pagar a dívida pública e os juros embutidos, o que não é a verdade.

O Governo Dilma, como já disse anteriormente, quer melhorar a arrecadação e evitar, sobremaneira, os cortes no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e nos programas sociais, responsáveis maiores pela manutenção dos empregos dos brasileiros e, sem sombra de dúvida, pelo aquecimento da economia. Esta é a verdade. Ponto. O que sobra é mentira, leviandade, engodo, trapaça, cinismo e hipocrisia de uma oposição midiática e partidária de direita, que deseja o poder a qualquer custo.

A oposição, inconformada e desesperada por estar há 12 anos sem controlar o Governo Federal, ainda vai ficar mais quatro anos a ver navios, pois instituições como o Banco do Brasil, a Petrobras, o BNDES, a Caixa e o Itamaraty vão continuar a trabalhar para efetivar os programas de inclusão social do povo brasileiro, bem como o Brasil vai permanecer no caminho do desenvolvimento, em busca de novas parcerias e a favor de aprimorar e fortalecer instituições como os Brics, a Unasul, o Mercosul e o G-20.

São essas questões, além de muitas outras, que deixam a Casa Grande, proprietária escravagista de seres humanos por quase quatro séculos, tão revoltada, que se dispõe a criminalizar o Governo Trabalhista e o PT, assim como judicializa a política sistematicamente, toda vez que recebe críticas ou perde votações em plenário, por não ter, evidentemente, maioria parlamentar.

O jogo político do PSDB, do DEM, da mídia empresarial e de setores importantes do Ministério Público, do STF e da Policia Federal é pesado e sujo. Este conjunto partidário não oficial e que age de forma visivelmente ordenada para atingir seus propósitos pretende desestabilizar o Governo com a finalidade de conquistar o poder por via judicial. Considero bastante questionável o político do Supremo, Gilmar Mendes, um juiz direitista e opositor manifesto e feroz dos governantes trabalhistas ser o responsável pela aprovação ou não das contas da campanha presidencial do PT.

Simplesmente, surreal! E a desfaçatez não para por aí. Tal magistrado é também o relator do processo de interpelação criminal contra o tucano Aécio Neves, que declarou, irresponsavelmente e sordidamente, que perdeu a eleição para uma organização criminosa. Acabou a pantomima política? Lógico que não. O juiz de direita, inimigo do PT e do Governo Trabalhista ainda vai decidir, a seu bel-prazer, quando vai devolver o projeto que proíbe o financiamento privado de campanhas políticas, que abastece o caixa dois dos partidos e causa transtornos políticos e institucionais ao País, além de ser usado criminosamente pelas mídias comerciais para desestabilizar a democracia.

O “mensalão”, o do PT, parou nas barras dos tribunais e algumas lideranças do partido foram presas. Entretanto, os responsáveis pelos mensalões do PSDB e do DEM estão soltos, lépidos e fagueiros, a rirem da cara do povo e talvez a chamar de “otários” os petistas presos. O mensalão tucano completou aniversário de dez anos de impunidade este ano, ou seja, caducou, e certamente nenhum criminoso emplumado vai ser preso ou ser alvo de notícias da imprensa corporativa, que sempre os blindou.

Os responsáveis pelas injustiças e impunidades ora praticadas são, inapelavelmente, o Ministério Público Federal e o Supremo Tribunal Federal, que jamais quiseram investigar, de verdade, esse grave processo, que atinge, em cheio, os tucanos. Mas, Gilmar Mendes, juiz que toma partido e se pronuncia sobre processos que estão em andamento e que ele vai julgar, considera-se inatingível e por isso toma atitudes nefastas ao País como, por exemplo, pedir vista para se “inteirar” melhor sobre o projeto que proíbe o financiamento privado de campanhas políticas.

Há oito meses o condestável juiz se recusa a devolver o projeto. Por seis votos a um, a Suprema Corte decidiu pela aprovação da matéria, sendo que vai ganhar um prêmio quem acertar de quem foi único voto favorável ao financiamento privado. Já adivinharam? É isto mesmo: o voto contra a principal bandeira da reforma política é de... Gilmar Mendes! Quer dizer que um juiz sabedor que as campanhas financiadas por empresas podem acabar em mensalões e prisões, continua a insistir no erro? E ele é juiz! Seria cômico e surreal se não fosse trágico.

Autoritário e desmedido quando se trata de seus interesses e dos grupos os quais defende ou se associa, o juiz Gilmar Mendes, a meu ver, deveria sofrer um processo de impeachment no Senado, porque se verificarem com seriedade e determinação o que este cidadão fez ou deixou de fazer, na posição de magistrado do STF, certamente os investigadores, corregedores e promotores ficariam de cabelo em pé ou completamente com o pensamento atrapalhado por não compreenderem o porquê de um juiz incorrer em tantos erros e nunca ser denunciado por crimes de responsabilidade

Todavia, Gilmar vai ter de devolver o que não lhe pertence: o País. Também vai ter de ser, pela primeira vez na vida, imparcial, pois está a verificar as contas de campanha de Dilma Rousseff, e o PSDB, agremiação que sempre recorre ou consulta o juiz nomeado por FHC — o Neoliberal I — pediu no sábado, dia 29 de outubro, a reprovação das contas do PT e da presidenta.

Aécio Neves e o PSDB atuam em todos os setores para inviabilizar o Governo Trabalhista e engessar, com a cooperação do Judiciário e do MP, as ações e os programas do Governo, até porque esses setores conservadores sabem que dar um golpe em Dilma Rousseff vai ter séria consequências, inclusive com a tomada das ruas pelas forças populares e de segmentos da sociedade organizada, a exemplo dos sem tetos, dos sem terras, dos sindicados, das federações e confederações de trabalhadores, da OAB, da ABI, da UNE e de setores legalistas das Forças Armadas, do Congresso, do Judiciário, além dos governadores que apoiam o Governo Trabalhista e controlam as polícias militares e civis de seus estados. Apostar em golpes é suicídio político e desrespeito à história, porque quando ela se repete acontece em forma de farsa.

Chega a ser uma leviandade o senhor Aécio Neves afirmar que o Governo Dilma é ilegítimo, porque venceu embates, por intermédio do voto, nos plenários do Congresso. O candidato mineiro foi derrotado e o senador está surtado, de forma similar aos radicais de direita da classe média, que foram às ruas pedir impeachment e golpe militar ou invadiram o Congresso para ilegalmente impedir votações e lançar ofensas àqueles que foram eleitos pelo povo para deliberar, legislar e governar. Autoridades da grandeza institucional de Aécio Neves e Gilmar Mendes deveriam parar de se comportar como anões políticos, apesar de cada ente humano ser medido historicamente pelos seus atos e ações. A bandalheira e o golpe tem um nome: direita. É isso aí. 

25 comentários:

J. Marvio disse...

João Márvio 4.12.2014 às 19:54
PALMAS PALMAS E PALMAS AO ARTICULISTA! O GOLPE É VISÍVEL E NÃO TEM COMO NÃO PERCEBER O CRIME DESSA DIREITA QUE ATRAPALHA E BOICOTA O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL. SE ANALISARMOS AS CAPAS DE HOJE NOS GRANDES JORNAIS PERCEBEMOS SEM ENGANOS QUE A IMPRENSA E O PSDB E O JUDICIÁRIO SÃO GOLPISTAS. NÃO TEM TERCEIRO TURNO. DILMA PRESIDENTE!

Anônimo disse...

Não existe possibilidade de golpe nos dias de hoje! Nos anos 60 havia o medo dos países do ocidente que o comunismo se espalhasse na américa latina. Não existe mais clima para essa barbaridade. Nenhum país das américa e do resto do mundo aceitariam essa tragédia.

Marcos Lúcio disse...

Quem não sabe perder, não pode nem merece ganhar, evidentemente.Um patológico reAECIOnário.

De acordo com o professor do Instituto Bras. de Linguagem corporal e doutor em Psicologia da UnB, Sérgio Senna, a “excessiva quantidade de microexpressões de desprezo utilizadas pelo Aecim nos debates com Dilma, transmite uma ideia de narcisismo, de superioridade presumida", p.ex.


Ele é um rapaz que só teve facilidades na vida. Filho e neto de políticos, ganhou emprego ainda jovem como assessor parlamentar. Depois, foi nomeado para um banco público. Sempre protegido por papai e vovô. Nunca enfrentou dificuldades pra valer.
Cordato com os homens, virulento com as mulheres que ousam desafiá-lo: um político que nunca teve dificuldades nem contrariedades na vida.
As histórias sobre ele, nas noitadas cariocas, indicam que "gosta" de companhias femininas que não ameacem sua posição de centro das atenções. “Modelos”, garotas sem grande apetite por debates políticos e intelectuais: essas seriam as companhias femininas do tucano no Rio. Sempre acompanhado por outros garotões (sim , há homens já velhos e ainda com comportamento mental de garotão, credo!)da elite carioca.Aécio Neves, quando convidado a falar de um livro que o ajudasse a entender a vida, cita “um livro que lembra minha juventude no Rio, ‘Noites Cariocas’. Ele começa antes de mim, mas relata toda a década de 1970 e 1980. É o Rio no qual vivi.”É um indiscreto relato do Nelson Motta em primeira pessoa de um meio artístico movido a “Música Prapular Brasileira” e a drogas.


Ele é um é (ainda?!) um perigosíssimo “garoto” mimado e machista. A fome de poder não o deixou fazer a leitura de mundo, compreender a evolução das coisas, as mudanças à sua volta. Ele é antigão, (playboyzão caipira) retrógrado demais em todos os aspectos, pareceres, opiniões e atitudes. Não tem um perfil psicológico engajado, noves fora que é adicto químico,bateu em mulher, desrespeitou a lei seca, apareceu transtornado (não só pelo álcool) em vários eventos e locais públicos e outras tranqueiras. .

Anônimo disse...

Parece que todos esquecem que “Organização criminosa” citada pelo Aébrio, é a COLIGAÇÃO em que Dilma era candidata! Então, não é só PT E SEUS MILITANTES, é e são também PCdoB, PMDB, PDT e muitos outros partidos. E esses, vão aceitar quietos e concordar com a pecha de “organização criminosa” no seu currículo? Vão ficar com seus advogados agachados atrás da moita esperando o Aébrio passar? Não estou pondo lenha na fogueira, só um pouco de gasolina necessária.

Anônimo disse...

Acho que não vai ficar barato pro Aécio, dessa vez. Está rolando no twitter, um movimento para entrar na justiça com uma Ação Coletiva contra ele. Gente, em meia hora 200 eleitores da presidenta Dilma já tinham aderido ao apelo. O ator (global) José de Abreu, entrou na luta engrossando a lista. Chega, temos que colocar um fim nisso… somos cidadãos brasileiros livres e não vamos mais ficar calados com insultos dos tucanos. O outro que vai receber troco é o sr. Alexandre Garcia, que nos chamou de corruptos porque votamos na presidenta Dilma. Está passando da hora de uma reação nossa. ” um povo unido jamais será vencido”

Anônimo disse...

PT protocola interpelação criminal contra Aécio Neves
Jornal do Brasil
03/12/14



O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma petição de interpelação criminal contra o senador Aécio Neves (PSDB).

Candidato derrotado nas eleições presidenciais deste ano, Neves disse em entrevista no último sábado (29), a um canal de TV por assinatura, que perdeu a eleição presidencial para uma “organização criminosa".

“Na verdade, eu não perdi a eleição para um partido político. Eu perdi a eleição para uma organização criminosa que se instalou no seio de algumas empresas brasileiras patrocinadas por esse grupo político que aí está”, acusou o senador.

Na interpelação apresentada nesta quarta-feira (3), o PT pede que seja confirmada a declaração do tucano, e o esclarecimento sobre a qual partido se referiu. O PT entende que a confirmação ofenderia "todo o sistema representativo e a própria democracia", não apenas o partido. A petição será avaliada pelo ministro Gilmar Mendes.

“Todos sabem da verdadeira história do Partido dos Trabalhadores, da verdadeira história da agremiação de pessoas, cidadãos e cidadãs que se uniram para alcançar enormes avanços sociais e aprimorar mecanismos de combate à corrupção”, diz o documento.

O pedido sustenta que “a lei que define organização criminosa e cria mecanismos para o seu combate foi resultado do esforço comum dos partidos políticos PT, PSDB e demais partidos políticos, o que evidencia a importância das agremiações políticas, que não podem ser acusadas e ofendidas de forma gratuita”.

De acordo com o pedido, confirmada a declaração, estaria confirmado o crime de difamação e que a declaração não é compatível com a conduta de um senador no exercício da atividade parlamentar, "mas, sim, de um irado perdedor"

Anônimo disse...

imagina o car, saiu pro abraço com duas loiras, uma morena, uma japa, uns remanescentes de iacanga, o J.marvio, o M.lucio, o Jm, a galera...Tudo antes da eleição, numa kombi. Acamparam, dançaram, apareceu o Chico Buarque, fizeram fogueira e dormiram. Profundamente. uns na kombi, uns na barraca, uns assistido e cornetando a Globo, uns no pasto... Acordaram hoje, viram o cara do PSDB, do Bradesco, viram Renanzinho paz e amor se esfolando no roubo fiscal.
Viram Aécio farfalhando o governo Petrolão.
Pensaram:
Perdemos...
babalu

Anônimo disse...

Quem se dirigiu ao pasto foi para ver o inevitável: você pastando, né otário???

Jorge Marcelo disse...

Davis, você repete tanto essa baboseira de que o Aécio Neves e o PSDB são de direita que os seus oito leitores já estão acreditando nisso

Anônimo disse...

Aos alienados, desinformados, fundamentalistas, etc...infelizmente a verdade factual , embora ainda bem melhor do que a oposição...é esta:
A verdade é que o PT de Dilma está no poder há mais de onze anos e até agora falhou em estabelecer um mero vislumbre da temida ditadura do proletariado. Pelo contrário: o partido, outrora radical, tem se tornado cada vez mais centrista, adotando muitas das práticas de seus rivais neoliberais. Empregou políticas econômicas ortodoxas para manter a estabilidade do mercado; não chegou a estatizar coisa alguma e inclusive favoreceu a privatização e concessão de portos, estradas e aeroportos; entre os ministros nomeados para o ano que vem há uma lobista do agronegócio e inimiga dos ambientalistas, Katia Abreu, na pasta da Agricultura, e um banqueiro conservador, Joaquim Levy, no Ministério da Fazenda. Este ano, o lucro dos bancos privados aumentou 26,9%. De acordo com o ranking Top 1.000 World Banks, o Brasil está em sétimo lugar em lucros bancários.Sendo assim, seria mais seguro acusar Dilma de centrista, em vez de bolchevique, se a inteligência for superior ao preconceito ou à insensatez.

Paulo Blanc disse...

A verdade, Jorge Marcelo, é que o Davis Sena tem uma enorme cultura, escreve pra caramba, estou em universidade de ponta e tem uma carreira de sucesso. E você é o quê? Um sujeitinho irrelevante e invejoso. Aliás, o Davis é generoso, porque não censura as sandices e as burrices que você fala. Você, bobalhão, é o leitor mais assiduo dele. A inveja é uma merda.

Jorge Marcelo disse...

Carreira de sucesso? Conte-me mais a respeito da carreira do Davis. Esse papo tá ficando interessante. Onde o Davis trabalha atualmente? Fala aí, Paulo Blanc

Anônimo disse...

Errou.
Foi a égua de sua mãe.

Paulo Blanc disse...

Jorge Marcelo: diga aí a sua profissão. Ou você é um escroto ao ponto de esconder o que você faz?

Paulo Blanc disse...

Diga aí. Indique um texto escrito por você. Sobre política ou até mesmo sobre outras coisas q vc considera..vc acha que esse cara e outros perderão tempo contigo? Mostre o seu pensamento. Apresente um texto de sua autoria sobre política, o Brasil.

Mariposa Irrustida disse...

O maior e mais fiel leitor do Davis Sena Filho, o macaco de auditorio, Jorginho marcelo, é o brucutu com o olhar de cão pidao. Jorginho é gay, gente. Vocês não perceberam... uuuiiiii...

Anônimo disse...

Errou você...foi a sua mãe vacakkkk.

Anônimo disse...

APLAUSOS, APLAUSOS!!!!...Paulo Blanc, este j.m é um escroto e sempre está aqui, ou seja, adoooooooooooooora este blogue, tadinho...e o Davis, pra sacanear, expóe o lixo desumano que o j.m. faz questão de ser.

Anônimo disse...

Concordo com você..mariposa deslumbrada. Só que ele, o jorginho, é gay problemático , ou seja, não aceita a sua natureza sexual. Gay que se aceita é solução.

Anônimo disse...

Oito não, sete, porque você, o mais fiel e assíduo leitor, não existe e não conta, canalha!!!

Anônimo disse...

Lembro que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez outrora um memorável discurso. Foi de longe a melhor fala do ilibado senador mineiro, quando lançou arrojada e flamejante carga de elogios e apoio para o também ilibado senador Demóstenes Torres (DEM-GO), quando este tentava se explicar no plenário do Senado. Antes, pensava que ele era somente um político da direita, mas, daquele dia em diante fiquei convencido que o dito cujo era também a tripa gaiteira da direita golpista brasileira. [Chico Lima, nordestino dos grotões, 06-12-2014].

Jorge Marcelo disse...

Ahahah...eu te fiz uma pergunta primeiro e você não soube responder, prova de que é um completo alienado. O Davis deve se divertir muito com bobalhões como você, mesmo porque ele não trabalha para o PT e é pago para iludir petistas falidos feito você

Jorge Marcelo disse...

Tem certeza, Anônimo Sofredor? O Davis deleta boa parte do conteúdo que eu posto aqui

Anônimo disse...

Claro que sim, marcelinho martirizado...se o Davis , então, é em respeito aos outros leitores, porque é muito esgoto mental e/ou podridão digitada ou que você posta não...bosta aqui.

Márcia Campelo disse...

Davis Sena Filho, nobre articulista, o que está acontecendo com o seu blog? Ele está sendo censurado? Hackers entraram para tentar destruí-lo? Vírus. O que houve. Se foi alguma coisa desse tipo, você e as comunidades e redes sociais nas quais seus textos são publicados tem que denunciar. Está muito estranho o seu blog. Houve alguma coisa, meu caro? Abraço.